MENU

31/01/2023 às 00h00min - Atualizada em 31/01/2023 às 00h00min

Bastidores

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por, praticamente, todos os setores do jornal. - [email protected]

Olha aí!

 O ministro das Comunicações, deputado licenciado Juscelino Filho (União-MA), foi acusado de ter usado R$ 5 milhões do orçamento secreto para realizar obras em uma estrada, beneficiando uma fazenda de sua família, no município de Vitorino Freire. Ontem, por meio da sua assessoria, ele emitiu uma nota se defendendo da acusação. Juscelino Filho alega que o asfaltamento da estrada beneficiou povoados. “Cabe salientar que a propriedade é cercada por inúmeros povoados, reflexo do crescimento populacional e urbano do município. Portanto, considerar que a estrada de 19 km de extensão, que recebeu, sim, recursos de emenda do parlamentar, via convênio com a Codevasf, beneficiou apenas sua propriedade é no mínimo leviano, uma vez que a estrada liga os povoados de Estirão e Jatobá. Além de beneficiar diretamente outros: Camucazinho, Camucá, Serra do Jerônimo, Sentada, Centro dos Marianos, Pau Vermelho, Rizina, Chupeiro, Lagoa Grande, entre outros”, destacou a nota, acrescentando que “é natural e previsível que, na qualidade de parlamentar, Juscelino Filho tenha o compromisso de levar recursos para a região, sua base política”. 
 

Reação

Em nota divulgada no  Twitter, ontem, o governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), condenou o insulto de um morador de Brasília contra o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), que o chamou de “ladrão” quando adentrava um prédio. “Presto solidariedade ao ministro  Flávio Dino, vítima de odiosos insultos em Brasília. Ódio e gritaria nunca serão capazes de construir um país unido e desenvolvido, mas sim o trabalho comprometido que o governo Lula tem demonstrado. Contem com o nosso apoio!”, escreveu o governador. Flávio Dino registrou uma ocorrência na Polícia Civil do DF, denunciando o morador do prédio por desacato. Além de atacar o ministro, o acusado também ofendeu os seguranças, chamando-os de “cachorros do Dino”.
 

Posse 

Por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), está garantida a posse de 11 deputados federais eleitos no dia 1º de fevereiro. Advogados do Grupo Prerrogativas haviam solicitado ao Supremo a suspensão da posse dos parlamentares, acusados de incitar atos antidemocráticos de 8 de janeiro por meio das redes sociais. São os deputados Dr. Luiz Ovando (PP-MS), Marcos Pollon (PL-MS), Rodolfo Nogueira (PL-MS), João Henrique Catan (PL-MS), Rafael Tavares (PRTB- MS), Carlos Jordy (PL-RJ), Silvia Waiãpi (PL-AP), André Fernandes (PL-CE), Nikolas Ferreira (PL-MG), Sargento Rodrigues (PL-MG) e Walber Virgolino (PL-PB).
 

Filiação 

Depois da filiação do deputado estadual eleito Fernando Braide, agora o PSD do Maranhão pode receber o reforço da senadora Eliziane Gama, que está no Cidadania. O PSD, comandado nacionalmente por Gilberto Kassab, deve ter ainda hoje a ficha assinada pela senadora. Os partidos têm até hoje, 31, para que possam contabilizar os parlamentares e interferir no tempo do horário eleitoral e no fundo partidário, antes da posse para a nova legislatura, que ocorre amanhã, 1º de fevereiro. 
 

E...

Também é dada como certa a filiação ao PSD da senadora Mara Gabrilli (SP),que deixará o PSDB. Com as filiações das duas senadoras, o PSD passará a ter a maior bancada no Senado, com 15 senadores, superando o PL, que tem 14. 
 

Aumento  

Após os atos antidemocráticos com as invasões e quebra-quebra nos prédios dos Três Poderes, no dia 8 de janeiro, as redes sociais do Senado tiveram um aumento expressivo. Só nos perfis da TV Senado, mais de 1,7 milhão de pessoas foram alcançadas. Na avaliação de Erica Ceolin, responsável pela Secretaria de Comunicação, os números revelam o interesse dos espectadores em fontes de informação oficial e na comunicação pública.
Link
Tags »
Leia Também »
Comentários »