MENU

16/07/2021 às 00h00min - Atualizada em 16/07/2021 às 00h00min

PARABÉNS!!!


Imperatriz crescente

Com as matizes do progresso

Tens história imponente

Pelo valor do teu sucesso (sic)

A minha cidade é a minha identidade; onde guardo as melhores recordações da minha vida. Hoje o dia é dela.
Parabéns! Pelos 169 anos.

Meu torrão é o berço das minhas lembranças vagas e quase apagadas.

Desabrochou acanhadamente à beira do majestoso Rio Tocantins.

Foi incontrolável seu crescimento e de fundamental importância diante da grande imigração de residentes após o advento da estrada Belém-Brasília.

Mas nossa padroeira Santa Teresa D’Avila veio milagrar muito em não concordar, pois a expedição comandada naquela era, por Jeronimo Francisco Coelho, tinha o principal objetivo de construir um presídio às margens da povoação de Santa Teresa do Tocantins (Imperatriz).

Até que o Frei Manoel Procópio, época da ordem carmelita, subindo rio acima com percurso desconhecido, como explorador, vindo fundar a Colônia Militar em 1852...

Que hoje está, linda, imponente cidade.

Com a performance de economia sobre o meio urbano e geográfico.  

Como bem sintetizou o romantista Johann Goethe:

- O milagre é o filho predileto da fé.

Nos anos de 1950 a 1960, foi quando Imperatriz teve a experimentação tipo relação como “Know-how” - (saber como) - o conjunto de conhecimento e prática aliando-se a habilidade, capacidade, tecnologia e desenvolvimento sustentável de sobrevivência.

Depois de 1960, a cidade sempre se alinhou com o advérbio de tempo e modo; estando à frente em primeiro lugar, sentada diante do progresso indicando a existência ou augurando aprimorar as condições humanas.

Atualmente consolidada, esta cidade tem um dos maiores entroncamentos energético, econômico, político, cultural e, conjunto de habitantes, que se organizaram num espaço de ocupação para habitar-se e conviver como verdadeiros cidadãos.

Pelo senso de 2020, tinha 259.456 habitantes, sendo assim, a segunda mais populosa do estado maranhense.

Quanto à educação: Imperatriz está bem servida de faculdades com vários cursos, até de medicina; tanto pública como privada; escolas técnicas, cerca de mais de 16 mil alunos estudando; favorecendo assim, a difusão integral, no envolvimento e na construção de cidadania.

Temos indústrias como locais de transformação de matérias primas em objetos prontos para consumo e para fins comerciais.

Se dispõe de uma rede hoteleira adaptada para proporcionar acomodações para visitantes e turistas, com conforto, luxo e serviços de qualidade disponibilizadas.

Além de instituições educativas e organizações fraternas que remontam dignidades locais como SESI, SENAI, ACII, Maçonaria, Rotary, Lions, Igrejas, Academia de Letras, Clubes de Serviços e áreas afins.

Para arrematar: um aeroporto para operar voos regionais e nacionais, com capacidade de receber aviões boeing e de médio porte.

Todavia, os passageiros estão reféns pela falta de operações aéreas para Brasília, São Luís, Fortaleza e outras paragens (por falta de quem reivindique).

Apesar desses apêndices, essas são as substâncias que nutrem, engrandecem e geram o bem-estar dessa grande metrópole...

Fazendo uma mistura (em sentido macro) como produto que frutifica o efeito desejado e encorajado de seus habitantes.

Nesse interim, não se pode louvar a classe política partidária regional, por ser muito tímida, como à luz de vela.

Representatividade: significa fazer presente alguém politicamente aos interesses de determinado grupo social de um povo...

Quanto a essa incumbência, os arautos usufruem hipoteticamente da estratagema do clientelismo relativo aos negócios públicos e interesses próprios.

De modo desmerecido e que deslustra as insígnias da conjuntura sufragada.

Por não coexistir, Imperatriz deixa de angariar os bônus de bons serviços prestados que há existisse para os seus 169 anos de vida. Infelizmente!

Diante dos percalços e limites...

Fé, alma e muita irmandade para virarmos essa página.

Parabéns por mais um ano!
Link
BANDEIRA NETO

BANDEIRA NETO

Nelson BANDEIRA NETO é cronista e funcionário do SESI-Serviço Social da Indústria

Relacionadas »
Comentários »
Loading...