MENU

22/07/2021 às 00h00min - Atualizada em 22/07/2021 às 00h00min

Bastidores

Mais um

 Depois de descartados o PP e PTB, surgiram informações de que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) iria se filiar ao Patriota para disputar a reeleição em 2022. Agora, já noticiam que também está sendo descartada a sua filiação ao Patriota. O presidente afastado do partido, Adilson Barroso, garante que Bolsonaro não vai mais ingressar na sigla. O motivo, seria a troca do comando nacional. No dia 9 de julho, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) validou a convenção do Patriota, em que foi decidido o afastamento de Adilson Barroso. Assumiu o vice, Ovasco Resende. Segundo Barros, agora o partido está “nas mãos de esquerdista”. Por isso, Bolsonaro teria desistido da filiação. Em 2019, quando saiu do PSL, o presidente decidiu criar um partido, Aliança Pelo Brasil, mas nunca conseguiu. Com o Patriota descartado, Bolsonaro deverá iniciar conversações com o PSC, PTB e Pros. Uma reunião deverá acontecer hoje. Também entrarão na pauta de conversas o PP e PL. É aguardar.

 Acabou a mamata!

Sendo noticiado que o presidente Jair Bolsonaro estaria decidido a recriar o Ministério do Trabalho, que ele extinguiu ao transformá-lo em uma secretaria especial do Ministério da Economia. A iniciativa seria para acomodar Onyx Lorenzoni, porque será substituído na Secretaria-Geral da Presidência por Luiz Eduardo Ramos, atualmente na Casa Civil, quer passaria a ser ocupada pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI). 

Fato..

Um texto difundido nas redes sociais afirma que a urna eletrônica brasileira teria sido invadida em uma convenção hacker realizada em julho de 2017, na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos. A mensagem diz também que os participantes do encontro teriam violado o sistema do equipamento brasileiro em menos de duas horas. Mas será que esse evento realmente existe? Teria sido a urna eletrônica hackeada durante a convenção? 

 … ou Boato?

A edição da série Fato ou Boato desta semana traz a resposta. O encontro de hackers ao qual a citação compartilhada na internet se refere de fato existe. É a Defcon, considerada a mais tradicional conferência de hackers do mundo. Portanto, essa parte do texto é verdadeira. Contudo, a informação de que a urna eletrônica brasileira teria sido invadida durante o evento é completamente falsa. Inclusive, naquela edição do evento, dois técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) participaram da Defcon para conferir o trabalho dos especialistas que tentavam atacar os modelos de urnas usadas nos Estados Unidos. Ou seja, em nenhum momento os equipamentos brasileiros foram submetidos aos testes realizados durante a conferência.

Olha aí!

Está se confirmando o que já vinha sendo notado. Depois de reunião com Flávio Dino no Palácio dos Leões, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, deixou transparecer que Weverton Rocha (PDT) não é nome preferido do governador para a sua sucessão, em 2022. FD já vem dando demonstrações de que a preferência é pelo vice-governador Carlos Brandão, que em março voltou para o PSDB, até então comandado pelo senador Roberto Rocha, que vai deixar o partido. Portanto, está tudo caminhando para que o tucano seja o candidato do Palácio dos Leões. Sem apoio de FD, Weverton teria coragem de entrar na disputa? O governador tentará a unidade. Sabe que uma divisão representa perigo para o projeto do grupo de continuar mandando no estado. 

Números

Conforme boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde, no início da noite de ontem, foram registrados 8 novos casos da Covid-19 em Imperatriz. Não houve óbito. Dos 72 leitos de UTIs, 31 (43,06%) estavam ocupados e 41 livres. Dos 174 leitos clínicos, 53 (30,46%) estavam ocupados e 121 livres. Desde a pandemia, já foram registrados 17.408 casos de Covid-19 em Imperatriz. No Maranhão já são 9.492 óbitos. 
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Relacionadas »
Comentários »
Loading...