MENU

17/06/2021 às 00h00min - Atualizada em 17/06/2021 às 00h00min

Bastidores

 

Repercussão

Repercutiu nacionalmente a infeliz declaração do prefeito de Araguatins-TO, Aquiles da Areia (PP), que fez pouco da questão da pandemia e mortes em consequência da Covid-19. “Com pandemia ou sem pandemia nós vamos pra riba. Toda hora chega uma cobrança: prefeito, baixa um lockdown. Vou baixar lockdown caramba nenhuma. Quem quiser que vá. Quem morrer, morreu. Quem escapar, escapou... Todo mundo aqui é de maior, quem quiser ir para a praia que vá. Eu vou”, afirmou o prefeito durante discurso em que falou sobre turismo e o período de veraneio naquela cidade. O vídeo circula nas redes sociais e Aquiles está sendo bastante criticado. Moradores da cidade lamentam a postura do gestor, que não demonstrou preocupação em determinar medidas restritivas para combater a pandemia. Araguatins já registrou mais de 2.200 casos de Covid-19, sendo que 57 pacientes morreram. Conforme o IBGE, a população estimada do município é de 36.170 pessoas.
 

E…

Diante da grande repercussão, ontem o prefeito tentou “amenizar” as suas polêmicas declarações. Segundo Aquiles da Areia, ele quis apenas chamar atenção das pessoas que estão indo às praias. “Se a pessoa tá sabendo que estamos em uma pandemia dessa, com pessoas morrendo, o que vai fazer na praia?”, questionou o prefeito, que também foi criticado pela vice-prefeita, Elizabete Rocha (PSD). Nas redes sociais, ela afirmou que “a falta de sensibilidade e cuidado do prefeito Aquiles com os araguatinenses, principalmente com as famílias que perderam seus entes queridos, é estarrecedora. O prefeito é o líder maior do município, deve guiar seu povo pelos caminhos do bem e da vida. Não se trata apenas de fazer ou não lockdown. Trata-se de cuidar do povo araguatinense, de fiscalizar o cumprimento do decreto, de amparar as pessoas que não estão conseguindo trabalhar”. 
 

Desaprovadas

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) desaprovou na sessão de ontem, 16, as prestações de contas apresentadas pelos gestores José de Ribamar Costa Alves (Santa Inês/2016); José Ribamar Leite de Araújo (Cândido Mendes/2015); Kleber Alves de Andrade (São Domingos do Maranhão/2014) e Roberval Campelo Silva (Capinzal do Norte/2015). Tiveram as prestações de contas aprovadas com ressalvas os gestores Antonio Carlos Rodrigues Vieira (Tasso Fragoso/2015); Jorge Eduardo Gonçalves de Melo (Lagoa Grande do Maranhão/2015) e Raimundo Nonato Lisboa (Bacabal/2011). 
 

Aprovadas

As prestações de contas apresentadas por Cleomaltina Moreira Monteles (Anapurus/2012) e Maria da Luz Bandeira Bezerra Figueirêdo (Governador Eugênio de Barros/2016) foram aprovadas.
 

Câmaras

Entre as Câmaras Municipais, foram julgadas irregulares as prestações de contas de Antonia Hermenegilda Canuto (São Luiz Gonzaga do Maranhão/2012), com multas no total de R$ 23,3 mil; Antonio Ferreira de Sá (Mirador/2015), com multa de R$ 5 mil; Evando Batalha Pianco (Arari/2013) e João Rodrigues Neves (Marajá do Sena/2012). Alysson Cruz Lopes (Cachoeira Grande/2013), com multa no total de R$ 2 mil, teve suas contas julgadas regulares com ressalvas. Maria Divina Silva Marques (Santo Amaro do Maranhão/2016) e Wellington José Pereira Costa (Água Doce do Maranhão/2016), com multa de R$ 5 mil tiveram suas contas julgadas regulares.
 

Saindo

O secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, poderá deixar o PCdoB para se filiar ao PDT do senador e pré-candidato a governador, Weverton Rocha. Portela tem a pretensão de se candidatar a deputado federal e no PCdoB já tem os deputados Márcio Jerry e Rubens Jr., o que diminuiria a chance do delegado se eleger.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Relacionadas »
Comentários »
Loading...