MENU

26/09/2021 às 00h00min - Atualizada em 26/09/2021 às 00h00min

Cantinho do Humor

Sorria!

Da Redação
GB Edições

Nota baixa

Um pai disse ao filho:
— Se você tirar nota baixa na prova de amanhã, me esqueça!
No dia seguinte, quando ele voltou da escola, o pai perguntou:
— E aí, como foi na prova?
O filho respondeu:
— Quem é você?
 

Telefonema

— Alô, eu gostaria de falar com o João, por favor.
— É o próprio.
— Oi, Próprio, tudo bom? Você pode chamar o João pra mim?
 

A vingança

O sujeito entra num restaurante e pergunta ao garçom:
— Amigo, quanto é a cerveja?
— 20 centavos, senhor...
O homem fica intrigado, mas resolve ir além:
— Hum... Eu queria um filé mignon a cavalo, com champignon, polenta frita, arroz e uma salada completa! Quanto eu vou pagar?
— Dois reais, senhor...
— O quê? — diz o cliente, boquiaberto. — Não é possível! Onde está o dono deste restaurante?
— Ele está lá em cima com a minha mulher, senhor!
— E o que ele está fazendo lá em cima?
— O mesmo que eu estou fazendo com o restaurante dele!
 

No circo

Naquele famoso circo, uma corajosa domadora fazia o seu show. Com corpo escultural e vestida apenas com um biquíni minúsculo, ela deixa que o leão chegue muito perto e a plateia fica boquiaberta quando o feroz animal lambe a domadora, como um cachorrinho.
— Ah! Isso eu também faço!
Algumas pessoas protestam, mas o show continua. Então a domadora senta no chão e o leão deita a cabeça sobre o colo dela, que acaricia sua juba.
— Eu também faço isso! — voltou a gritar o bêbado. — Com o pé nas costas!
Então um espectador resolveu o desafiar:
— Ô, cara! Por que você não entra lá na jaula e mostra pra gente?
A plateia aplaude e o bêbado aceita o desafio.
Então o apresentador do circo o leva até a jaula e convida o bêbado:
— Pode entrar valentão! Vamos ver se você consegue!
— Opa! — interrompe o sujeito. — Conseguir eu consigo, mas primeiro vocês têm que tirar o leão daí!
 

Em uma lojinha no centro de São Paulo

O sujeito entra em uma loja no centro de São Paulo e olha com desprezo para o ambiente mal iluminado, o balcão empoeirado, as roupas penduradas em ganchos e o chão de tacos de madeira encardidos.
— Tá olhando o quê? — pergunta o dono da loja. — Com esta lojinha, Salim fez a vida!
— É mesmo? — pergunta o sujeito, sem se alterar.
— Claro! — responde o turco. — Com esta lojinha Salim tem casa no Morumbi, apartamento no Guarujá, fazenda em Uberaba, filho estudando nos Estados Unidos... Tudo com lojinha!
— Que interessante! — continua o sujeito. — Digo, porque meu nome é Marcos e sou fiscal do imposto de renda!
— Muito ‘brazer’, Marcos! Eu sou o Salim, o maior mentiroso de São Paulo!
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...