MENU

30/10/2021 às 00h00min - Atualizada em 30/10/2021 às 00h00min

Bastidores

Olha aí!

O deputado federal Gastão Vieira é mais nova vítima dos “ajeitamentos” políticos em curso visando as eleições de 2022. Depois do senador Roberto Rocha, que perdeu o comando do PSDB para o vice-governador Carlos Brandão, agora é a vez de Gastão levar uma “rasteira” do comando nacional do PROS. Agora, o presidente do partido no Maranhão é o vereador Chico Carvalho, de São Luís. Ele era o dirigente do PSL. A direção nacional alegou que Gastão não formou chapa do partido no estado. O deputado afirmou que está “surpreendido” com decisão do presidente do Pros, Eurípedes Júnior. “Aviso que minha maneira de fazer política, não comporta esse tipo de comportamento. Estou de saída do Pros”, reagiu Gastão Vieira, que era aliado da ex-governadora Roseana Sarney e passou a fazer do grupo do governador Flávio Dino, em 2018. Podem esperar que os casos de Roberto Rocha e Gastão Vieira são apenas o começo. Os “ajeitamentos” em outros partidos estão em andamento e certamente haverá mais mudanças em comandos de partidos no Maranhão. A cúpula em Brasília não quer nem saber como ficam os correligionários das bases. 

Federal

O vereador Fábio Hernandez (PP) está admitindo a possibilidade de se candidatar a deputado federal nas eleições de 2022. Mas para que isso aconteça, pode mudar de partido, já que no PP não teria vez. Já no segundo mandato, agora Fábio sonha mais alto. Não quer ser um “eterno” vereador, no que está certo. Se é preciso ter coragem para ser político, não se pode ter medo de buscar voos mais altos…

Fiscalização

O Plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou a 25ª edição do relatório anual sobre as fiscalizações de obras públicas (Fiscobras). Este ano, o Tribunal inovou e apresentou um novo formato para o produto. Além de trazer um resumo da situação das 49 obras fiscalizadas, o novo modelo do Fiscobras consolida informações sobre a infraestrutura do País e cada um de seus setores, apontando os principais problemas e desafios que o Estado precisa solucionar. Com base nas conclusões da auditoria, os ministros decidiram comunicar ao governo federal a necessidade de criação de indicadores setoriais de infraestrutura, para viabilizar o monitoramento e avaliação da eficácia das ações governamentais nos diversos setores. Os ministros também apontaram a importância de o governo continuar estudando formas alternativas para atrair investimentos privados nos setores da infraestrutura nacional, e, com isso, contribuir com o reposicionamento do país entre as nações economicamente competitivas. 

E…

As 49 fiscalizações realizadas no âmbito do Fiscobras 2021 totalizam aproximadamente R$ 55,8 bilhões. Foram identificados 124 achados de auditoria, dos quais 54% são relacionados a falhas de projeto, planilha orçamentária ou licitação. O relatório aponta que três obras apresentaram indícios de irregularidade grave com recomendação de paralisação (IGP). São elas: adequação de trecho rodoviário na BR-116/BA, obras de construção da BR-040/RJ e obras de ampliação de capacidade da BR-290/RS. 

Será?

- “Lula, caso vença a eleição – e eu espero que vença -, vai receber um país bem diferente de 2002. Vai receber um país dizimado pela pandemia, pelo desgoverno… esse é o país que o próximo presidente vai receber”. Afirmação é do governador Flávio Dino (PSB).

Pré-campanha

Dando continuidade às articulações de fortalecimento da sua pré-candidatura ao governo do estado, hoje o senador Weverton Rocha (PDT) realiza o encontro “Maranhão Mais Feliz” em Peritoró. O evento já ocorreu em Imperatriz, São Bernardo, Presidente Dutra e Pinheiro. Ainda este ano realizará em Timon e São Luís. Weverton já tem o apoio de cerca de 100 prefeitos. 
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Relacionadas »
Comentários »
Loading...