A primeira quinzena de outubro apresenta mudanças de posição interessantes em relação às vendas do mês passado, mas uma coisa que não muda é a primeira posição. O Onix continua sem rivais em emplacamentos, mantendo ampla margem para o segundo colocado, o HB20. Este por sua vez respira aliviado diante da presença do Ka, um pouco mais atrás.

Na primeira metade do mês, uma dupla de sedãs aparece disputando, embora de segmentos e preços bem diferentes. Fechou na frente o Prisma, que ficou em quarto, tendo o Corolla em quinto. Ambos passaram pelo Gol, que ficou em sexto no período. Já o Compass, o primeiro de seis utilitários esportivos presentes no Top 20 da quinzena, ficou em sétimo, uma posição muito boa para um SUV que, assim como o Corolla, não custa pouco.
Logo atrás dele aparece o HR-V. Mas como está essa briga entre os dois? Como falamos no fechamento de setembro, a diferença entre eles era de 400 unidades, a favor do Honda. Agora, caiu para 242 exemplares. Ou seja, a disputa será bem acirrada até o fim do ano. O Mobi - que teve redução de preços - voltou a vender bem. Já o Creta aparece em uma boa décima posição.
Já o Argo, ainda continua na zona intermediária do Top 20. O Kicks também mantém um bom número de vendas, lembrando que a quinzena foi marcada por um feriado prolongado, o que tende a derrubar os emplacamentos. Discreto, o Voyage também mantém sua regularidade, assim como o Etios. Bom, então eis que aparece a estrela de setembro, o Kwid.
Com vendas meteóricas no mês passado, o subcompacto "altinho" da Renault apresenta números modestos na primeira quinzena. Das duas uma: ou acelera rápido na segunda metade do mês ou permanece no segundo pelotão do Top 20. Como se sabe, a marca tem muitos pedidos e a fábrica acelerou a produção para entregar aos que estavam na fila. Assim, o volume expressivo de setembro e a repentina aparição em massa do carro nas ruas indica que os emplacamentos foram de unidades já vendidas. Agora resta esperar o fim do mês para vermos o real impacto do modelo.
Quanto ao Fox, o compacto - também "altinho" - emplacou até que bem para sua situação, agora resumida a duas versões, mais o CrossFox. O Renegade definitivamente está fora da disputa pela liderança do segmento, mesmo estando em terceiro. No entanto, sua posição está ameaçada pela presença do Creta. Já o HB20S fecha o trio bem vendido da Hyundai entre os 20 mais vendidos. O EcoSport, renovado, também garantiu um lugar no grupo, enquanto o up! se sustenta no limite do segundo pelotão.
Nos comerciais leves, a Strada ficou na ponta nesta quinzena e baixou a diferença para a Toro em 2017, que caiu de 1.148 para 639 unidades. A irmã-rival ficou em segundo, mas a Saveiro está bem próxima da picape da Fiat. Já a S10 continua vendendo mais que a Hilux. Nos demais, destaque para a Oroch que saiu de 11º para nono, derrubando a Fiorino para décimo e a L200 ocupando a 11ª posição. Master e HR mantiveram a ponta em seus segmentos, enquanto a Frontier se mantém com vendas bem fracas. (Fonte: Fenabrave)

Confira abaixo os 10 automóveis e 10 comerciais leves mais vendidos na primeira quinzena de outubro de 2017:

Automóveis
Onix - 7.528 unidades / HB20 - 3.681 / Ka - 2.754 /  Prisma - 2.478 / Corolla - 2.463 / Gol - 2.295 / Compass - 1.965 / HR-V - 1.807 / Mobi - 1.762 / Creta - 1.629
Comerciais leves
Strada - 2.281 unidades / Toro - 1.772 / Saveiro - 1.763 / S10 - 1.256 / Hilux - 1.134 / Montana - 683 / Ranger - 619 /Amarok - 563 / Oroch - 448 / Fiorino - 427