MENU

14/05/2021 às 00h00min - Atualizada em 14/05/2021 às 00h00min

Bastidores

Irregularidades

Informação da assessoria do Tribunal de Contas da União (TCU) revela que o órgão realizou, sob a relatoria do ministro Jorge Oliveira, auditoria contínua para acompanhar a atuação de 603 órgãos e entidades federais no tratamento de indícios de irregularidades em suas folhas de pagamento, detectados a partir de cruzamentos de bases de dados. Conforme o ministro, “neste sexto ciclo de fiscalização contínua de folhas de pagamento, foram examinados dados cadastrais e financeiros de cerca de 1,6 milhão de servidores, empregados públicos e exercentes de função pública, mais 727 mil aposentados e 424 mil pensionistas, no período de janeiro de 2020 a março de 2021”. Considerados apenas os vínculos federais, o volume de recursos fiscalizado foi superior a R$ 27 bilhões ao mês, montante que propiciou sugerir ou adotar providências potencialmente capazes de gerar, somente com as irregularidades ainda em apuração, uma economia potencial da ordem de R$ 1,9 bilhão ao ano. Foram cerca de 15 mil correções efetuadas ainda durante a fiscalização. Os indícios de irregularidades apurados foram acumulações ilícitas, atos de pessoal com falhas, pagamentos a pessoas falecidas e pagamentos indevidos de pensões, de auxílios e de parcelas remuneratórias, entre outros. O ganho efetivo chegou a R$ 386 milhões ao ano. Jorge Oliveira observou que, além disso, mais de 176 mil indícios de irregularidades permanecem em processamento, já que sua apuração não foi concluída até o término da fiscalização. Ou seja, isso significa que a auditoria vai gerar ainda mais economia aos cofres públicos. 

Na folha

Sem êxito na luta pela reeleição em 2020, a ex-vereador de Imperatriz Maura Barroso foi contemplada com um cargo no Governo do Estado. Filiada ao PROS, que fez parte da aliança comandada pelo PCdoB, que teve como candidato a prefeito o deputado Marco Aurélio, Maura foi nomeada para o cargo de auxiliar técnico na Secretaria de Estado da Articulação Política (Secap), atualmente sob o comando do deputado federal Rubens Júnior (PCdoB). A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado dia 19 de abril, mas em 5 de maio houve nova publicação do ato, corrigindo o cargo. 

E…

Também constam na lista dos nomeados Deusamar Santos (PSB), ex-candidato a vereador em Balsas; Valdenilson de Sousa (Republicanos), ex-candidato a vice-prefeito de Sucupira do Norte, e Professora Idna (PCdoB), ex-candidata a vice-prefeita de Pirapemas. Em Imperatriz, Maura Barroso não é a única que foi “ajeitada” na folha do estado após derrota nas eleições de 2020. Há outros ex-candidatos que também assumiram cargos no estado.

Mudança

O deputado federal Marreca Filho (Patriota) não é mais o coordenador da bancada do Maranhão no Congresso Nacional. Ele foi substituído pelo deputado Pedro Lucas Fernandes (PTB), escolhido ontem. “Vamos continuar trabalhando juntos por melhorias para o Maranhão”, garantiu Fernandes. Como subcoordenador foi indicado o deputado Edilázio Júnior (PSD).

Caindo

Reportagem do G1 revela que o ritmo de vacinação contra a Covid-19 caiu pela metade no Brasil nos últimos 14 dias. A média diária de vacinação foi de 995 mil em 29 de abril para 429 mil na quarta-feira (12). Entre os problemas estão o atraso na aplicação da segunda dose da CoronaVac e a produção de mais vacinas devido à falta de insumos. Com a queda, o Brasil foi ultrapassado por Alemanha, Reino Unido, França e Itália no número de doses aplicadas diariamente.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...