MENU

20/01/2022 às 00h00min - Atualizada em 20/01/2022 às 00h00min

Bastidores

Covid e restrições

O Tribunal de Contas do Maranhão (TCE) adotou uma série de medidas restritivas em virtude do aumento de casos de contaminação pelo coronavírus (Covid 19) e do atual surto de Influenza (H3N2). O Diário Oficial Eletrônico da instituição publicou a Portaria que disciplina os procedimentos que foram implementados. Entre eles, ficam suspensas a visitação pública às dependências da Corte de Contas maranhense e o atendimento presencial que possa ser prestado por meio eletrônico e/ou telefônico. Foram suspensas também todas as capacitações e viagens de caráter administrativo de servidores, conselheiros, conselheiros-substitutos e membros do Ministério Público de Contas, para fora do estado do Maranhão, o uso das dependências de ensino da Escola Superior de Controle Externo, especialmente do auditório Interventor Saturnino Bello. Na semana passada o TCE fez testagem para detecção do coronavírus entre servidores, membros, estagiários e terceirizados do órgão. Na terça-feira (11), 248 pessoas se submeteram à testagem, sendo 158 servidores, 66 terceirizados e 24 estagiários. Desse total, 31 testaram positivo, correspondendo a 12,5 por cento do universo testado.

Propaganda

Sancionada pela Presidência da República, a nova Lei dos Partidos Políticos determina a volta da propaganda partidária, extinta em 2017. O texto estabelece que, em anos eleitorais, o material produzido pelas agremiações com o objetivo de divulgar programas partidários e angariar novas filiações seja exibido somente no primeiro semestre, antes das convenções para a escolha de candidatas e candidatos. Nos anos em que não houver eleições, os partidos terão direito a 20 minutos a cada semestre. O conteúdo partidário será veiculado entre as 19h30 e as 22h30, no intervalo da programação de emissoras de rádio e televisão. A lei também estipula o uso de ao menos 30% do tempo destinado a cada legenda para promoção e difusão da participação feminina na política.

Divisão do tempo

Segundo a norma, a divisão do tempo será feita de acordo com o desempenho de cada agremiação nas últimas eleições gerais, realizadas em 2018. Os partidos que elegeram mais de 20 deputados federais terão direito a 20 minutos semestrais para inserções de 30 segundos nas redes nacionais e de igual tempo nas estaduais.

Especulação 

Como secretária de Desenvolvimento Social, ontem a primeira-dama Janaina Ramos participou de um evento na cidade com as presenças do governador Flávio Dino e do vice-governador Carlos Brandão. Logo os apressados passaram a especular que ali estaria se desenhando uma adesão do prefeito Assis Ramos ao grupo para apoiar a pré-candidatura de Brandão ao governo. Aliados de Assis trataram logo de observar que ali se tratava de um ato administrativo, e não político-partidário, e ela estava lá como secretária. Portanto, não significaria aceno para aliança às eleições de 2 outubro. Assis, como se sabe, já declarou apoio a Weverton Rocha (PDT).

Mas…

Como a política é dinâmica, em que “até boi voa”, não se pode dizer que nada é impossível, até porque ainda há muito chão pela frente até as convenções partidárias, marcadas para o período de 20 de julho e 5 de agosto, conforme resolução do TSE que disciplina o Calendário Eleitoral de 2022. É aguardar. 

Ele disse

“Nós defendemos a candidatura do Flávio Dino. Agora, o companheiro Flávio Dino tem um candidato, dele, que é o vice, que é do PSDB. Ele sabe que é difícil a gente apoiar o PSDB. Nós temos a candidatura do Weverton, então eles vão ter que se acertar lá para facilitar nossa vida”. Palavras do ex-presidente Lula durante entrevista coletiva. A afirmação do petista revela a necessidade de Brandão mudar de partido se quiser ter apoio do PT. E o caminho seria o PSB, como já vem sendo especulado. 
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Leia Também »
Comentários »
Loading...