MENU

22/10/2021 às 00h00min - Atualizada em 22/10/2021 às 00h00min

Bastidores

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Racha

As lideranças do PT do Maranhão não estão se entendendo em relação à eleição de 2022 para o governo do estado. O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, se filiou ao partido e foi lançado pré-candidato à sucessão do governador Flávio Dino. No entanto, há uma banda do PT que prefere apoio da legenda ao senador Weverton Rocha (PDT). Um exemplo é o presidente municipal do PT em São Luís, ex-vereador Honorato Fernandes. Ele destaca uma “aliança histórica” do partido com Weverton e que lideranças nacionais têm simpatia pela pré-candidatura do senador. 
O presidente estadual do partido, Augusto Lobato, defende a pré-candidatura própria e o nome de Felipe Camarão, que se filiou ao Partido dos Trabalhadores no início de julho deste ano. A filiação foi homologada por unanimidade pela Executiva Estadual. Agora resta saber se o governador Flávio Dino não fará carga junto à direção nacional para que o PT não tenha candidato próprio e apoie o vice-governador Carlos Brandão. E ainda tem o senador Weverton, que articula em Brasília a adesão do PT à sua pré-candidatura. Jogo embolado. É aguardar.

Prova inválida

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concluiu, nesta quinta-feira (21), o julgamento do processo que envolve o ex-candidato a vereador de São Pedro da Água Branca (MA), Marcelo Pereira da Silva. Por maioria de votos, o colegiado determinou a exclusão da prova de gravação feita em ambiente privado durante a campanha de 2016 e que acusava o candidato e a esposa, Dorica Munique Balbino da Silva, por compra de votos. E, por unanimidade, o Plenário decidiu afastar a perda do objeto e determinar o retorno dos autos para novo julgamento no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA).

Prova inválida II

Na sessão do dia 30 de setembro, o ministro Alexandre de Moraes afastou duas gravações ambientais feitas em ambiente privado por entender que são provas ilícitas. Para ele, o Tribunal Regional deveria julgar novamente o caso e somente poderia se basear em outras provas coletadas no processo para concluir ou não pela condenação. Na sessão de ontem, o ministro Luís Felipe Salomão apresentou voto-vista no mesmo sentido e foi seguido, na sequência, pelos ministros Mauro Campbell Marques e Sérgio Banhos, formando a maioria.

Olha aí!

Em audiência na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou a criação de cinco universidades federais no País e seis Institutos Federais de Ensino Superior (Ifes). As novas universidades federais serão: Universidade Federal do Sudeste e do Sudoeste do Piauí, a do Norte Mato-Grossense, a do Vale do Itapemirim, a do Alto Solimões e a Universidade Federal da Amazônia Maranhense, em Imperatriz. O projeto que autoriza a criação da nova universidade é de autoria do senador Roberto Rocha. As instituições precisam ser confirmadas pelo Congresso Nacional.

Inelegível

Em sessão realizada nesta quinta-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a inelegibilidade, até 2022, do ex-governador do Pará, Simão Jatene, por abuso do poder econômico e político praticado durante a campanha de 2014. Ele foi condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) por utilizar o programa Cheque Moradia para distribuir recursos com a finalidade de obter votos para a reeleição. Por unanimidade, o colegiado entendeu que o então governador e candidato cometeu abuso de poder político na distribuição do benefício durante os meses que antecederam a votação, uma vez que, no período da campanha, o gasto com o programa mais que triplicou. João Hugo Barral de Miranda, então presidente da Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab), e Maria Cláudia Zaidan Gonçalves, então diretora da entidade, também estão inelegíveis pelo mesmo período por participação no esquema de distribuição do benefício.
Tags »
Leia Também »
Comentários »