MENU

29/12/2020 às 00h00min - Atualizada em 29/12/2020 às 00h00min

Bastidores


Assim é!
O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) chamou o governador Flávio Dino (PCdoB) de incoerente devido ao cancelamento do réveillon, após os partidos terem promovido “um carnaval de aglomerações” durante o processo eleitoral em São Luís e no interior do estado. Ora, sem querer defender o governador, mas o deputado está deturpando a coisa, porque Flávio Dino não tem nada a ver com a realização das eleições. O responsável por eleição é a Justiça Eleitoral, essa, sim, que poderia ser apontada como culpada, se realmente existe culpado. De que adiantou adiar por um mês o pleito? Em novembro, a pandemia estava praticamente do mesmo jeito de outubro. O certo era não ter autorizado eleições este ano. Certamente hoje o quadro de Covid poderia estar ameno. É claro que agora com as frestas de ano, só tende a piorar. E a saída mesmo é o governo cancelar eventos de virada do ano. A vida está acima de festas!

E…
Em Imperatriz está programada a Virada Cultural na Beira-Rio. O Ministério Público Estadual ingressou na justiça contra o evento, mas o pedido de cancelamento foi negado pelo juiz Joaquim da Silva Filho, titular da 1ª Vara da Fazenda Pública, respondendo pelo plantão. Aglomeração em Imperatriz está se vendo em todos os cantos. No final de semana houve um evento musical. O calçadão e lojas estão há dias lotados. Salve-se quem puder!..

Será?
Aliado do governo do estado, o ainda vereador José Carlos Barros (Patriota) não deverá ficar no “mato sem cachorro”, após deixar o mandato, em 1º de janeiro. Consta que “Pé de Pato” será contemplado com um cargo estadual em Imperatriz. Não se sabe se vai ser criado ou tirado alguém, porque todos os cargos estão ocupados. É aguardar.

Mais uma
O governador Flávio Dino, que não é besta, cria pautas para a imprensa nacional, ao entrar em polêmica com o presidente Jair Bolsonaro. Agora, resolveu entrar com uma ação penal por crime contra a honra contra Bolsonaro. O governador alega que foi caluniado pelo presidente, quando afirmou em outubro que cancelou uma viagem a Balsas, no Maranhão, porque Flávio Dino havia negado efetivo da PM para o seu esquema de segurança.

Olho de 2022
Em janeiro próximo haverá nova eleição para a presidência da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), atualmente comandada pelo prefeito reeleito de Igarapé Grande, Erlânio Xavier (PDT). A eleição deverá ter um embate “extra” entre o senador Weverton Rocha (PDT) e o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos), que têm interesse em eleger o mandatário da entidade visando as eleições 2022, já que os dois são pretensos candidatos a governador. O PDT elegeu nas eleições de 15 de novembro 42 prefeitos. Portanto, o grupo de Rocha já arranca com um número expressivo na eleição da Famem.

Falecimento
Foi sepultado no último sábado, em Goiânia, o empresário Genésio Rocha, de tradicional família de Imperatriz. Ele foi vítima de problema cardíaco, aos 84 anos. Era filho de Alfredo Rocha, que entre os irmãos tinha o ex-prefeito Urbano Rocha. Empresário no ramo de materiais para construção, Genésio abriu em Imperatriz a loja Concreto, juntamente com os irmãos Antonio, Atma e Oton. Antes, trouxe a Covap.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...