MENU

11/06/2021 às 00h00min - Atualizada em 11/06/2021 às 00h00min

Bastidores

Condenação 

Em decisão tomada na sessão do Pleno desta quarta-feira, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) condenou o ex-prefeito de Grajaú, Junior Sousa Otsuka, a devolver R$ 1,3 milhão ao erário estadual. A decisão foi tomada durante apreciação da Tomada de Contas Especial do convênio nº 019/2014, celebrado em 2014 entre o Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação e a Prefeitura de Grajaú. Apesar de ter sido citado nos termos da legislação vigente para apresentação de defesa, o ex-gestor não foi capaz de demonstrar a correta execução do convênio, ou seja, a aplicação de R$ 1.329.903,29 (um milhão, trezentos e vinte e nove mil, novecentos e três reais e vinte e nove centavos) na reforma e ampliação de 11 escolas municipais. Cabe recurso.

E…

A falta de comprovação em recursos de convênio também resultou no julgamento irregular das Tomadas de Contas de Raimundo Alves Lima Neto (Tufilândia, 2018, convênio nº 26/2014/2013, firmado entre a Prefeitura de Tufilândia e a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, no valor de R$ 74,8 mil); José Valmir Villar (Porto Franco, 2016, convênio nº 212/2015, celebrado entre a Prefeitura de Porto Franco e a Secretaria de Estado da Cultura, no valor de R$ 103 mil); José Inaldo Ferreira (Associação Folclórica Beneficente Bumba Boi da Maioba, 2015, Convênio nº 201/2015, celebrado entre a Associação e a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), no valor de R$ 50 mil.

Vacinação

As autoridades de Saúde já deveriam estar mais preocupadas, também, com os mais jovens em relação à vacinação contra Covid-19. As decisões, quase que semanais, sobre indicação de grupos prioritários, estão atrasando o avanço da vacinação em relação aos mais jovens. O País já registra mais mortes entre crianças, jovens e adultos de covid-19 do que de pessoas a partir de 60 anos. Os dados são dos cartórios de registro civil do país, responsáveis pelas certidões de óbito. Em Imperatriz, por exemplo, por idade a vacinação ainda está acima dos 50 anos. Como aparece quase todo dia grupo prioritário, quando a vacina chegará aos que estão na faixa entre 20 e 40 anos? É verdade que pessoas como comorbidades merecem prioridade, mas já deveria estar acontecendo uma vacinação paralela para que chegue mais rápido aos jovens...   

Vacinação II

Vale lembrar que jovens que estão no mercado de trabalho se encontram na linha de risco de contrair a doença, porque estão diariamente nas empresas, lojas, feiras, supermercados e etc, mantendo contato com muita gente. É preciso repensar a estratégia de imunização no País. As vacinas estão chegando toda semana aos municípios. 

Números

Boletim da Secretaria de Estado da Saúde desta quarta-feira revela que Imperatriz registrou 86 novos caso de Covid-19. Dos 72 leitos de UTI da rede estadual na cidade, 52 estavam ocupados (72,22%) e 20 desocupados. Dos 194 leitos clínicos, 91 estavam ocupados (46,91%) e 106 livres. Foram registrados três novos óbitos em Imperatriz. Os casos de Covid confirmados já somam 16.053, com 825 mortes.

Na CPI

O secretário de Saúde do Estado do Maranhão, Carlos Lula, anunciou ontem que vai depor na CPI da Pandemia, no Senado. Mas ele não vai falar como secretário do governo Flávio Dino, e sim na condição de presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). “Como presidente, estarei na Comissão para esclarecer o que for necessário. Temos muito a falar sobre esses 15 meses de enfrentamento”, afirmou Carlos Lula no Twitter.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...