MENU

02/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 02/09/2020 às 00h00min

Coriolano Filho

Coriolano Filho
Desistências
 
Há poucos dias a coluna divulgou que cinco pré-candidatos a prefeito de Imperatriz estariam conversando sobre uma possível aliança, inclusive que pelo menos dois já teriam concordado em desistir. Entretanto, até agora não houve acordo, mas segundo uma fonte, eles ainda estão conversando. Pode até não juntar os cinco, mas três fechariam acordo e definindo os dois para a chapa majoritária. Até o dia 16 deste mês, quando se encerra o prazo para as convenções, em que serão oficializados os candidatos às eleições de 15 de outubro, o quadro de candidatos em Imperatriz estará definido. No momento há cerca de 12 pretendentes, mas pelo andar da carruagem vai cair pela metade. É aguardar.

Jogo duro

O jogo eleitoral 2020 promete ser equilibrado em São Francisco do Brejão. O prefeito Adão Carneiro (PCdoB) vai enfrentar um ex-aliado, que ainda não foi testado nas urnas e está sendo considerado um páreo duro. É o fazendeiro Roney Alencar (PSL), proprietário de uma queijeira.  

E…

Em Davinópolis a disputa eleitoral também será acirrada. Há o empresário Zé Pequeno, o prefeito Raimundo Coquinho e o vereador Julimar Hilarino, cuja pré-candidatura foi lançada pelo PSD. O partido realizará a convenção no dia 13 de setembro. A chapa majoritária já está definida. O vice de Julimar é o advogado Elias Santos. Em novembro de 2018 Davinópolis foi abalada com o assassinato do prefeito Ivanildo Paiva. O vice, Rubem Lavajato, assumiu a prefeitura mas a polícia o apontou como acusado de mandante da morte de Ivanildo. Ele foi preso e assumiu o comando do município o presidente da Câmara, Raimundo Coquinho, até hoje no cargo.

Olha aí!

Pelo jeito, o deputado estadual Wellington do Curso não vai deixar barata a rasteira que levou do PSDB na sua pretensão de ser candidato a prefeito de São Luís. Rifado pelo partido, que anunciou adesão à pré-candidatura do deputado federal Eduardo Braide (PODEMOS), ontem Wellington revelou em discurso na sessão da Assembleia Legislativa, que recorrerá à Justiça para ter o direito de ser o candidato do partido. Disse que espera um posicionamento da direção nacional e, dependendo do que for dito, entrará na Justiça. Na verdade, não dará em nada. Dificilmente a justiça iria se interferir em uma decisão interna partidária.

Aqui

Quanto a Imperatriz, agora a expectativa é sobre um posicionamento do PODEMOS para retribuir o que recebeu do PSDB em São Luís. O partido tucano tem o ex-prefeito Sebastião Madeira como pré-candidato e deseja o apoio do PODEMOS, que tem o médico Daniel Fiim como pré-candidato. Inclusive Madeira já ofereceu a vaga de vice a Fiim, mas ele resiste em abrir mão da oportunidade de disputar o Palácio Renato Moreira. Resta esperar até o fim do prazo das convenções. 

Primeiro

No Maranhão, o PV foi o primeiro partido a realizar convenção. Em São Luís, o partido oficializou nesta segunda-feira (31) a candidatura de Adriano Sarney à Prefeitura. O evento respeitou as regras de distanciamento social em virtude do coronavírus. A vice é Vall Nascimento, do próprio PV. Portanto, o partido terá chapa “puro sangue”. Adriano pretendia o apoio do MDB, partido da sua tia Roseana Sarney, mas ela preferiu uma aliança com o DEM de Neto Evangelista, um dos pré-candidatos do consórcio liderado pelo governador Flávio Dino.
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...