MENU

09/04/2022 às 00h00min - Atualizada em 09/04/2022 às 00h00min

JOÃO DA FARMÁCIA É GENTE QUE FAZ

CLEMENTE VIEGAS

CLEMENTE VIEGAS

O Doutor CLEMENTE VIEGAS e advogado, jornalista, cronista e contesta o social.

 
Imperatriz tem contado com a graça  e a bênção  de portar no seu seio “farmacêuticos práticos” que no balcão de suas respectivas farmácias, tem prestado relevantes e inestimáveis serviço ao social que o rodeia. Nome de peso, assim foi FRANCISQUINHO da Farmácia dos Bons Remédios. Lá estava escrito: “O Francisquinho ajuda a curar”. Tivemos por aqui o SEU NOGUEIRA, decano de primeira hora da Imperatriz mais antiga. Tivemos o Seu Alencar com uma Farmácia na Avenida Getúlio Vargas. Tivemos o PEDRO GEREMIAS, prático de nome, de respeito e das antigas. Jovem, tivemos o BATALHA, com a Farmácia do mesmo nome que fica/va no Bairro Vila Nova. E em meio às honras e méritos temos o SEU JOÃO DA FARMÁCIA.

Conheci o então “JOÃO DA FARMÁCIA”, por volta dos anos 1980, balconista, trabalhando sempre de pé numa e depois noutra farmácia na Av. Getúlio Vargas, hoje o CALÇADÃO da cidade. Pelo carisma, presteza, atenção, cordialidade e qualidade do quanto fazia, já naquela época as pessoas faziam fila à espera e ao atendimento de JOÃO DA FARÁCIA. Gente assim,  só pode vencer e prosperar. E então João da Farmácia é próspero. É VENCEDOR.

Arrimado em seu trabalho diário das sete da manhã às sete da noite – em doze horas de trabalho, de segundas às sextas-feiras, com exceção dos sábados (até às 13:00 horas), sempre de pé, dinâmico, servil e atencioso, ele mantém o seu próprio estabelecimento farmacêutico – FARMÁCIA SANTA MÔNICA. Quem porventura não o conheça (e quem não o conhece?), logo é capaz de imaginar que ele seja um balconista como os demais do seu negócio. Mas não. Ele é o SEU JOÃO DA FARMÁCIA a quem as pessoas fazem fila, esperam e fazem questão de ser atendidos por ele. Nessa rotina de 1977 até aqui faz 45 anos! Números que indicam sua experiência, sua identidade, seu DNA.

SEU JOÃO, é um homem visivelmente humilde, simples e ABENÇOADO. Melhor dizendo: ABENÇOADÍSSIMO!!! Dos oito aos doze anos, mourejou, conviveu e acompanhou a Frei Alberto, um homem santo a quem Grajaú e região e todo aquele sertão em dezenas de léguas em volta e mais meio mundo e fim do mundo lhes devem homenagens por toda a vida e pelo resto da vida. Afinal Frei Alberto, com formação em medicina, na Itália e com exercício legal no Brasil, praticou a medicina e toda uma gama de práticas e conhecimentos na área da vida e da saúde naqueles sertões e além-fronteiras. Falecido há quarenta anos, até hoje o povo de Grajaú e meio do mundo deve homenagens à benemerência e aos méritos do Frei Alberto.

E o garoto JOÃO? Bebeu da fonte e serviu-se da luz e da sombra de Frei Alberto, acompanhando-o em partos, cirurgias, implantes, “enxertos”, consultas bem como nas pregações da Santa Missa, em DESOBRIGA. João da Farmácia formou-se, com honraria, dignidade e louvor na “UNIVERSIDADE DA VIDA”, pela luzes do extraordinário e MILAGROSO FREI ALBERTO. Então João da Farmácia, sempre de pé no seu trabalho, é honra, é caráter dignidade no quanto faz. E foi de pé que me atendeu para uma imprensada entrevista.

Mesmo em pé no diário balcão do seu negócio, SEU JOÃO DA FARMÁCIA, detentor de Curso Superior em Letras, tem família assentada, filha que o auxilia na atividade comercial, esposa do mesmo quilate, dois filhos com formação superior e exercício em BIOQUIMICA – e FARMÁCIA. Seu João é, portanto, uma das colunas de sustentação e honraria desta cidade.  Portanto, SEU JOÃO DA FARMÁCIA É GENTE QUE FAZ!

* Viegas questiona o social.
Link
Tags »
Leia Também »
Comentários »