MENU

03/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 03/10/2020 às 00h00min

A QUE PONTO CHEGAMOS!


Veja bem. Santo Antônio dos Lopes. Sua economia popular é conhecida como produtora de cachaça. Em época de eleição candidatos andam embriagados pelos pleitos.
Cidade pequena de aproximadamente 2 mil habitantes.

O relógio da madrugada e da Igreja de lá continua sendo o cocorocó do “GALO” – provincianos, ainda.

Cidade do médio Mearim; temperatura agradável; quando se plantava milho, arroz e feijão se vendia até para outras comunidades. Agora, o que produz, é só mesmo para consumo próprio.

O nome do antigo povoado em homenagem ao fundador Antônio e ao Santo do mesmo nome, pertencia ao município de Pedreiras, emancipou-se no ano de 1961, tendo como primeiro prefeito o provável degustador de pinga (BIGU).

Fazendo esta ilustração para contextualizar o presente texto, que foi vulgarizado em toda mídia, um candidato a prefeito daquela pequena cidade, no ato de sua convenção, para homologar seu o seu nome à corrida sucessória, o que ele fez:

Levou quatro mudos-surdos para discursar naquele evento de adesão ao pleito eleitoral de 2020. Concebe-se que a encarnação deles veio de um defeito de fábrica de garganta, cordas vocais, língua boca - é sui generis pra àquelas bandas, com essa anomalia.

Depois, de bem calibrado, com a pinga do diabo filha do satanás beba essa cachaça rapaz! Chamou mudo por mudo, a fazer seu discurso. Por sinal, muito aplaudidos.
Êta, Maranhão de arapucagem!

Foi simbolizado como um magnífico projeto denominado de (afônico), indicando incapacidade total, neste caso, de produzir fala (mudo-surdo).

Se o proponente conseguir ser eleito, a sua administração terá outra conotação no cenário político maranhense, nomeando os mudos para os seguintes cargos...

Secretária de Educação um mudo, com isso, não haverá proposta de melhoria de ensino, valorização salarial, e tampouco, perturbação de acordo coletivo.

Secretaria de Comunicação, mais um mudo, ninguém será informado de nada que ocorra nos bastidores da administração pública do município.

Secretaria Social, outro mudo, tudo será comungado sem qualquer alarde, até porque, o secretário faz parte do grupo de pessoas especiais, amparado por lei plena.

Secretário Particular do Prefeito, o último mudo, exercerá essa representatividade, não falando nada, não ouvindo e transmitindo nada e, muito menos, estressando o mandatário municipal.

Quando encerrar os expedientes de praxes, não haverá nenhuma pendência para ser despachada e estudada pelo executivo. Indiferentemente, mudo.

Tudo leva crer que administração de São Antônio dos Lopes não haverá discórdia e nem disse me disse, levando em consideração o verdadeiro silêncio dos principais secretários Mudos e Surdos.

Por essas e outras razões, que não se acredita mais, ainda, em candidaturas para certos mandatos eletivos.

Quando chegar o momento de a classe política agir com seriedade, prestando atenção na sua linguagem, mantendo uma expressão séria e interaja com respeito. A partir daí, se pode dar crédito aos pretendidos.

- É preferível levar uma surra da sinceridade a ouvir promessas de falsidades e cenário teatrólogo.

Estamos precisando colocar em prática aquele refrão da música do passado:

-Varre, varre, varre vassourinha! / Varre, varre a bandalheira! / Que o povo já está cansado / De sofrer dessa maneira

Alerta Eleitor! Só tu podes mudar!

O Senhor nos protegerá de todos os males.
Link
BANDEIRA NETO

BANDEIRA NETO

Nelson BANDEIRA NETO é cronista e funcionário do SESI-Serviço Social da Indústria

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...