MENU

28/05/2022 às 00h00min - Atualizada em 28/05/2022 às 00h00min

Bastidores

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Canal

As plataformas Facebook e Instagram, através do escritório Tozzini Freire, disponibilizou meio de comunicação exclusivo para a Justiça Eleitoral informar sobre ordens judiciais relativas às eleições 2022. Essa exigência é prevista na Resolução 23.608/21 do TSE. O comunicado foi feito à desembargadora Angela Salazar, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, na tarde desta quinta, pelo advogado Celso de Faria Monteiro, que representa legalmente as redes no Brasil. O estado foi o segundo do país a ser visitado pessoalmente pelo jurista. Piauí foi o primeiro. “Recebemos esta notícia com entusiasmo, uma vez que nossas Comissões, principalmente de propaganda, terão demandas a serem cumpridas e que precisarão ser atendidas no prazo, cumprindo a legislação”, comemorou a presidente. Por sua vez, Celso de Faria elogiou a Justiça Eleitoral brasileira por editar Resoluções que são atualizadas a cada pleito. “Ouso afirmar que a Justiça Eleitoral é a mais vanguardista do Poder Judiciário”, manifestou. 
 

Apoio 

O prefeito de São Luís,  Eduardo Braide, declarou apoio à reeleição do senador Roberto Rocha. “São Luís precisa de parecerias. Neste contexto, nosso candidato ao Senado é o atual senador Roberto Rocha (PTB). Ele sempre atuou ao nosso lado, inclusive com parcerias importantes para São Luís, e terá meu apoio”, justificou Braide. “Muito obrigado pela declaração de apoio a minha candidatura ao Senado. São Luís pode contar com muitas parcerias e projetos, voltados para o desenvolvimento social e econômico. Menos politicagem e mais trabalho, será sempre a nossa marca”, agradeceu Rocha. Para o governo do estado, Braide ainda não decidiu quem apoiará.
 

E…

Roberto Rocha ganhou de um lado e perdeu de outro. O partido Agir 36, da chamada ‘frente ampla’, anunciou a retirada de apoio à sua pré-candidatura. O Agir vai para o Senado com o pré-candidato Pastor Bel.
 

Olha aí!

Nada como um dia após o outro. Algoz da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), agora o senador Weverton Rocha (PDT) começa a rasgar elogios, uma forma de tentar ganhar o seu apoio na corrida pelo Palácio dos Leões. Rocha, inclusive, já está anunciando que, se eleito, vai retomar o programa Primeiro Emprego. “Focar na briga política só traz prejuízo para o povo. O programa Primeiro Emprego, de Roseana, foi bom? Vamos resgatar. Assim como vamos manter todos os programas que estão funcionando. E vamos mudar o que é preciso, fazer o que não foi feito. Nosso projeto é de união e avanço”, destacou Weverton.
 

Mulher

Seminário Mais Mulheres na Política acontecerá no Plenário do Senado, a partir das 14h, na próxima segunda-feira (30). O evento reunirá políticos, pesquisadores e artistas e é uma parceria entre Câmara dos Deputados, Senado e Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa “Equidade de Gênero na Política”, realizada pelo Instituto DataSenado, será lançada no evento.
 

Zero

O Tribunal de Contas da União (TCU) realizou, sob a relatoria do ministro Aroldo Cedraz, levantamento com o objetivo de avaliar o estágio atual e perspectivas de utilização de Inteligência Artificial (IA) na Administração Pública Federal. O trabalhou também buscou identificar os riscos associados, conhecer os impactos para o controle e avaliar a proposta para uma Estratégia Brasileira de Inteligência Artificial (EBIA). De acordo com o relatório, mais de um terço (38%) das organizações federais estão no nível zero de maturidade em IA, ou seja, não utilizam e sequer planejam utilizar essa tecnologia exponencial. Um outro terço da APF (33,5%) se encontra no nível 1. Isso significa que já estão sendo realizadas conversas internas sobre a inteligência artificial, mas de modo ainda especulativo.
Link
Leia Também »
Comentários »