MENU

07/08/2020 às 08h11min - Atualizada em 07/08/2020 às 08h11min

Bastidores

Baixaria

O assunto político predominante ontem, em Imperatriz, foi o duro ataque que o prefeito Assis Ramos (DEM) sofreu por meio de um áudio gravado por uma “cantora”. Em nota, ele afirmou que “a baixaria em torno da campanha eleitoral já iniciou. Estão agora atirando pedras de forma covarde em minha família, em autoridades que sempre respeitei e, ainda, em amigos, tudo de forma leviana, mentirosa e baixa”. Assis Ramos adiantou que já entrou em contato com a polícia, tomando todas as providências legais. A agressão ao prefeito gerou indigação até dos próprios adversários. A pré-candidata a prefeita Mariana Carvalho disse que “Imperatriz não aceita mais o jogo sujo e rasteiro da velha política. Vamos seguir com debates de idéias e propostas para renovação de verdade de nossa cidade”. O ex-deputado Carlinhos Amorim (PDT) também repudiou a baixaria. “Lamentável, mas prever-se que o que virá de charge, aúdios e vídeos atacando a reputação de candidatos e seus familiares, não é brincadeira. E agora em tempos de redes sociais, a coisa será terrível, traiçoeira e agressiva”. Pois é, mas alguns acharam bonito! Vale lembrar aquele velho ditado: pimenta nos olhos dos outros é refresco...  

Agora vai?

Revela-se que possivelmente hoje o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, estará anunciando o início da construção do novo hospital Socorrão de Imperatriz. Em março do ano passado Clayton Noleto e o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, visitaram a área de 130 mil m² onde será construído o hospital. A área fica na Avenida Pedro Neiva de Santana, ao lado do Hospital Macrorregional. A visita também teve a presença da equipe técnica para vai fazer a adequação do projeto às condições do solo. “Eles vão verificar topografia e logo após licitar a construção do hospital. Essa parte de adequação do projeto acreditamos que vamos fazer em 90 dias e depois vem o período de licitação. Mas nosso objetivo é iniciar essa obra ainda este ano”, disse na época Noleto. Serão 100 leitos de UTI e 300 enfermarias. É aguardar.

Desafinado 

O MDB não está falando a mesma língua em São Luís. Enquanto uns querem aliança até com partido do grupo do governador Flávio Dino, outros defendem apoio a candidatura alinhada com o sarneysmo. O deputado César Pires, por exemplo, defende a pré-candidatura do deputado Adriano Sarney (PV).  “Se Roseana abandonar Adriano, ela terá que se justificar com a sociedade”, afirmou César Pires, observando que “na minha vida eu fui refém das minhas convicções dos meus valores e das minhas crenças. Nunca fui movido pelo sentimento de poder ou escravo do governo. Tanto que fui oposição a Zé Reinaldo, Jackson e Flávio Dino. E me mantive assim, não por lealdade a ninguém, mas por ter crença na ética e na moral” .

Prego batido

O presidente do Sindicato Rural de Imperatriz, Armelindo Ferrari, bateu o martelo: não haverá Expoimp este ano, em função da pandemia do coronavírus. Havia a possibilidade de ser realizada em outubro, mas tudo indica que até lá a situação ainda não esteja controlada. Daí, resolveu cancelar o evento, um dos mais importantes do calendário da cidade.    

 Valores 

Os candidatos a prefeito e vereador nas Eleições 2020 conhecerão os valores que poderão ser utilizados em suas campanhas no dia 31 de agosto. Esta é data final que a Justiça Eleitoral tem para dar publicidade ao limite de gastos estabelecidos para cada cargo eletivo em disputa. Originalmente, o prazo previsto na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97) para essa divulgação era o dia 20 de julho. 

Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...