Silvânia já se encontra no Presídio Regional de Coroatá

Uma mulher identificada como Silvânia da Cunha dos Santos foi presa em flagrante, nessa terça-feira (11), quando tentava entrar com droga escondida nas partes íntimas no Presídio Regional de Coroatá, a 526 km de Imperatriz, no centro-leste do estado.

A polícia informou que 28 papelotes de maconha estavam depositados em um preservativo masculino e Silvânia foi descoberta durante uma revista de rotina realizada em dia de visita. Ela foi levada para um hospital, onde após passar por um exame de tomografia, foi confirmado que escondia a droga no corpo.
Segundo o delegado Gilvan Lucas de Sousa, responsável pelo caso, Silvânia disse em depoimento que levaria a droga para um namorado preso. “Ela me informou que visitava um irmão lá no presídio e que conheceu esse indivíduo. Após isso, deixou de visitar o irmão e passou a visitar esse indivíduo e ele pediu para que ela comprasse a droga. Inclusive, essa droga foi comprada em Codó para ser levada para ele”, contou.
Gilvan Lucas revelou que a prática de transportar drogas é muito comum nos presídios. “Isso é bastante frequente. Esses traficantes, essas pessoas, elas utilizam as mulheres para que levem essas drogas, para que transporte essas drogas aos presídios, e a polícia está atenta, o Serviço de Inteligência, a direção dos presídios também estão atentos”.
O delegado pontuou que Silvânia da Cunha dos Santos vai responder pelo crime de tráfico de drogas. “Nós autuamos em flagrante por tráfico de drogas e ela está à disposição da Justiça”, finalizou.