MENU

10/12/2022 às 00h00min - Atualizada em 10/12/2022 às 00h00min

Bastidores

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Ministros

Ontem, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva anunciou cinco nomes para a equipe ministerial. Confirmando o que já vinha sendo especulado, os indicados são Fernando Haddad (Fazenda); o ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) José Múcio Monteiro (Defesa); governador da Bahia Rui Costa (Casa Civil); ex-governador do Maranhão e senador eleito Flávio Dino (Justiça e Segurança Pública); e o embaixador do Brasil na Croácia, Mauro Vieira, para o Itamaraty. Lula havia informado que começaria a anunciar os nomes somente a partir de segunda-feira, 12, quando será diplomado, mas na quinta-feira resolver revelar os primeiros nomes nesta sexta-feira. “Tomei a decisão porque algumas pessoas precisam começar a trabalhar”, justificou. Na próxima semana Lula anunciará mais nomes. “Eu pretendo indicar mais do que hoje, talvez o dobro disso”, disse. Estão sendo cotados a senadora Simone Tebet (Desenvolvimento Social), deputada eleita Marina Silva (Meio Ambiente) e o deputado Alexandre Padilha (Relações Institucionais).

Suplente 

A ida do senador eleito Flávio Dino (PSB) para o Ministério da Justiça e Segurança Pública abrirá vaga para a primeira suplente, Ana Paula Lobato (PSB), esposa do deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa, e atualmente vice-prefeita de Pinheiro. Pela primeira vez na história o Maranhão terá duas mulheres no Senado, pois já tem a senadora Eliziane Gama (Cidadania). 

Diplomação

A cerimônia de diplomação dos eleitos para a Presidência da República nas Eleições 2022 ocorrerá às 14h da próxima segunda-feira, 12, no plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na solenidade, Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckmin receberão os diplomas que os habilitam a tomar posse nos cargos de presidente e vice-presidente perante o Congresso Nacional. A diplomação é uma cerimônia organizada pela Justiça Eleitoral para formalizar a escolha da pessoa eleita pela maioria das brasileiras e dos brasileiros nas urnas eletrônicas. Durante o evento, que marca o fim do processo eleitoral, serão entregues a Lula e a Alckmin os respectivos diplomas assinados pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes. A entrega dos documentos acontece após o vencimento dos prazos de questionamento e de processamento do resultado da votação.

Jovens 

Após o excelente resultado da campanha que levou milhões de jovens a tirarem o primeiro título de eleitor, a Justiça Eleitoral constata o êxito da ação nos números que apontam aumento significativo da participação dessa faixa etária nas Eleições Gerais de 2022. Dados obtidos a partir da página de estatísticas eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que o comparecimento médio de jovens de 16 e 17 anos aumentou 52,3% entre 2018 e 2022. Mais de 2,1 milhões de eleitoras e eleitores nessa faixa etária estavam aptos a votar neste ano e, em média, 1,7 milhão foram às urnas. Em 2018, essa parcela do eleitorado – para a qual o voto é facultativo – era de 1,4 milhão de jovens. Naquele mesmo ano, o comparecimento médio foi de 1,1 milhão. 

Feminino

Destaque para o protagonismo feminino nesse processo: a média de jovens de 16 e 17 anos que votaram nas Eleições 2022 é de 489 mil eleitoras, enquanto 387 mil eleitores do sexo masculino nessa mesma faixa votaram. O cadastro eleitoral foi reaberto no dia 8 de novembro, e quem quiser tirar o primeiro título de eleitor pode fazer tudo pela internet. Desde 2020, é possível a emissão de forma on-line, por meio do Autoatendimento do Eleitor – Título Net, utilizando computador, tablet ou celular.

Maioria

Ontem, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), disse em entrevista na TV Mirante que tem apoio da maioria dos colegas na sua reeleição. Um manifesto em favor do seu nome já tem 25 assinaturas. A Assembleia tem 42 membros. O deputado Rildo Amaral e a deputada eleita Janaina Ramos já declararam apoio a Othelino. 
Leia Também »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90