MENU

15/09/2021 às 23h09min - Atualizada em 15/09/2021 às 23h09min

Presidente da FMF trabalha nos bastidores para a volta de público aos estádios maranhenses

Antonio Américo já conversou com o diretor de competições da CBF e agora trabalha politicamente

Dema de Oliveira
Antonio Américo trabalha para a volta do torcedor aos estádios - Foto: Divulgação/Site FMF
  
O presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF-MA), Antonio Américo Lobato Gonçalves, vem trabalhando nos bastidores para a volta do público aos estádios maranhenses. 

Antonio Américo revelou detalhes do processo e do contorno com as autoridades e própria Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para que isso aconteça.

“Se 80% das cidades sedes estiverem liberadas para público a CBF dará carta branca para que tenha em todo país. Ainda semana passada, eu conversava com o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, tentando para que ele liberasse esse jogo do Moto passado e ele não foi liberado por conta de compromisso com outros clubes, mas para o próximo jogo, em o Moto passando, já vai ser liberado”, afirmou.

Américo também adiantou que até esta quinta-feira (16) deverá receber das autoridades sanitárias locais a liberação de público nos estádios maranhenses. Segundo ele, um protocolo já foi enviado ao Governo do Estado e Prefeitura de São Luís e das demais cidades onde tem um clube profissional. 

“Nós estamos conversando com nossas autoridades para liberação do Governo do Estado e das Prefeituras, onde acontecerão os jogos. Eu tive com o governador, ele está sensível a liberação. Nos pediu que encaminhasse o protocolo e nós já enviamos. Agora estamos aguardando. Devemos ter essa liberação até quinta-feira (desta semana)”, disse.

O presidente da FMF revelou ainda que o pedido as autoridades maranhenses é que uma carga de 30% seja liberada. Ele adiantou, no entanto, que mesmo sendo liberado este número inicialmente a ideia é ter de 15 a 20% da capacidade.

“Nós estamos solicitando a liberação de 30% de capacidade dos estádios. Mas não estamos oferecendo isso. Acredito eu que nós demos ficar entre 15 a 20% da capacidade em um primeiro momento e vai se evoluindo de acordo com o andamento do vírus na cidade. No Nhozinho Santos (Moto) teríamos em média dois mil torcedores. No Castelão (Sampaio) na faixa de oito mil”, finalizou. 

No caso de Imperatriz, o Frei Epifânio continua interditado, devido ao problema da tempestade tropical que derrubou parte da cobertura das cadeiras cobertas.

O Cavalo de Aço vai disputar nos próximos dias a pré-Copa do Nordeste e Copa FMF e não garantia se mandará os seus jogos no Frei Epifânio. Caso isso ocorra, será sem público, mesmo já estando liberado. Na verdade, o Imperatriz ainda não sabe onde vai realizar os seus jogos. 

Nesta quarta-feira (15), o prefeito Eduardo Braide autorizou a volta de público aos estádios de São Luís, “Ótima notícia para o nosso esporte! Com o avanço da vacinação em São Luís, voltaremos a ter público em nossos estádios já na próxima semana! Reuniremos com federação e clubes, para apresentar os protocolos elaborados por nossas equipes, que serão divulgados até sexta (17)”, publicou.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...