MENU

10/12/2021 às 00h00min - Atualizada em 10/12/2021 às 00h00min

Casa em Primeiro Lugar

Como montar uma ceia saudável para as festas de fim de ano

 As festas de fim de ano estão se aproximando e com elas começam as dúvidas sobre como manter o peso nessas ocasiões. Como é possível tornar uma ceia de Natal farta, saudável e gostosa? O ideal é fazer substituições saudáveis e gostosas para montar os principais pratos de Natal e evitar o ganho de peso em uma das principais comemorações do ano.

Confira as dicas abaixo:

Salpicão: é um prato muito consumido na ceia, feito com maionese e com outros ingredientes gordurosos. Substituí-lo por uma salada de folhas de sua preferência com um molho à base de ricota manterá o sabor e diminuirá consideravelmente a quantidade de calorias consumida.

Acompanhamento: a farofa tradicional de Natal é feita com bacon, com linguiça e com outros alimentos que são prejudiciais à saúde. Deixe a farofa mais saudável e adicione grãos integrais como a quinoa, o amaranto e a linhaça, que são fontes de fibras e não contêm glúten, podendo, por esse motivo, ser consumidos por celíacos. Tanto a quinoa quanto a linhaça são fontes de ômega-3, que possui importante ação na redução da pressão arterial e diminui riscos de doenças cardiovasculares, além de ser um potente anti-inflamatório.

Arroz: o preparo do arroz simples branco pode dar lugar para o Freekeh. Trata-se do trigo do grão colhido ainda verde, que agrega benefícios como apresentar quatro vezes mais fibras que o arroz integral, ajudando a regular o intestino e a diminuir o colesterol, além de auxiliar no controle da glicemia. E, ainda, contém amido resistente em sua composição, substância que aumenta a sensação de saciedade.

Prato principal: o pernil pode ser substituído por carnes magras sem decepcionar os convidados. Inclua no cardápio carnes brancas como peixes, frango ou peru, mais indicado que chester, tender ou pernil. Para reduzir o colesterol da carne, o ideal é retirar sempre a gordura aparente antes do cozimento e prepará-la preferivelmente assada ou grelhada. É importante temperá-la com sal marinho em vez de refinado, já que o marinho não passa pelo processo de industrialização e, portanto, contém mais minerais e elementos essenciais para a saúde.

O uso de ervas frescas em vez de temperos prontos é sempre indicado para deixar um prato mais saudável. Além de serem ricos em sódio e de contribuírem para o inchaço, os temperos prontos são ricos em conservantes e em aromatizantes, compostos com toxinas, que prejudicam o organismo.

Sobremesas: na maioria das vezes compostas por preparações calóricas, podem sair de cena e dar lugar a frutas da época adoçadas com mel, criando um sabor extremamente requintado e saudável, além de serem fonte de diversas vitaminas e minerais.

Além do cardápio, que deve ser essencialmente saudável, os intervalos entre as refeições também precisam de atenção. As castanhas são pouco consumidas durante a maior parte do ano, mas no fim dele se tornam protagonistas e ficam mais fáceis de serem encontradas. Elas têm propriedades que regulam os níveis de colesterol, além de selênio e de antioxidantes. Porém, evite exagerar, já que esses alimentos são bem calóricos. As frutas secas também são aperitivos muito saudáveis: ricas em vitaminas, em antioxidantes e em outras propriedades, melhoram o humor e diminuem a ansiedade.
Link
DOLORES AVILLON

DOLORES AVILLON

DOLORES AVILLON assina a coluna CASA EM PRIMEIRO LUGAR no Caderno de Domingo, publicação do Jornal O PROGRESSO, desde 2003.

Tags »
Leia Também »
Comentários »
Loading...