MENU

28/09/2022 às 00h00min - Atualizada em 28/09/2022 às 00h00min

Coluna do Lima Rodrigues

Indústria de nutrição animal começa a
ver sinais de retomada da economia

O ano de 2022 tem reservado surpresas no cenário econômico internacional e causado preocupação nos produtores rurais. Segundo Fernando Catta Preta, gerente de Procurement da Trouw Nutrition do Brasil, o mercado de nutrição animal ainda é cercado por algumas incertezas como o conflito entre a Ucrânia e a Rússia que não apresenta indícios de término. “Além disso, a Alemanha vem sofrendo com a dependência do gás russo e alguns setores já sinalizaram diminuir o ritmo. Isso significa queda na produção de amônia e impacto em algumas cadeias que a usam como matéria-prima, por exemplo, para a produção de nitrogenados da ureia da agricultura e pecuária”.
 

Comércio internacional

Já no comércio internacional, o cenário é de estagnação. Fernando explica que houve o período de retomada no fim do isolamento social e da Covid-19, mas ao analisar os dados do Organização Mundial do Comércio (OMC), é possível perceber que o setor cresceu uma média de 3,2% no primeiro trimestre desse ano, mas ainda é uma desaceleração comparado ao último trimestre de 2021, que foi de alta de 5,7%. “O que a OMC conclui é que de fato haverá crescimento em torno de 3% no volume do comércio mundial em 2022, no entanto, em um ritmo menor comparado ao ano passado”, explica.
 

Seca na Europa

Quando o assunto é Brasil, os grãos seguem com cotações muito firmes, o que acaba impactando o custo final da cadeia, principalmente na produção dos farelados. Globalmente, há redução de produtividade nas lavouras e a seca na Europa, fazendo com que o produtor brasileiro olhe para esse mercado e faça a paridade internacional do preço do milho, contribuindo para que o preço do milho não despenque e, consequentemente, haja a redução esperada nesse período de maior oferta.
“No Hemisfério Norte há uma onda de calor que resultou em queimadas, além de greves em terminais de grandes países congestionando os portos ao redor do mundo, e isso acaba prejudicando a relação de comércio principalmente na Europa. Também no continente, a seca severa está sendo responsável pela redução na produção pela dificuldade na captação de água”, alerta Catta Preta.

 

Vitaminas

No cenário das vitaminas houve esse movimento de queda dos preços que vinham de uma trajetória de supervalorização. A China já verificou a menor demanda e um exemplo são as exportações de vitamina A, o os volumes chegam a ser 30% menores em relação ao primeiro semestre de 2021. O mesmo aconteceu com a vitamina E que caiu 10% nos volumes em relação ao primeiro semestre do ano passado e a vitamina B5 também no mesmo movimento chegou a cair 40% os volumes exportados para o Brasil, comparado ao mesmo período em 2021. (Com informações de Raphaela Candido – Texto Comunicação – SP).
 

Para ter leitões saudáveis, nutrição de qualidade precisa
começar com as matrizes, afirma zootecnista

“A nutrição de matrizes suínas é um segmento que precisa ser muito explorado e passa por desafios diários, principalmente no caso de fêmeas altamente produtivas e nutricionalmente mais exigentes”, afirma Joice Silva, zootecnista da Auster Nutrição Animal.
Segundo a zootecnista, quando se trata de nutrição, a adequação dos níveis nutricionais para cada fase da gestação é fundamental. “Para que a leitegada se desenvolva de forma saudável, é necessário ajustar a alimentação da matriz desde a fase inicial da gestação”, explica. “Além disso, uma nutrição adequada auxilia não só a saúde dos leitões, mas também a da matriz em seu parto e pós-parto”, acrescenta.

 

Três fases

A gestação é dividida em três fases: fase inicial, que corresponde aos primeiros 21 dias; fase intermediária, dos 22 aos 75 dias; e fase final, dos 76 dias de gestação até o parto. Joice Silva, explica que, na fase inicial, tanto o baixo consumo como o consumo demasiado são prejudiciais. “A má nutrição no início da gestação resulta em menor síntese de óxido nítrico e de poliaminas, levando à subnutrição fetal provocada pela menor vascularização placentária e transferência de nutrientes da mãe ao feto, comprometendo o crescimento uterino”, afirma.
Já a alimentação em excesso é prejudicial especialmente nos primeiros cinco dias de gestação, sendo o período crítico para sobrevivência embrionária, a qual compreende as 48 e 72 horas de gestação. “É recomendado limitar o consumo de ração, porque o excesso influencia negativamente na sobrevivência embrionária, pois há redução da concentração de progesterona plasmática devido ao aumento do fluxo sanguíneo e do catabolismo hepático”, diz Joice.

 

Primeiros 30 dias de gestação

A zootecnista da Auster ressalta que a recuperação do estado corporal ideal deve ser feita nos primeiros 30 dias da gestação, para garantir partos mais tranquilos, com baixas taxas de natimortos e lactação com boa produção de leite, melhorando também os índices reprodutivos. (Com informações de Beatriz Pedrini/STA PRESS – São Paulo)
 

Leilão Virtual CFM coloca à venda 300 touros
Nelore,com possibilidade de pagamento em 2023

Um dos maiores fornecedores de touros do Brasil, a Agro-Pecuária CFM promove leilão virtual com a oferta de 300 reprodutores Nelore, no dia 10 de outubro, a partir das 18 horas (horário de Brasília).
O Leilão Virtual CFM coloca à venda touros nascidos em 2020, que se destacaram em avaliação genética rígida, todos com CEIP, DEPs genômicas e exame andrológico.
E as opções de pagamento são diferenciadas: em 20 parcelas (2+2+16), à vista, ou pelo sistema CFM BULLTRADE. Os compradores que optarem pelo BULLTRADE, sistema oferecido com exclusividade pela CFM, vão levar os touros para sua fazenda agora, mas só vão pagar a CFM em novembro de 2023, em arrobas de boi.

 

Touros jovens

“Os pecuaristas que participam do Leilão Virtual CFM levam para casa reprodutores avaliados desde o nascimento, criados e recriados a pasto, com genética superior para ganho de peso, fertilidade, precocidade sexual e qualidade de carcaça. São touros jovens prontos para trabalhar na próxima estação de monta”, destaca Tamires Miranda Neto, gerente de pecuária da CFM.
A CFM está entre as maiores vendedoras de touros do Brasil. Com rebanho superior a 25 mil cabeças, investe no melhoramento genético da raça Nelore há mais de quatro décadas, já tendo produzido mais de 45 mil reprodutores, comercializados por todo o Brasil.
O Leilão Virtual CFM será transmitido pelo Canal do Boi. A Central Leilões é a leiloeira responsável.
 

Mais informações:

  • www.agrocfm.com.br; [email protected] e telefones (17) 3214-8700 e (17) 99775-3618. (Com informações de Graziele Olveira – Texto Comunicação – São Paulo).
  • Confira os destaques do Conexão Rural do próximo fim de semana:
  • Madrinheiras se destacam nos rodeios em todo o Brasil;
  • Você conhecerá também a história da Ana Cláudia, a madrinheira mais famosa do país;
  • Realizado na Bolívia o Primeiro Congresso Mundial de Criadores de Zebu;
  • ABCZ conclui com sucesso avaliação do Programa de Melhoramento Genético no estado de Minas Gerais e avaliações prosseguem em quase todo o Brasil;
  • Na parte musical teremos moda de viola.
 

Recado final

Domingo, dia 2 de outubro, exerça sua plena cidadania e compareça para votar. Escolha bem os seus candidatos e vote com responsabilidade, consciência e em paz. Boa votação a todos.
Leia Também »
Comentários »