MENU

19/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 19/01/2021 às 00h00min

Bastidores


Aleluia!!!
Depois de muita polêmica e picuinhas políticas, domingo, 17, finalmente a Anvisa autorizou o uso emergencial das vacinas CoronaVac e Oxford. Um dia histórico! Minutos após o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária o governo de São Paulo deu o ponta-pé inicial da vacinação, com uma enfermeira sendo a primeira a receber a dose. A ansiedade do brasileiro era grande pelo início da vacinação. Ontem, depois de pressão dos governadores, o governo federal antecipou a vacinação, que só começaria amanhã. Nesta segunda-feira o Maranhão recebeu o seu lote. São 123.040 doses da CoronaVac, do instituto Butantan, além de 41.200 já separadas para os indígenas do estado, o que totaliza 164.240. O Maranhão é o quarto da região Nordeste que mais recebeu doses nesse primeiro lote. Os imunizantes foram entregues ao secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, que esteve em São Paulo. O governador Flávio Dino garantiu que assim que chegasse a vacina, seria iniciado imediatamente o transporte e entrega às prefeituras. O lote chegaria em São Luís na noite de ontem. Também serão entregues seringas para as prefeituras que precisarem. Espera-se que a partir de agora o governo não perca mais nem um minuto. A doença avança e não há mais tempo para espera de nada...

E…
Segundo o governador Flávio Dino, o estado contará com três aviões, três helicópteros e 30 automóveis na logística de distribuição das vacinas, para que todos os municípios recebam as doses até esta quarta-feira. Ele observou que é fundamental a viabilização urgente de mais vacinas, pois o número inicial é muito pequeno. Para ele, “a alternativa mais viável é a fabricação no Brasil, pelo Butantan e pela Fiocruz”.

Imperatriz
O prefeito Assis Ramos informou pelas redes sociais que “já estamos operacionalizando tudo para que, tão logo chegue na cidade, iniciemos a vacinação seguindo o nosso plano municipal de acordo com as diretrizes nacionais”. Não revelou, porém, a previsão de quando começará vacinação. Mas como o governo promete entregar as doses até amanhã, ainda no mesmo dia começaria a vacinação em Imperatriz. É aguardar.

São Luís 
O prefeito Eduardo Braide promete para amanhã, quarta-feira, o início da vacinação na capital. Ele esperava receber do primeiro lote 48 mil doses, mas serão apenas 18 mil. A estimativa era do Maranhão receber 200 mil doses. Com a diminuição, para 120 mil, São Luís perdeu 30 mil doses. 

Números
O último boletim divulgado pela prefeitura de Imperatriz, neste domingo, apontava 149 casos de Covid-19 em janeiro, sendo 103 ativos. Desde o início da pandemia, são 8.785 casos, com 411 óbitos. Neste mês de janeiro são 3 óbitos. Na rede estadual, em Imperatriz a ocupação é de 65,63%  de UTIs (21 das 32) e 41,98% dos leitos (34 dos 81). Na rede municipal, a ocupação de UTIs é de 12,50% (2 das 16) e 15,52% dos leitos (9 dos 58). Observa-se no boletim que a maioria dos pacientes não é de Imperatriz. 

Números II
Ainda de acordo com o boletim da prefeitura, o mês em que foram registrados mais óbitos foi maio (153), seguido de junho (90) e setembro (50). Em novembro foram 4 e dezembro 5. Agora em janeiro, que está no seu 19º dia, são 3 óbitos.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...