MENU

27/08/2020 às 00h00min - Atualizada em 27/08/2020 às 00h00min

Linha de Fundo


 
Jogos de hoje

Copa do Brasil – 3ª fase – jogos de volta

19h00 – Brusque x Brasil de Pelotas – Augusto Bauer
21h30 – São José x Atlético-GO – Francisco Novelletto

Em Belém
A delegação do Imperatriz, nesta altura do Campeonato, se encontra em Belém do Pará, onde chegou na madrugada de hoje, em logística para chegar a Recife, onde joga sábado (29) contra o Santa Cruz, em partida válida pela 4ª rodada da primeira fase do Brasileirão Série B. O embarque para Recife acontece na madrugada desta sexta-feira. Mas antes de viajar para a capital pernambucana, o avião vai para São Paulo e segue direto para Recife.

Reforçando
Para compensar as saídas, fato natural em uma situação como a que estamos vivendo, o Departamento de Futebol do Imperatriz está recolocando as peças e se reforçando. Um dos reforços é o lateral esquerdo Makeka, natural de Brasília, tem 31 anos e se chama Mário Rafael Ferreira dos Santos. O outro reforço é o meia Jocinei, que dispensa maiores comentários, porque é conhecido em todo o Brasil e no Maranhão já passou pelo Sampaio. Jocinei também é canhoto e tem uma “patada”. Vai, logicamente, ser o homem das cobranças de faltas. Certamente para o jogo contra o Botafogo da Paraíba na próxima semana, os dois reforços já deverão estar à disposição do treinador Luis dos Reis. Outro reforço anunciado é o atacante camaronês de 20 anos, Blaise. Garoto formado na base do futebol brasiliense.

Decisivo
O próximo jogo do Sampaio Corrêa pelo Brasileirão Série B, marcado para o próximo sábado (29), às 21h no Castelão, contra a Ponte Preta, é decisivo para a permanência do treinador Leo Condé. Foram três jogos e três derrotas até agora, e evidente que conhecendo Frota como conhecemos ele, não vai deixar barato. E o técnico da lista para substituir Condé, em caso de demissão, é o ex-Imperatriz, Paulinho Kobayashi.

Exagero
Exagerado. Foi isso que achei das reclamações do técnico do Remo, Mazola Júnior, com relação ao gramado do Frei Epifânio. Isso talvez seja para despistar e tirar o foco do jogo, já que ele pensou que iria chegar aqui e vencer a hora que bem entendesse. Ledo engano, o Imperatriz teve chance de ganhar, assim como o Remo. Na verdade, o time do Leão paraense não é essa Coca Cola toda que apregoam e que viria para golear o Imperatriz. Um time médio, que está longe, mas muito longe mesmo, dos times que já vi do Remo. Nome não ganha jogo.

Exagero II
O gramado do Frei Epifânio não está logicamente como o do estádio de Wembley, em Londres, mas asseguro que não está entre os piores do Brasil. Tem estádio por aí muito pior. Além disso, não sei porque tanta reclamação do treinador Mazola Júnior, porque todos nós sabemos que os gramados dos estádios de Belém, e isso inclui o Baenão, é só lama em qualquer época do ano.

CURTINHAS
O mais hilário do treinador do Remo é que ele foi falar com o quarto árbitro, Ranilton Oliveira, reclamando, segundo ele, de um buraco fora das quatro linhas***Justamente onde tem um aspersor, um buraquinho de nada, e além disso fora do gramado***Não se sabe desde quando árbitro de futebol tem a ver com condições de um campo de futebol, principalmente no que se referiu a reclamação do treinador remista***Aliás, esse jogo parecia que tinha torcida, porque o Remo trouxe mais de 20 pessoas fora jogadores, diretores e comissão técnica***Uma gritaria e palavrões foram ecoados na parte coberta do estádio Frei Epifânio***O treinador Luis dos Reis vai manter o mesmo time que iniciou o jogo contra o Remo, para iniciar a partida contra o Santa Cruz, no próximo sábado***O retrospecto do Imperatriz em relação aos confrontos contra o Santa Cruz, não são dos melhores***Nos dois jogos contra o time pernambucano ano passado, o Cavalo de Aço perdeu em Recife por 3 a 2 e em Imperatriz por 1 a 0***No jogo em Recife, que foi realizado na Arena Pernambuco***O Imperatriz fez 1  0 com Gabriel Caju, o Santa empatou com Everton, Mateus Lima colocou novamente o Colorado na frente e quando tudo parecia que o time tocantino venceria, o Santa empatou novamente, com Vitão aos 44, e virou para 3 a 2 aos 46, com Augusto***No Frei Epifânio, o Cavalo perdeu por 1 a 0.
Link
DEMA DE OLIVEIRA

DEMA DE OLIVEIRA

DEMA DE OLIVEIRA é responsável pelas editorias de Polícia e Esportes

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Loading...