MENU

24/04/2021 às 00h00min - Atualizada em 24/04/2021 às 00h00min

Bastidores


  

Ainda no ninho


Um tucano informou à coluna, ontem, que o senador Roberto Rocha ainda não se desfiliou do PSDB, cujo comando regional o parlamentar perdeu no mês passado, com o partido passando a ser dirigido pelo vice-governador Carlos Brandão. Mas Rocha, embora ainda permaneça no ninho tucano, já não reza mais na cartilha do partido. Está solto, como se já estivesse desfiliado. RR permanece fazendo mistério quanto ao novo partido, mas deve escolher um que integra a base de apoio ao Palácio do Planalto, já que ele é um ardoroso defensor do presidente Jair Bolsonaro. Eleito em 2014 apoiado pelo governador Flávio Dino, com quem rompeu, em 2022 ele completa o mandato de 8 anos no Senado, mas não deve concorrer à reeleição. Há dois caminhos: ser candidato à sucessão de Flávio Dino ou a deputado federal. É aguardar. 

Normal 


Ainda há gente que se surpreende com posicionamentos de políticos em relação a adesões/alianças. Não querem entender que a política é “dinâmica” e tudo pode acontecer. Nada é impossível. Agora mesmo há pessoas demonstrando surpresa ao ler especulações sobre a possibilidade de Flávio Dino (PCdoB) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) estarem no mesmo palanque nas eleições de 2022. Quem acompanha política já viu acontecer coisa mais difícil. 

E..


O ex-presidente Lula, por exemplo, fez campanha e se elegeu esculhambando José Sarney. Terminaram juntos. Epitácio Cafeteira era ferrenho adversário de Sarney. Mas em 1986 se elegeu governador, finalmente, com apoio do então presidente da República. Morreu amigo de Sarney. E assim são muitos os casos. Portanto, nada de surpresa se acontecer a especulada aliança Dino/Roseana. Segue o jogo…

Olha aí!


Em entrevista coletiva, ontem, o governador Flávio Dino revelou que aumentou a exigência para envio de vacinas contra a Covid-19 aos municípios. De acordo com ele, pelos próximos sete dias só receberão novas doses as cidades que comprovarem a aplicação de, pelo menos, 75% das doses já enviadas. Depois, a exigência será aumentada para 80%. Fica aí o alerta para os prefeitos e que a população exija um cronograma de vacinação célere.

Doses


Segundo ainda informação do governador, o Maranhão recebeu 1,5 milhão de doses de vacinas contra a Covid-19 e já alcançou 1 milhão de doses aplicadas. Ontem, o estado recebeu mais 86,6 mil doses, sendo 67 mil da AstraZeneca/Oxford e 19,6 mil da Coronavac. O lote já começou a ser distribuído aos 217 municípios maranhenses.

Partido


Conforme o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), o presidente Jair Bolsonaro está “avaliando” três partidos para se filiar visando a candidatura à reeleição, no próximo ano. Os partidos seriam o Patriota, PMB e Democracia Cristã (DC), que é comandado nacionalmente por José Maria Eymael, eterno candidato à Presidência da República. Mas desde o início do ano que vem sendo especulada a filiação de Bolsonaro ao Patriota, que no Maranhão é presidido pelo deputado federal Antonio da Cruz Filgueira Neto, o Marreca Filho, mas que também sofre a influência do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL). Em Imperatriz, o partido está só o comando do ex-presidente da Câmara Municipal, José Carlos Barros.

Novo partido


O presidente Jair Bolsonaro se elegeu pelo PSL, ao qual se filiou em 2018. Mas se desfiliou em novembro de 2019, após desentendimentos com o presidente do partido, Luciano Bivar. Bolsonaro decidir criar um novo partido, chamado Aliança pelo Brasil. Só que até agora não saiu do papel. Para ter registro no TSE, necessita de 492 mil assinaturas validadas.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...