MENU

08/07/2021 às 00h00min - Atualizada em 08/07/2021 às 00h00min

Bastidores

Combate à corrupção

Lançado no Maranhão no último dia 15, o Programa Nacional de Prevenção à Corrupção começou a receber adesões de gestores públicos de várias regiões do estado. A previsão é de que todas as 609 organizações públicas presentes no estado, das esferas federal, estadual e municipal e dos três poderes se juntem ao programa. O PNPC é voltado a todos os gestores das organizações públicas (das três esferas de governo e dos três poderes em todos os estados da federação) e tem o objetivo de reduzir os níveis de fraude e corrupção no Brasil a patamares similares aos de países desenvolvidos. No Maranhão, a Rede de controle da Gestão Pública do Maranhão coordena as ações do Programa, além de também participar como respondente por meio de seus componentes. Fazem parte da Rede de Controle o Ministério Público do Estado do Maranhão (MPMA), Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), a Secretaria de Estado da Transparência e Controle (STC-MA), a Controladoria-Geral do Município de São Luís (CGM-SLZ), o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria-Geral da União (CGU), entre outros. O programa será operacionalizado com o auxílio de uma plataforma online denominada e-Prevenção, por meio da qual cada gestor deverá avaliar sua instituição. A partir desse diagnóstico, será sugerido plano de ação específico, que apresentará propostas adequadas à entidade. O programa oferece, ainda, treinamentos, modelos e parcerias com órgãos e entidades públicas e privadas para implantação de mecanismos de combate à corrupção. 

Olha aí!

Ontem a deputada estadual Mical Damasceno anunciou que o PTB está caindo fora do grupo do governador Flávio Dino (PSB). A parlamentar é presidente estadual da sigla. Na segunda-feira houve um encontro dos partidos aliados no Palácio dos Leões mas Mical Damasceno não compareceu. Não foi divulgado o motivo do rompimento, mas ressalte-se que o PTB é comandado, nacionalmente, pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson, apoiador do presidente Jair Bolsonaro, do qual Flávio Dino é um ferrenho crítico. 

E...

Tudo indica que o PTB será o caminho do senador Roberto Rocha, que perdeu o comando do PSDB com a volta do vice-governador Carlos Brandão. Rocha ainda continua no ninho, mas está decidido que vai mudar de partido, e o PTB seria o caminho mais certo. O senador pretende disputar a sucessão do governador Flávio Dino. 

Também?

Na capital já se especula um possivel rompimento do ex-prefeito Edivaldo Holanda (sem partido) com Flávio Dino. Verdade ou não, o certo é que em maio deste ano Holanda deixou o PDT, pelo qual se elegeu duas vezes prefeito, e está definida a sua filiação ao PSD, que tem como presidente nacional o ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. No Maranhão, o partido é comandado pelo deputado federal Edilázio Júnior, que é contra o governador Flávio Dino.   

Relator

O deputado federal maranhense Juscelino Filho (DEM) foi escolhido como relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022. A definição ocorreu ontem pela manhã, durante a instalação e eleição da mesa da Comissão Mista de Orçamento (CMO). O projeto da LDO vai dar as diretrizes e ajudar na elaboração do Orçamento Geral da União do ano que vem. Foi encaminhado pelo Poder Executivo ao Congresso Nacional no dia 15 de abril.

Falecimento

Foi sepultado no final da tarde de ontem, no Cemitério Bom Jesus, o empresário e ex-vereador Rubens Lopes Jardim. Ele vinha enfrentando problemas de saúde após sofrer AVC. Na noite desta terça-feira sentiu-se mal e foi levado para o hospital, mas sofreu um infarto. Tinha 77 anos. O velório ocorreu na Maçonaria União e Fraternidade, na rua Alagoas. Rubinho foi vereador por 6 anos, de 1983 a 1988, quando o prefeito era José de Ribamar Fiquene. Era empresário do ramo gráfico e também foi presidente do Cavalo de Aço. 

Números da pandemia

Conforme boletim divulgado no início da noite desta terça-feira pela Secretaria de Estado da Saúde, foram registrados em Imperatriz 39 novos casos de Covid-19. Não houve óbito. Dos 72 leitos de UTI 38 (52,78%) estavam ocupados e 34 livres. Dos 194 leitos clínicos 64 (32,99%) estavam ocupados e 130 livres. Em todo o Maranhão já foram registrados 9.190 óbitos. O boletim da SES-MA não informa o número de mortos em Imperatriz desde o início da pandemia. 
Link
CORIOLANO FILHO

CORIOLANO FILHO

CORIOLANO Miranda Rocha FILHO, passou a comandar a Redação depois de ter passado por praticamente todos os setores do jornal.

Relacionadas »
Comentários »
Loading...