MENU

20/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 20/01/2021 às 00h00min

Coluna do Lima Rodrigues


Encontro Nacional de Muladeiros  é adiado para janeiro de 2022

O 14º Encontro Nacional de Muladeiros que – sem pandemia – ocorreria na última semana de janeiro em Iporá (GO), não será realizado este ano e já ficou pré-acertado pela nova diretoria para acontecer, possivelmente, em janeiro de 2022. A informação é do ex-presidente da Associação dos Muladeiros do Oeste Goiano (Amog), William Alves, em conversa, por telefone, na noite de segunda-feira, com este colunista. Ele disse que “a nova diretoria achou por bem deixar o Encontro de Muladeiros para o ano que vem porque o governo de Goiás, para evitar aglomerações, decidiu suspender todos os eventos no estado até julho deste ano, por causa da pandemia da covid-19”.
No ano passado, a convite de William Alves, e com o patrocínio do Frigorífico Rio Maria (PA), a equipe do Conexão Rural (Rede TV de Parauapebas e TV Web O Progresso, de Imperatriz) fez uma ampla cobertura do 13º Encontro Nacional de Muladeiros.

Davi Melo passa a ser presidente da Associação dos Muladeiros

Uma das entidades de mais atuação em Iporá passa por renovação de diretoria. A Amog (Associação de Muladeiros do Oeste Goiano), a entidade que faz o maior evento de divulgação do nome de Iporá, está com novo presidente. Ele é Davi Elkson de Melo, muladeiro de muita atuação nesta área e na defesa em geral das tradições do meio rural. 
Na quarta-feira (13 de janeiro), em conformidade com o seu Estatuto, a Amog fez sua eleição interna, uma vez que Wilismar (William) Alves Rosa cumpriu seu período a frente da entidade.
A reportagem falou com o novo presidente da Amog, o qual nos disse que “vai manter tudo que a entidade tem de bom e avançar em outras conquistas”. Afirmou que “o grande evento do Encontro Nacional de Muladeiros só será realizado quando houver as condições ideais de saúde pública”.
Davi Melo anunciou sua equipe de diretoria. Ele tem Valdjan Terêncio como vice e Túlio Rezende como tesoureiro. O Túlio Cabral é o secretário. (Fonte: https://www.oestegoiano.com.br/).

Roberto Paulinelli

O empresário e pecuarista Roberto Paulinelli, do Frigorífico Rio Maria, Fazenda JP e Haras Santos Reis, em Rio Maria, no sul do Pará, é um dos maiores apoiadores do Encontro de Muladeiros em Iporá. 
Apaixonado por mulas, Roberto convida vários amigos para o Encontro todos os anos, além de levar suas mulas para competir no evento, sempre com uma competente equipe de muladeiros.
Em conversa com este colunista, o mineiro de Bambuí, Roberto Paulinelli, que é primo do ex-ministro da Agricultura, Alisson Paulinelli, disse que “o pessoal da diretoria da Amog gostou da reportagem feita pelo Conexão Rural” e destacou que “gostaria de contar com a nossa presença no Encontro de Muladeiros em janeiro de 2022 ou em data a ser anunciada oficialmente”. Convite feito. Convite aceito.

Iporá, a pequena cidade de Goiás que é a Capital dos Muladeiros

Em janeiro de 2020, publiquei aqui na coluna detalhes sobre a pujante Iporá e falei do evento do ano passado e faço questão de repetir um trecho do texto publicado:
“Iporá, a 216km de Goiânia, no oeste de Goiás, tem apenas 40 mil habitantes, foi fundada há 71 anos (agora 72 anos), e é considerada a Capital dos Muladeiros. De 21 a 26 de janeiro (do ano passado) a aconchegante cidade se transformará em sede do Encontro Nacional de Muladeiros. A programação é extensa e começa dia 21 de janeiro com a chegada dos animais que vem de vários municípios de Goiás e de outros estados como o Pará, Tocantins, Minas Gerais e São Paulo.
Durante todo dia haverá exposição de animais, de equipamentos, vestuário, veículos e de outros produtos ligados aos apaixonados por muares. No período do encontro, o parque agropecuário de exposições da cidade recebe entre 5 mil e 6 mil pessoas por dia.
São de 200 a 250 animais participando de cerca de 800 provas durante todos os dias da festa, além de Corrida de Cavalo, que reúne de 15 a 20 animais.
A Associação de Muladeiros do Oeste Goiano foi fundada no ano de 2008 por um grupo de amigos que tinham em comum a paixão por muares. Determinados a unir essa paixão com os quatro cantos do Brasil, criaram o 1º Encontro Nacional de Muladeiros. A partir de então, a paixão só cresceu, assim como a tradição e o respeito adquirido ao longo dos mais de 10 anos de eventos e história da associação. Hoje, a AMOG possui reconhecimento no Brasil todo e até fora dele, levando o nome da cidade de Iporá-Goiás e a paixão por muares por onde passa”. (Fonte: site oficial da AMOG).

Mais de 197 mil agricultores familiares vão receber benefício do Garantia-Safra de 2019/2020

Mais de 197 mil agricultores familiares, de oito estados, irão receber pagamento do Garantia-Safra referente à safra 2019/20. A Portaria SPA/MAPA Nº 2, que determina o pagamento, foi publicada nesta segunda-feira (18) pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Neste mês, receberão o pagamento agricultores de Alagoas, da Bahia, do Ceará, Maranhão, de Minas Gerais, da Paraíba, de Pernambuco e do Piauí. O montante autorizado chegará a mais de R$ 168 milhões.
Diante do cenário imposto em relação a pandemia do Covid-19, será mantida, de forma excepcional, a antecipação do pagamento das parcelas do benefício Garantia-Safra, na safra 2019/2020. O pagamento será feito integralmente em parcela única de R$ 850.
O Garantia-Safra tem como objetivo garantir a segurança alimentar de agricultores familiares que vivem em regiões sistematicamente com estiagem ou enchente levando à perda da safra. Têm direito a receber o benefício os agricultores com renda mensal de até um salário mínimo e meio, quando tiverem perdas de produção em seus municípios igual ou superior a 50%. O Garantia-Safra é disponibilizado obedecendo o calendário de pagamento dos benefícios sociais.

Notificação de agricultores com benefício bloqueado

Com a disponibilização do serviço “Solicitar Requerimento de Defesa após Bloqueio do Benefício Garantia-Safra”, na plataforma gov.br, os agricultores que tiveram a concessão do benefício bloqueado nos municípios autorizados a efetuar o pagamento em janeiro deste ano, devem cumprir as orientações dispostas na Portaria Nº 25, de 8 de julho de 2020 para regularização do benefício. 
Caso o benefício esteja bloqueado, o agricultor deve acessar o seu perfil no Sistema de Gerenciamento do Garantia-Safra e verificar o motivo do bloqueio por meio da notificação que consta no perfil. O agricultor terá até 30 dias, após a publicação da Portaria que autoriza o pagamento do benefício, para se manifestar quanto o bloqueio. 
A relação dos agricultores com benefício bloqueado, de forma cautelar, será encaminhada pelas coordenações estaduais aos gestores municipais. (Fonte: Ministério da Agricultura).

Viva São Sebastião

Hoje, 20 de janeiro, é dia de São Sebastião, padroeiro de Parauapebas (PA), da cidade do Rio de Janeiro e tantas outras cidades pelo Brasil afora.
Por causa da pandemia, neste ano não haverá a tradicional Reza de São Sebastião na Fazenda Canto de Areia, no município de Araguatins (TO). Haverá só um terço com a presença dos irmãos Piassaba. A reza foi realizada por 104 anos ininterruptos. Começou com a avó da tia Sebastiana e depois com a mãe dela, dona Rita. A tia Sebastiana morreu em fevereiro de 2019. 
Dependendo da situação da pandemia, meus primos poderão voltar a realizar a reza de São Sebastião a partir de 2022. Vamos torcer.
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...