MENU

02/08/2021 às 00h00min - Atualizada em 02/08/2021 às 00h00min

IMGUINORAPULIS

Capítulo XXVII

*Republicado a pedidos
**Publicado originalmente em 17 de fevereiro de 2013

Fundada a faculdade

Embora fosse costumeiramente chamado pelo prenome de DOTO, o prefeito municipal de IMGUINORAPULIS, LADRONESIO FURTADO, era analfabeto de pai e mãe, ou melhor, quase isto, pois certa vez, quando eu era secretário municipal de educação, me revelou que tinha sido um assíduo e dedicado aluno do Mobral - Movimento Brasileiro de Alfabetização, que infelizmente hoje não existe mais. Aliás, relato agora alguns fatos interessantes relacionados com o senhor chefe do executivo municipal, que servem para provar e comprovar todo o seu total desconhecimento das letras. Revoltado porque um funcionário municipal declarou nos corredores que iria reclamar na justiça os doze meses de salário que estavam atrasados, o prefeito passou a perseguir o coitado do "barnabé", e um dia, ao saber que o mesmo não tinha comparecido ao trabalho, reuniu todo o funcionalismo no corredor da prefeitura e declarou que teria o maior prazer em ele mesmo cortar o ponto do faltoso. Pediu a sua secretária a folha de frequência do dia e no local onde o próprio deveria assinar o seu nome, escreveu em letras garrafais: FAUTÔ! E, cheio de orgulho,  fez questão que os demais funcionários aplaudissem o seu gesto.

Uma outra vez, quando da campanha eleitoral para a escolha dos novos vereadores e do prefeito municipal, na qual o DOTO LADRONESIO FURTADO concorria à reeleição, fui eu convidado pelo candidato a vereador ARLINDO BELO a participar de um comício, que seria realizado em um povoado do município. E eis que, para a minha surpresa, o locutor do evento anuncia o meu nome como um dos oradores da noite. Ao ser chamado para ocupar o microfone, passei a tecer comentários elogiosos ao meu candidato a vereador, por sinal um médico humanitário e com uma ampla folha de serviços prestados à comunidade. Enquanto eu falava sobre as virtudes do médico ARLINDO BELO, o prefeito LADRONESIO FURTADO me "cutucava" pedindo para que eu também falasse sobre ele. Cansado de tanta insistência, afirmei para o povo do povoado: "E para prefeito, vote nesta FIGURA CATASTRÓFICA que é o DOTO LADRONESIO FURTADO!". O prefeito me deu um abraço tão grande, me elogiando pelos elogios. E um dia me revelou: "Gosto de conversar com o senhor, porque sabe palavras difíceis e bonitas!". E acredito que ele nunca soube o que significava a palavra CATASTRÓFICA!

Mas, apesar de todo este analfabetismo, o prefeito DOTO LADRONESIO FURTADO sempre mostrou uma preocupação muito grande com a educação do seu povo, construindo escolas e buscando apoios e recursos para serem investidos na área do ensino. E eis que um certo dia ele reuniu todos os vereadores, a imprensa IMGUINORAPULIENSE e o povo em geral, para informar que tinha conseguido junto ao governo estadual a autorização para que fosse instalada em IMGUINORAPULIS uma escola de ensino superior. "A FACURDADE! NOIS VAI TÊ AQUI UMA FARCUDADE!", repetia inúmeras vezes aos presentes.

Instalada a faculdade, foram abertas as inscrições para o seu primeiro vestibular e o número de candidatos superou todas as expectativas. Do padre ao sacristão, do administrador do cemitério ao coveiro, enfim, quase que a totalidade da população se inscreveu para o único curso inicialmente oferecido: o Curso de Letras. E chega o grande dia do vestibular. Um domingo de sol causticante sobre o município. Era gente de todos os tipos seguindo em passo acelerado rumo a um grandioso galpão, que tinha sido construído às pressas pela prefeitura municipal, para nele funcionar temporariamente aquela escola de ensino superior. A "redação", que para a grande parte dos vestibulares é um verdadeiro terror, tinha por tema "O Papel da Faculdade de IMGUINORAPULIS", sem sombra de dúvidas um tema bem atual e de fácil desenvolvimento. Mas, para a surpresa dos professores que corrigiram as redações dos vestibulandos, uma delas provocou crise de muito riso: um dos pretensos universitários escreveu do jeito que aqui transcrevo: A FACURDADE DE IMGUINORAPULIS COMESSOU POBRE! O PAPEL É PAPEL-JORNAL! TINHA QUE SER XAMEQUIM!

Link
JAURO GURGEL

JAURO GURGEL

JAURO José Studart GURGEL, durante muitos anos Editor Regional de O PROGRESSO, em Araguaína (TO),

Relacionadas »
Comentários »
Loading...