MENU

29/10/2022 às 00h00min - Atualizada em 29/10/2022 às 00h00min

Fora da Pauta

WILLIAN MARINHO

WILLIAN MARINHO

WILLIAN MARINHO é colunista de política em O Progresso

Pesquisas

Depois do Instituto Brasmarket na quarta-feira (26/10), mais um instituto de pesquisa coloca o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, na dianteira da disputa pelo Palácio do Planalto. Levantamento do Instituto Gerp, divulgado nesta quinta-feira (27), aponta que, na pesquisa espontânea (quando o eleitor não é apresentado à lista de candidatos, Bolsonaro (PL) tem 47% das intenções de voto, contra 43% do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Eleitores que declararam não votar em “nenhum deles” somam 5% e não sabem/não responderam, 4%.

Lidera

Na sondagem anterior, divulgada em 12 de outubro, o petista liderava com 48% e o candidato à reeleição tinha 45%. Considerando apenas os votos válidos, em que brancos e nulos são descontados, Bolsonaro aparece com 52% e Lula, 48%.

Registrada

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-05418/2022. Foram ouvidos 2.095 eleitores em 144 municípios por todo o país entre sexta-feira (21/10) e quarta (26/10). A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Greve 

Obstetras do Hospital Materno Regional de Imperatriz denunciam que estão com os pagamentos atrasados há 5 meses e que por isso estão em greve, como forma de protesto. Um dos médicos, que entrou em contato com a coluna, mas preferiu não se identificar, disse que dos meses atrasados, apenas um foi pago até agora.

Urgência

Disse ainda, que por causa da situação, o atendimento no hospital a partir de ontem, 28, seria apenas de urgência e emergência.

Rejeitou

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Alexandre de Moraes, rejeitou o pedido da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) à reeleição para investigar supostas irregularidades em inserções eleitorais em emissoras de rádio das regiões Norte e Nordeste. O ministro indeferiu o pedido de investigação em razão da inépcia da inicial, extinguindo o processo sem resolução de mérito.

Oficiar

Alexandre também mandou oficiar o procurador-geral eleitoral por considerar “possível cometimento de crime eleitoral com a finalidade de tumultuar o segundo turno do pleito em sua última semana”, assim como a Corregedoria-Geral Eleitoral “para instauração de procedimento administrativo e apuração de responsabilidade, em eventual desvio de finalidade na utilização de recursos do Fundo Partidário dos autores”.

Libertação

O Papa João Paulo II condenou, veementemente, a tal da Teologia da Libertação que mistura cristianismo com princípios do marxismo. A teologia da libertação surgiu, mais especificamente, na América Latina, na década de 60, e ganhou adeptos principalmente nas Comunidades Eclesiais de Base. A partir dos anos 80 pudemos sentir mais de perto a sua ação. Foi então que o Cardeal Ratzinger, escreveu um importante artigo intitulado “Eu vos explico a teologia da libertação” (Revista PR,n. 276, set-out, 1984, pp354-365), onde deixou claro todo o seu perigo. Analisando este artigo, D.Estevão Bettencourt, afirma: “O autor mostra  que a teologia da libertação não trata apenas de desenvolver a ética social cristã em vista da situação socioeconômica da América Latina, mas revolve todas as concepções do Cristianismo: doutrina da fé, constituição da Igreja, Liturgia, catequese, opções morais, etc.
Leia Também »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90