MENU

24/09/2021 às 18h46min - Atualizada em 24/09/2021 às 18h46min

Lourival Serejo lança na AIL seu novo livro

O evento literário foi prestigiado por operadores de Direito e acadêmicos

Domingos Cezar
Lourival Serejo fala resumidamente do conteúdo de sua obra e autografando o livro para a desembargadora Ângela Salazar e a juíza Ana Beatriz - Fotos: Domingos Cezar
  
O escritor Lourival de Jesus Serejo Sousa lançou na tarde/noite da última quinta-feira (23), no auditório Vito Milési, da Academia Imperatrizense de Letras – AIL, seu novo livro que tem como título “Literatura no Espelho”.

O evento que cumpriu todas as regras da Vigilância Sanitária, foi prestigiado por desembargadores, juízes, promotores e advogado, além de um expressivo número de membros da AIL, que foram prestigiar o talentoso semeador de livros.

A mesa diretora esteve formada pelo presidente da AIL, Raimundo Trajano Neto, pela vice-presidente e corregedora do Tribunal Regional Eleitoral – TRE, desembargadora Ângela Maria Moraes Salazar, pelo desembargador José Gonçalo de Sousa Filho.

Fizeram parte da mesa junto com Lourival Serejo, a diretora do Fórum da Comarca de Imperatriz, Júlia Ana Beatriz Jorge de Carvalho Maia, o secretário de Estado Extraordinário da Região Tocantina, Pastor Luiz Carlos Porto e o advogado Gílson Ramalho.

O presidente da AIL, Trajano Neto abriu a solenidade agradecendo as presenças dos ilustres convidados e em seguida passou a palavra para a acadêmica Maria Helena Ventura, a qual, falando em nome dos confrades e confreiras, fez uma saudação ao ilustre confrade.

Maria Helena Ventura em sua homenagem destacou a atuação do desembargador Lourival Serejo como presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, mantendo-se vigilante na condução da justiça. “São homens como o senhor que depositamos as nossas esperanças”, concluiu.

Ao apresentar sua obra, Lourival Serejo destacou a persistência do escritor ao escrever com a esperança de que seus livros continuem a semear sabedoria. Observou que grandes livrarias vem se fechando por todo o Brasil, “mas o Maranhão, nesse aspecto ainda resiste”. 

Nesse contexto lembrou a editora da AMEI – Associação Maranhense de Escritores Independentes, que continua produzindo bons livros e dando oportunidade a novos autores. Agradeceu ao Governo do Estado, um dos patrocinadores da obra, por intermédio da SECULT.

O autor discorreu ainda sobre a literatura nacional e internacional observando que o Brasil, bem como o Maranhão tem notáveis escritores a exemplo de Aluísio Azevedo, Humberto de Campos, Josué Montelo e tantos outros.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...