MENU

22/11/2022 às 00h00min - Atualizada em 22/11/2022 às 00h00min

Bastidores

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Grau de confiança

 A Associação Nacional de Defensoras e Defensores Públicos (Anadep) foi uma das 17 instituições nacionais que enviaram Missões de Observação Eleitoral (MOEs) para acompanhar as Eleições Gerais de 2022. A entidade apresentou dois relatórios: um preliminar, relativo aos trabalhos do primeiro turno de votação, e outro com observações sobre a segunda etapa do pleito. Nos documentos, informou que entrevistas realizadas com eleitores em todo o país indicam alto grau de confiança da população na Justiça Eleitoral. Como conclusão, a instituição afirmou: “Em uma democracia, aceitar o resultado da eleição eleva o valor da soberania popular”. A MOE da Anadep foi chefiada pela presidente da entidade, Rivana Barreto Ricarte de Oliveira, e composta, no segundo turno, por 57 pessoas que atuaram em 35 localidades e em 370 seções eleitorais de 19 estados. A MOE aplicou 388 questionários durante o trabalho nos dois turnos de votação do pleito desde ano. Foram 281 eleitoras e eleitores entrevistados, 85 mesárias e mesários e 22 integrantes das forças de segurança pública que atuaram nas eleições. O objetivo da pesquisa foi obter informações sobre a confiança da população no sistema eleitoral, os veículos por meio dos quais as pessoas se informam a respeito do pleito e identificar possíveis situações de violências sofridas ou presenciadas nos dias de votação. Em relação ao grau de confiabilidade no sistema eleitoral, os observadores da Anadep registraram que a ampla maioria, 165 pessoas, atribuiu grau máximo, ou seja, 10 pontos. Também foi verificado que a maior parte dos entrevistados apontou a internet e a televisão como as maiores fontes de informação sobre as eleições.
 

Olha aí

Uma fonte do PT informou à coluna que o Diretório de Imperatriz tem recebido reclamações de integrantes da sigla. Em uma reunião do comando, petistas cobraram maior espaço na equipe do governador reeleito Carlos Brandão (PSB). O assunto já foi discutido pelo presidente do Diretório municipal, Jonas Alves, com o vice-governador eleito Felipe Camarão (PT). 
 

E…

Na verdade, o governador Carlos Brandão só deverá tratar desse assunto em janeiro, quando assume o segundo mandato. Vice-governador, ele assumiu o Palácio dos Leões no início de abril, quando Flávio Dino renunciou para disputar o mandato de senador. Brandão praticamente manteve o mesmo secretariado. Houve poucas alterações, porque alguns saíram para disputar as eleições. Em janeiro é que deverá decidir sobre mudanças, e aí o PT ganharia cargos. É aguardar.
 

Comemoração

No domingo, o deputado Rildo Amaral (PP) realizou uma festa para comemorar a sua reeleição. Ele garantiu o segundo mandato com 48.090 votos, dos quais 22.678 votos (16,31%) foram obtidos em Imperatriz, sendo o mais votado no município. Rildo sente-se credenciado a disputar a sucessão do prefeito Assis Ramos e, segundo pessoas próximas, ele não abrirá mão da candidatura mesmo não tendo o apoio do grupo ao qual pertence, liderado por Flávio Dino e Carlos Brandão.
 

Ministério

Ao mesmo tempo em que diz que “não houve nem sondagem” sobre a possibilidade de ser ministro, o ex-governador e senador eleito Flávio Dino (PSB) se movimenta para que não seja dividido o Ministério da Justiça e Segurança Pública, pasta que deve assumir no Governo Lula. Para impedir a divisão, já estaria inclusive fazendo articulações juntamente com outras lideranças do PSB. O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), ficaria como secretário especial da Segurança Pública. Ele deixa o governo em janeiro. 
 

Covid

Boletim divulgado nesta segunda-feira (21) pela Secretaria de Estado da Saúde registra três novos casos de Covid-19 em Imperatriz. Na capital foram 93 casos e demais regiões 972. Nenhum óbito foi registrado nas últimas 24 horas. Os leitos de UTI em Imperatriz estão todos desocupados e apenas um leito clínico se encontra ocupado. 
Leia Também »
Comentários »