MENU

10/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 10/10/2020 às 00h00min

QUASE INTRANSITÁVEL

 

O consumidor fica a se perguntar: cadê as autoridades do Estado do Maranhão quanto a péssima situação da estrada (222) destinada à circulação de cargas e passageiros?

Pense no sacrifício das empresas de ônibus em disponibilizar meios de transportes confortáveis para levar os transeuntes com segurança - este é o objetivo - mas, os trechos de Açailândia a São Luís o mais doloroso e cruel estar de Santa Luzia a Miranda do Norte – profusão de buracos (praticamente intransitável).

Seria bem saudável se o governador, os três senadores, dezoito deputados federais, quarenta e dois deputados estaduais, pegassem seu transporte e fosse pelo menos fazer gracinha e pedir votos nas cercanias da extensão dessa rodovia?

Para eles, talvez, não seja nada; usam transporte público; sem ônus; aeronaves paga pelo contribuinte; mas no fundo é uma VERGONHA! Juntamente com o seu comparsa DENIT, compartilhado com o comodismo exacerbado desse ultraje indecoroso e injustificável abandono administrativo.

As empresas investem na compra de coletivos novos para serem deteriorados nas rodovias totalmente danificadas por falta simplesmente de manutenção com a expectativa de que a benfeitoria venha acontecer.

Todos os cargos eletivos de políticos deveriam (perceber-se) que são empregados do povo; foram eleitos com mandatos para fazer e buscar melhorias para que os usuários e utilizadores em espécies e negócios, pelo menos, tenha o direito de viajar e transportar com segurança. Não é favor não! É obrigação mesmo.

Por isso que eleitorado em sua abrangência, tratam essa classe e imagens, com um conceito-limite, que não dá mais para aguentar tanto desmando e tanta falta de responsabilidade com a materialidade da coisa pública.

O povo tem que ir para rua o mais breve possível pedir uma reforma político-partidária em que o país está gritando de necessidade...

Pra que 513 deputados federais? 42 deputados estaduais?  81 senadores? Um cardume de vereadores? Reeleição de vários mandatos?... Hipoteticamente aludindo. Parece a farra-do-boi, de tanto torturar a sociedade sem quaisquer retornos que justifiquem suas eleições e reeleições?

Já foram, já passaram, já deram suas contribuições positivas e/ou negativas... não! Quer mais, por que não se satisfez ainda com o bem-estar e o usufruto do poder? Pensam num delírio sistematizado?

A maior tragédia da política brasileira não é somente o sofrimento do povo, mas viver sem esperança...

A parte fundamental da condição do cidadão refere-se à consciência política para que se possa escolher bons e melhorados mandatários e legisladores públicos.

Mas, infelizmente, nem toda sociedade desfruta de educação mínima e adequada para tanto.

Diante dos desserviços de governança, os buracos desta rodovia (222), coincide com as crateras de consciência dos responsáveis à frente da revitalização e conservação das vias de acesso.

O vírus da política é tão contagioso, que o único antídoto, quando perde a credibilidade é mais honroso sair fora, renunciar e desistir dessa inspiração e atitude leviana.

PSIU!! O eleitor está cansado...

Eitaaa que é época de muita mentira e promessa!

Até à próxima.

Link
BANDEIRA NETO

BANDEIRA NETO

Nelson BANDEIRA NETO é cronista e funcionário do SESI-Serviço Social da Indústria

Relacionadas »
Comentários »
Loading...