MENU

25/05/2023 às 00h00min - Atualizada em 25/05/2023 às 00h00min

Bastidores

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

A conta chegando

Mais pancada em candidatos e partidos por conta de fraude na cota de gênero. Agora foi em relação a município de Alagoas. Na sessão de julgamentos desta terça-feira (23), foi reconhecida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fraude à cota de gênero praticada pelo partido Progressistas (PP) no município de São Miguel dos Campos (AL). Para o Plenário, os fatos trazidos ao conhecimento da Corte Eleitoral comprovaram que uma das candidaturas femininas lançadas para concorrer ao cargo de vereador nas Eleições Municipais de 2020 era fictícia. Por maioria, os ministros determinaram a nulidade dos votos recebidos pelo Progressistas no município, a cassação do Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) da legenda e os diplomas das candidaturas a eles vinculadas, com o recálculo dos quocientes eleitoral e partidário. A decisão deverá ser cumprida imediatamente. No Maranhão, em alguns municípios vereadores já perderam mandato por cauda disso. E não se surpreendam se deputado também for alcançado. Neste mês, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão decretou a nulidade dos votos recebidos pelo Partido Democrático Trabalhista nas eleições proporcionais de 2020 em Morros, cassando o respectivo DRAP e os diplomas de Amanda Betiane Sousa Muniz, Cláudio Fernando Nascimento da Silva e Natanael Silva Rodrigues e seus suplentes, assim como recálculo dos quocientes eleitoral e partidário. Em Lago do Jungo foram dois do MDB. Que as decisões da justiça que estão acontecendo sirvam de exemplo para os partidos nas próximas eleições. A Justiça Eleitoral está atenta em relação a cotas femininas.

Retomada

O Governo Federal publicou Medida Provisória que criou o Pacto Nacional pela Retomada de Obras e de Serviços de Engenharia Destinados à Educação Básica. O objetivo é possibilitar a conclusão de mais de 3.590 obras de infraestrutura escolar paralisadas ou inacabadas em todo o país, o que pode criar cerca de 450 mil vagas nas redes públicas de ensino no Brasil.  No Maranhão, são 609 obras inacabadas e paralisadas. A conclusão desse conjunto de construções em sua totalidade somaria ao estado 152 unidades de educação infantil, entre creches e pré-escolas, 223 escolas de ensino fundamental e 234 novas quadras esportivas ou coberturas de quadras. Segundo o Ministro da Educação, Camilo Santana, ao assumir o MEC foram identificadas mais de 4 mil obras paralisadas na educação, em todo o país. 

E…

O governador Carlos Brandão participou de reunião sobre o Pacto Nacional pela Retomada de Obras da Educação Básica no Brasil, em Brasília. Ele parabenizou o ministro da Educação, Camilo Santana, pela iniciativa da retomada das obras inacabadas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e ressaltou a importância do envolvimento dos governadores na articulação. “Os governadores terão um papel importantíssimo na articulação com as prefeitas e os prefeitos para que a gente possa ajudá-los nesta retomada. É um marco na história do Brasil”, destacou Brandão. 

Será?

Consta que o prefeito Assis Ramos estaria dando uma canetada na folha de pagamento, demitindo um número expressivo de servidores contratados. Nesse meio, muitos seriam apadrinhados de alguns vereadores. Por conta disso, teria sofrido desfalque na sua base de apoio no Palácio Dorgival Pinheiro de Souza. Verdade ou não, o certo é que ele, antes com maioria na Casa, sofreu uma derrota nesta terça-feira, com a aprovação do pedido de criação de uma Comissão Processante para apurar supostas irregularidades na área de saúde, relacionadas ao Socorrão. Na votação, o placar foi 12 x 8. 

100%

Nenhum deputado federal do Maranhão votou contra o texto-base do novo arcabouço fiscal do Governo Lula. Todos os 18 compareceram e votaram a favor: Aluisio Mendes (Republicanos), Amanda Gentil (PP), André Fufuca (PP), Cleber Verde (Republicanos), Detinha (PL), Dr. Benjamim (União), Duarte (PSB), Fábio Macedo (Podemos), Josimar Maranhãozinho (PL), Josivaldo JP (PSD), Júnior Lourenço (PL), Márcio Honaiser (PDT), Márcio Jerry (PCdoB), Marreca Filho (Patriota), Pastor Gil (PL), Pedro Lucas (União), Roseana Sarney (MDB) e Rubens Pereira Jr. (PT).
Link
Leia Também »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90