MENU

28/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 28/10/2020 às 00h00min

Bastidores

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.


Reeleição
Conforme levantamento feito pelo site G1, dos 57.707 vereadores que se elegeram em 2026 no País, 47.489 (82,3%) estão disputando a reeleição este ano. Ainda de acordo com o G1, nas eleições passadas 42.206 (73,5%) tentaram novo mandato. Mais da metade se reelegeu. Em Imperatriz, dos 21 vereadores apenas três não disputam a reeleição – Fátima Avelino (MDB), José Carlos (Patriota) e Hamilton Miranda (PSB).  Em 2016, foi apernas um – Adonilson Lima (PCdoB), que foi candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pela odontóloga Rosângela Curado (PDT). Dos 20 vereadores que foram candidatos, 10 continuaram no Palácio Dorgival Pinheiro de Souza.

Vai tentar
O ex-prefeito Ildon Marques vai mesmo buscar se manter na disputa eleitoral. Com a candidatura a prefeito impugnada na primeira instância, ele pode recorrer e também tinha a opção de lançar um substituto. Só que a data para isso terminou na segunda-feira, 26. Portanto, decidiu recorrer contra a decisão da juíza Edilza Barros Ferreira Lopes Viégas, titular da 33ª Zona Eleitoral. O candidato foi intimado para apresentar contrarrazões no prezo de três dias. A decisão é do dia de 25 de outubro/2020. Ildon tem como instâncias para recorrer o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) e Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Como as eleições estão próximas, poderá concorrer sub judice. É aguardar.

Fora
Vários prefeitos de municípios da região não estão disputando o pleito porque já foram reeleitos. Entre eles, Vagtônio Brandão (Senador  La Rocque), Cicin Neco (Estreito), Valmir Morais (Campestre), Jairo Madeira (João Lisboa), João Piquiá (Sítio Novo) e Edilomar Miranda (Ribamar Fiquene). Mas pelo quadro que está se desenhando, todos têm chances de eleger o sucessor, principalmente em João Lisboa.

E…
Dos prefeitos com direito à reeleição, apenas um da região desistiu de disputar. É o prefeito Montes Altos, Ajuricaba Abreu (PDT). A sua decisão demonstra que ele estava consciente da dificuldade para se reeleger, devido à sua administração não ter agradado a maioria da população.

Rejeitou?
O candidato a prefeito de São Luís pelo Podemos, Eduardo Braide, parece não ter gostado de ter sido associado a Bolsonaro, ao reagir contra uma imagem que circula nas redes com ele ao lado do presidente. De acordo com o material, Braide estaria convidado a população para a visita de Bolsonaro a São Luís, dia 29. “É lamentável que meus adversários prefiram o consórcio das fake news. As pessoas não merecem isso. Não querem isso. Querem de nós propostas que vão melhorar a vida delas. É o que tenho feito, o que tenho ouvido nas ruas. Eu permaneço com o compromisso de propiciar aos eleitores uma eleição limpa, propositiva e somente com a verdade”, afirmou Braide. Pois é…

Assim é
A pesquisa só não presta para o candidato que aparece com baixa preferência dos eleitores. O único que acredita é o beneficiado pelos números, mas se aparecer outra pesquisa que não lhe seja favorável, certamente condenará. Em São Luís, o candidato a prefeito Yglésio Moyses (Pros) reagiu às recentes pesquisas apontando ele em situação desconfortável. “O que está acontecendo nesses institutos de pesquisa locais está virando caso de polícia”, afirmou o deputado, para quem “estão querendo me zerar nas pesquisas, depois de eu ter vencido os três primeiros debates e o meu nome vir crescendo a cada dia. Querem fazer nosso eleitorado crer que não temos viabilidade e estimular o tal ‘voto útil’ no menos pior. Que nojo desse modo de fazer política”.
Tags »
Leia Também »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90