MENU

28/01/2022 às 00h00min - Atualizada em 28/01/2022 às 00h00min

Bastidores

Será?

Além da possibilidade do vice-governador Carlos Brandão deixar o PSDB para se filiar ao PSB, outro assunto que vem predominando nas rodadas políticas, no momento, é a especulação de que a ex-presidente da República, Dilma Rousseff (PT), possa vir a ser candidata no Maranhão como primeira suplente de senadora na chapa do governador Flávio Dino (PSB). Há comentários entre membros do grupo dinista que Dilma toparia. Se é verdade, pode-se confirmar o que vem sendo especulado. O jogo seria, caso fossem eleitos, e uma eventual vitória do ex-presidente Lula (PT), Flávio Dino se tornaria ministro e Dilma assumiria a sua cadeira no Senado. E numa possibilidade de Lula não se eleger? Em 2026 Dino se candidataria ao governo estadual e, se eleito, Dilma assumiria o mandato por 4 anos. Por enquanto, são especulações, mas como se sabe, em política tudo pode acontecer. Temos muitos exemplos. Coisas “impossíveis” já aconteceram na política brasileira. Então, é aguardar…

Dois palanques 

Não vai restar outra alternativa para Lula no Maranhão. Como o senador Weverton Rocha (PDT) não abre mão de sua candidatura a governador, e muito menos o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), Lula vai terminar tendo que optar por palanque duplo no estado, mesmo com Flávio Dino insistindo para ele apoiar o ainda tucano. Lula não vai querer perder o apoio de nenhum dos dois, optando por palanque duplo. Mesmo chiando, os dois teriam que aceitar...

 E…

Na segunda-feira (24) o governador Flávio Dino manteve um encontro com o ex-presidente para, juntamente com a deputada Gleisi Hoffmann, presidente do PT, discutir apoio do partido a Carlos Brandão. Imediatamente o senador Weverton Rocha tratou de agendar uma reunião com Lula, o que aconteceu na quarta-feira (26). 

Propaganda

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu o tempo da propaganda partidária gratuita em rádio e  televisão para o primeiro semestre de 2022. A Portaria apresenta os critérios que foram aplicados para a distribuição dos 305 minutos de veiculação que foram disponibilizados aos 23 partidos que cumpriram os requisitos para utilizá-los em até 610 inserções durante o período. Foram levados em conta: a quantidade de deputados federais eleitos em 2018, desconsideradas as trocas de legendas que tenham ocorrido; as eventuais retotalizações de eleições para a Câmara dos Deputados que tenham sido feitas por decisão da Justiça Eleitoral; e os efeitos das fusões e incorporações de partidos que tenham ocorrido nesse período.

Propaganda II

As legendas que terão acesso ao tempo de rádio e TV poderão exibir peças de propaganda que difundam os ideais partidários; transmitam mensagens aos filiados sobre a execução do programa e a realização de eventos da legenda; divulguem a posição da agremiação em temas políticos ou de interesse da sociedade; incentivem a filiação partidária; e promovam a participação de mulheres, jovens e negros na vida política do país. Os partidos com mais minutos de antena no primeiro semestre de 2022 serão DEM, MDB, PDT, PL, PP, PSB, PSD, PSDB, PSL, PT e Republicanos, com 20 minutos e 40 inserções cada.

Números da pandemia

Boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES-MA), divulgado no final da tarde de ontem registra  179 novos casos de Covid-19 em Imperatriz. Desde o início da pandemia já foram 22.248 casos. A SES não informa o número de mortes até agora, em Imperatriz. Dos 30 leitos de UTI, 11 estão ocupados e 19 livres (36,67%). Dos 36 leitos clínicos, 18 estão ocupados e 18 livres (50,00%). Já ocorreram 10.462 mortes no estado. Novos óbitos foram registrados nas seguintes cidades: Bacabal (1), Fortaleza dos Nogueiras (1), Imperatriz (1) e São Luís (2). 
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Leia Também »
Comentários »
Loading...