Rogério Gonçalves será recambiado para Imperatriz nos próximos dias

Em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Justiça do Maranhão, a Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Palmas, em parceria com a Polícia Civil do Estado do Maranhão (DHPP/MA), prendeu Rogério Gonçalves da Silva, acusado de cometer um homicídio em Imperatriz.

De acordo com o titular da DHPP de Palmas, delegado Guido Camilo Ribeiro, após ter informações de que o acusado residia nesta capital, a Polícia Civil do Tocantins passou a investigar as ações do suspeito. “Realizamos investigações para checar domicílio e rotina e, no momento certo, cumprimos o mandado de prisão”, afirmou.
A prisão de Rogério Gonçalves da Silva foi decretada pelo juiz Armindo Nascimento Reis Neto, já falecido, na ocasião titular da Vara de Execuções Penais da Comarca de Imperatriz, e já com sentença de 11 anos e 8 meses de reclusão. Policiais da DHPP deverão se deslocar para Palmas nos próximos dias para recambiar Rogério de volta a Imperatriz, onde cumprirá a pena no presídio Itamar Guará, por já estar sentenciado.
A Polícia não informou quem teria sido a vítima de Rogério Gonçalves da Silva.