MENU

19/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 19/01/2021 às 00h00min

Fora da Pauta


Loucura
Um fato inédito no Brasil ocorreu ontem na cidade de Açailândia. Um dos presidentes da Câmara simplesmente extinguiu o mandato de 9 vereadores e deu posse aos suplentes, alçados ao cargo de vereador. O presidente da Câmara de Açailândia, Ceará, logo pela manhã extinguiu os mandatos de 9 vereadores. Pior e que ele invocou a lei orgânica e o regimento interno da Câmara para tomar esta atitude. Não sei se a lei eleitoral permite que um vereador tenha extinto seu mandato, sem que antes a comissão de ética apure e seja votado o parecer. Coisa maluca e que ainda dará muito pano para mangas, na minha humilde opinião, como estudioso do direito eleitoral e público. Acho que será briga para mais de duzentos anos está aí, entre Felisberto e Ceará, os dois que se intitulam presidente do legislativo açailandense.

Primeira
Ceará começou a sessão como a primeira do ano, e extraordinária, e em um local longe do plenário da Câmara, o que já é um ato ilegal e poderá ser mais uma peça para ser incluída na ação judicial que os 9 vereadores que tiveram seus mandatos extintos deverão protocolar na justiça. Houve duas sessões, uma comandada pelo Felisberto, quando foi eleito, e a outra por Ceará, que não aceitou o resultado e saiu correndo com a ata embaixo dos braços e agora vai um capítulo neste imbróglio.

Repúdio?
A vereadora Cláudia Batista divulgou no final de semana uma nota de repúdio contra o feminicídio que cresce em nossa cidade. Veja o que diz a vereadora: “Diante dos últimos fatos que têm acontecido em Imperatriz, venho a público manifestar meu repúdio ao crime de feminicídio, me solidarizo com as famílias das vítimas que perderam mães, filhas, irmãs e amigas, mulheres que tiveram suas vidas interrompidas por esses crimes bárbaros que infelizmente ocorreram em nossa cidade”.

Ódio
“O feminicídio é um crime de ódio e intolerância, onde as vítimas perdem a vida e a chance de lutar por um futuro. Como mulher sinto-me no dever de lutar contra a crueldade que envolve esse mal. Com o apoio de outras mulheres e da sociedade que não aguentam mais ver tanta injustiça, estou disposta a fazer o que estiver ao meu alcance para combater todas as formas de violência contra as mulheres. Basta de violência, basta de sermos mortas por sermos mulheres”!?

Vacinação
O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, disse que equipe da Semus já está operacionalizando tudo para que, tão logo as doses cheguem na cidade, seja iniciada a vacinação seguindo o plano municipal, de acordo com as diretrizes nacionais.

Quantidade
Como o Maranhão vai receber 160 mil doses da vacina nesta primeira etapa, e já incluindo as 14 mil doses para os indígenas, a quantidade que cada município irá receber deverá ser pouca e nem cobrirá as prioridades que são pessoas da saúde, idosos e com doenças como diabetes, hipertensão e coração. Ainda não foi anunciada a quantidade de vacinas que Imperatriz vai receber neste lote inicial.

Emendas
Além de recursos para pavimentação e iluminação, a cidade de Campestre também ganhou um  moderno Centro Poliesportivo, fruto de emendas do parlamentar, que desta forma, contribui muito para a melhoria da qualidade de vida da população campestrina, 

Aglomeração
Tudo bem que é preciso ganhar dinheiro, mas a realização de um evento no sábado no parque de Exposição repetiu o feito condenável do prefeito de Cidelândia, ao reunir mais de 10 mil pessoas em sua festa da vitória. A área de show da Expoimp em Imperatriz ficou lotada, com o vírus certamente passeando entre as pessoas.
Link
WILLIAN MARINHO

WILLIAN MARINHO

WILLIAN MARINHO é colunista de política em O Progresso

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...