MENU

03/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 03/09/2020 às 00h00min

Bastidores

Elegíveis

Os políticos cuja inelegibilidade acabariam em 7 de outubro, oito anos após a eleição de 2012, poderão concorrer em 15 de novembro. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não mudou regra. Apenas decidiu que as causas da inelegibilidade que terminariam em 7 de outubro não podem ser postergadas para 15 de novembro, nova data da eleição de 2020, que foi adiada devido à pandemia do coronavírus. Por maioria, os ministros entenderam que impedimentos à candidatura com data certa para acabar não foram afetados pelo adiamento do primeiro turno do pleito deste ano. Em observância ao princípio da segurança jurídica, os prazos não podem ser alterados. Assim, o TSE tira a dúvida se os candidatos que estariam inelegíveis se a eleição ocorresse em 4 de outubro, antes do adiamento, seguiriam impedidos de disputar a eleição em 15 de novembro.

E…

Especula-se que um dos pré-candidatos a prefeito de Imperatriz teria sido beneficiado pela decisão do TSE. Se realmente estiver encaixado nesse quadro de inelegíveis oito anos após a eleição de 2012, estará apto para 15 de novembro. Mas se foi depois de 2012, claro que não completaria oito anos em 2020. Daí, continuaria inelegível.

Assim é

Na verdade, candidato não pode ficar escolhendo adversário, torcendo para que A ou B não entre na disputa. A mesma coisa no futebol. O candidato precisa é confiar no seu taco, não se incomodando quem seja “forte”.  Eleição se vence é tendo propostas e convencendo o eleitor. Já vimos isso em Imperatriz. Jomar Fernandes e Assis Ramos são exemplos. Tidos como “fracos”, venceram os “fortes”. Portanto, que disputem Ildon, Madeira, Assis, Marco Aurélio...  

Convenção e vice

No próximo sábado o PP realizará sua convenção para a oficialização dos candidatos a prefeito, vice e vereador, além de coligação majoritária. O evento será no plenário da Câmara Municipal. O PP tem como pré-candidato o ex-prefeito Ildon Marques e apoio de três partidos, podendo subir para quatro até esta sexta-feira, quando também deverá ser definido o vice. Consta que há dois nomes na “disputa” pela vaga. Há dias já vem sendo especulado o nome do vereador José Carlos, pré-candidato pelo Patriota. Mas agora outro nome começa a ser ventilado, o do pré-candidato Rodrigo Brasmar (PSD). Um jornalista informou que Zé Carlos lhe garantiu que ele já foi definido como o vice. É aguardar.

Cinco

No município de Governador Edison Lobão a disputa pela prefeitura tem cinco pré-candidatos. Além do prefeito Geraldo Braga (PCdoB), que concorrerá à reeleição, há o ex-prefeito Evando Viana (PRB), Telma Plácido (PSD), empresário Neuton Talismã (PSC) e Zé Morais (PP), que é irmão do prefeito de Campestre, Valmir Morais (PT). Telma disputa pela terceira vez a prefeitura do antigo Ribeirãozinho.

Expulso 

Acusado de matar a economista Fátima Maria Evangelista dos Santos, 65 anos, o pré-candidato a prefeito de São Luís, Leandro Santos, foi expulso do Partido Liberal (PL), ontem. Ele foi preso na segunda-feira (1º). O acusado teria roubado R$ 180 mil da mulher. Depois de cinco meses, o corpo foi encontrado enterrado em um cemitério. Um elemento desse ainda se propunha a ser representante do povo, se candidatando a vereador. 
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...