MENU

03/08/2021 às 00h00min - Atualizada em 03/08/2021 às 00h00min

Fora da Pauta

Escolha

Está se aproximando a data em que o governador Flávio Dino anunciará quem será o seu candidato a governador. No momento, dois nomes estão na frente para que Flávio Dino faça a sua escolha: o senador Weverton Rocha e o atual vice- governador, Carlos Brandão. Neste momento, Brandão tem ligeira vantagem por ocupar o cargo e aproveitar para fazer campanha com os prefeitos, e percorrendo todo o estado levando, serviços e melhorar para os municípios. No entanto, Weverton também não está parado e vem atuando com sua tropa de apoiadores no sentido de ampliar sua base. Será uma escolha difícil para o grupo e se não houver um trabalho forte, provavelmente o grupo será rachado com os dois sendo candidatos.

Fiscalização

Começou neste domingo (1º) em todo o Brasil uma nova etapa da fiscalização do exame toxicológico periódico de motoristas que têm CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nas categorias C, D e E. A fiscalização passará a checar os condutores com habilitação vencida entre julho e dezembro deste ano. A multa para quem não estiver com o exame em dia é de R$ 1.467,35. Além disso, o infrator é punido com 7 pontos na carteira (infração gravíssima) e suspensão do direito de dirigir por três meses. Iniciada em 1º de julho, continua sendo realizada a fiscalização dos motoristas com habilitação vencida entre março e junho deste ano. 

PRF

O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) informou que a verificação é feita pelos órgãos autuadores de cada região e, no caso das rodovias federais, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os motoristas obrigados a realizar o teste são aqueles que dirigem caminhões (categoria C), ônibus (D) e carretas (E). Estatísticas do Denatran apontam que há 4,8 milhões de condutores nessas condições em todo o Brasil – só no Estado de São Paulo, são 1,5 milhão de pessoas. A legislação determina que, além de realizar o teste, o motorista precisa comprovar o resultado negativo.

Lei

A nova lei de trânsito, que entrou em vigor no dia 12 de abril, estabelece que os motoristas com CNH nas categorias C, D e E com idade inferior a 70 anos devem realizar o exame toxicológico a cada 2 anos e 6 meses (a contar da data da emissão ou renovação da habilitação). Ou seja, mesmo com a nova validade de 10 anos nas habilitações (para condutores de até 50 anos), o motorista deve ficar atento para não perder o prazo de 30 meses para renovar o toxicológico. Uma opção para não esquecer a data é instalar o aplicativo da Carteira Digital de Trânsito (CDT), que alerta sobre o vencimento do exame.

Vermelha

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu manter a bandeira vermelha, patamar 2, para o mês de agosto. Com isso, o custo de cada 100 kilowatt-hora (kWh) consumido continua sendo de R$ 9,492. Segundo a agência, não houve mudança nos cenários hidrológicos do país. Ou seja, os reservatórios das usinas hidrelétricas ainda sofrem com o período de seca, forçando o uso de fontes de energia mais caras.

Baixos

“Agosto inicia-se com igual perspectiva hidrológica, com os principais reservatórios do SIN [Sistema Interligado Nacional] em níveis consideravelmente baixos para essa época do ano. Essa conjuntura sinaliza horizonte com reduzida capacidade de produção hidrelétrica e necessidade de acionamento máximo dos recursos termelétricos”, explicou a Aneel.

Queimadas

Um levantamento da Equatorial Maranhão indicou que, de janeiro a junho deste ano, mais de 70 mil clientes tiveram a energia interrompida em decorrência das queimadas. Um aumento de 87,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Além de ocasionar incêndios florestais, poluição do ar, e aquecimento global, esse tipo de atividade pode também interromper o fornecimento de energia elétrica, trazendo diversos transtornos para os cidadãos.
Link
WILLIAN MARINHO

WILLIAN MARINHO

WILLIAN MARINHO é colunista de política em O Progresso

Relacionadas »
Comentários »
Loading...