Lucas Macedo Oliveira, o ‘Playboy’, foi quem matou Alex

Foi identificado nessa sexta-feira (14) o corpo do homem que foi resgatado do rio Tocantins no fim da tarde do dia 5 de setembro. O homem foi encontrado com as mãos amarradas para trás, sinais de que tinha uma pedra amarrada e que tenha sido morto a tiros e a facadas.

Depois de nove dias como indigente no Instituto Médico Legal de Imperatriz, o corpo foi reconhecido por familiares e se trata de Alex dos Santos Moraes, de 32 anos.
Segundo o delegado Praxisteles Martins, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa - DHPP,  Alex dos Santos Moraes fazia parte de um grupo criminoso que foi preso em operação das Polícias Civil e Militar de Imperatriz, policiais civis do Tocantins e Centro Técnico Aéreo no dia 28 de agosto e depois solto através de audiência de custódia.
O delegado Praxisteles informou a O PROGRESSO que o autor do assassinato de Alex foi Lucas Macedo Oliveira, o ‘Playboy’, um dos dois do grupo criminoso que ficou preso por ter mandado de prisão anterior. Segundo Dr. Praxisteles, eles eram parceiros do tráfico e a motivação para o crime pode ter sido algum desentendimento pontual entre os dois.
Lucas Macedo foi indiciado também por esse crime e foi solicitada a sua prisão preventiva. Quando for decretada, será cumprida na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz-UPRI, onde ele se encontra preso.