MENU

17/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 17/10/2020 às 00h00min

Bastidores

No ataque
Ao falar sobre o caso do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado pela PF com dinheiro na cueca, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou que “de um jeito inusitado, a verdade mais uma vez derrotou uma mentira de Bolsonaro. Ele sabe onde a corrupção está, sempre bem perto dele, nos círculos mais íntimos do seu transitório poder. Bolsonaro acabar com a corrupção seria uma espécie de autoextermínio”. O senador é aliado do presidente, que apareceu em vídeo destacando uma “união estável” com Chico Rodrigues. O governador é pretenso candidato a presidente da República, em 2022, e escolheu Bolsonaro como alvo para ganhar a atenção da imprensa nacional e, assim, levar seu nome a todo o País.

Suspensão
O programa eleitoral da coligação “Juntos por Imperatriz”, do candidato a prefeito Ildon Marques, não foi ao ar ontem. Foi suspenso pela Justiça Eleitoral, consta que por falta de intérprete de libras. Prejuízo para o candidato, que tem o horário eleitoral gratuito no rádio e na tv como a principal arma de campanha, principalmente nessa época de pandemia. Além do mais, o período de campanha se tornou mais curto.

Antecipado
O governador Flávio Dino anunciou, ontem, que vai pagar a segunda parcela do 13º salário dos servidores neste mês de outubro. Ele observou que “o objetivo é reduzir aglomerações no comércio no finalzinho do ano e, ao mesmo tempo, movimentar a economia”.  

Será?
Rifado pelo seu partido, o PSDB, para a disputa da prefeitura de São Luís, o deputado Wellington do Curso declarou apoio ao candidato do DEM, Neto Evangelista, que faz parte do “consórcio de candidatos” do Palácio dos Leões. Com isso, jornalistas e políticos estão questionando se o tucano estaria passando a fazer parte da base de apoio a Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa. A princípio, Wellington do Curso está negando, mas como anda zangado devido à decisão do PSDB, não se espante se realmente ele aderir ao Palácio dos Leões. Afinal, em política tudo é possível.  

Data
Quarta-feira, 21 de outubro, é a data a partir da qual, até próximo dia 25, os partidos e candidatos deverão enviar à Justiça Eleitoral, por meio do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais(SPCE), a prestação de contas parcial, dela constando o registro da movimentação financeira e/ou estimável em dinheiro ocorrida desde o início da campanha até o dia 20 de outubro (terça-feira).

Fora da lista
O Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) ratificou a Medida Cautelar concedida no último dia 08 pelo conselheiro Washington Luiz Oliveira no contexto do processo que trata da prestação de contas da Maternidade Benedito Leite, referente ao exercício de 2007. As contas são de responsabilidade de Julio César de Souza Matos. A ratificação da liminar contou com o voto unânime dos conselheiros, em posição contrária à do Ministério Público de Contas (MPC). A medida suspende, até o julgamento do mérito, os efeitos do acórdão PL-TCE 303/2010, com origem no processo 2933/2008, com a consequente retirada do nome do ex-gestor da Lista de Gestores com Contas Julgadas Irregulares.

Fora da lista II
Com a decisão do TCE, o ex-gestor, em tese, poderá ser candidato às eleições municipais deste ano, se assim entender a Justiça Eleitoral. As contas do exercício foram julgadas irregulares em 2010. O gestor alega nulidade processual, uma vez que sua citação não teria ocorrido em conformidade com as normas legais, violando a Súmula Vinculante nº 03 bem como os termos do art. 196 do Regimento Interno do TCE-MA. É esse o ponto que deverá ser apreciado pelo Tribunal quando do julgamento do mérito.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Relacionadas »
Comentários »
Loading...