Nelson Bandeira

Nelson Bandeira

Por que não se vota em trânsito?

Esta é uma boa pergunta. O Tribunal Superior Eleitoral não pode fazer nada se não acontecer urgentemente uma reforma política para correção de tantas distorções na escolha de seus representantes e disciplinar o modelo pertinente à eleição.

No Brasil muitos arranjos foram feitos pensando nos seus bem-estares quanto aos métodos de se elegerem... a começar pelo pleito para senador da República - tira do bolso um nome qualquer para receber o mesmo direito se tivesse sido escolhido pelo voto...Very Grateful!

Não obstante, quem deveria assumir a vacância do cargo era o candidato segundo mais ...

leia mais +

Voto consciente

... O futuro está a chegar! Por pouco não se mudou a história política do Brasil... Faltou organização, condições técnicas, o acúmulo de seções para depositar o voto numa URNA só... Tudo isso aconteceu.

Mas uma coisa ficou comprovada: o estilo como se realizou as eleições; sem pressão, sem compincha para azucrinar sua paciência; sem transportes para carregar os eleitores inconscientes, enfim, foi uma demonstração democrática a princípio.

Com outro, porém, eram muitos candidatos para votar, biometria demorada. Aquele que tinha conhecimento como fazer, tudo bem, o outro perdia o VOTO... Calcula-se pelas abstenções.

...

leia mais +

A matriz com o velho cruzeiro

Sempre se tem farejado com pessoas interessantes sobre a história que passou, apesar de poucos, se relembrem da tão grata e esticada Imperatriz...

Especialmente, quando se aproximam as comemorações dos festejos da padroeira de Santa Teresa D’Ávila, partindo de 06 a 15 de outubro que se segue no tempo pelo calendário gregoriano.

São lembranças remotas que se conserva na memoria... triste é não ter passado para recordar.

(“”) A paróquia foi fundada em 20 de maio de 1884; o padre Antônio Pértile abençoou e inaugurou a Igreja Matriz de Santa Teresa (sic)...

...

leia mais +

Vamos do laico ao sistêmico?!...

...Sim. Vamos sintonizar primeiramente a história para se voltar à sala de aula para decifrar os significados destes vocábulos da língua portuguesa, antes, porém...

Como é de praxe, fazendo as corriqueiras andadas na “pista” que dá acesso ao aeroporto local, onde o Rotary Clube presenteou e destinou uma academia ao ar livre para o pré-aquecimento desses caminhantes...

Que, infelizmente, o poder público não teve a sensibilidade de mandar pelo menos varrer a pista que está coberta de areia, já que não vai recuperá-la. Aliás, parece que aquela avenida não pertence ao município.

leia mais +

Perderam a credibilidade

As grandes nações mundiais não podem viver sem seus representantes escolhidos através de um “certame popular” para instituir governos e respectivos congressos: Senado e Câmara Federal (relacionam-se às funções e fiscalização dos outros poderes). Principalmente e, assim, simultaneamente.

- Cada país tem um sistema eleitoral para ser seguido e respeitado; aqui no Brasil, a metodologia é abstrata enquanto processo; é aquilo que é de difícil compreensão, indicam hipoteticamente pessoas para sucessão, no caso como suplente de senador, sem ser votado, declinando para o verdadeiro “feudo familiar” que contraria o princípio básico.

- Outro: quem ...

leia mais +

A reciprocidade de compromisso

Hoje tomo a liberdade para falar de uma instituição cuja logomarca é FIEMA: fundada em 26 de novembro de 1956, tendo como seu primeiro presidente Haroldo Cavalcanti e seguidamente Alberto Abdalla, Jorge Mendes e atualmente Edilson Baldez das Neves.

Todavia, não desmerecendo as qualidades, dedicações, características administrativas do passado, enfim, as boas performances de seus respectivos mandatos e que foram relevantes. É fato.

Cada um tem sua maneira de conduzir e sistematizar sua logística de comando; como representar, planejar, atribuir qualidade de gestão no cerne do compromisso assumido diante de seu colegiado (representantes de ...

leia mais +

Descrença...

Por que nesta época a especulação política é questionada? Em quem acreditar? Condição partidária, sobretudo? Ausência de crença, perda de confiança, fé, sumiço de sentimento... total DESCRENÇA?

Este é o retrato falado da hipocrisia da maioria dos pretendentes a cargos proporcionais e outros majoritários para as eleições de 2018, é uma verdadeira briga de “foice” no escuro.

Infelizmente, de um modo geral, todos exercitam e fazem política, contudo vinculam muito ao discurso ideológico que está colado a uma sigla de certa agremiação vinda da própria escolha.

Eleição é uma das estações do ...

leia mais +

O Narcisismo...

A nação brasileira atravessa uma tempestade insuportável com o mar agitado quanto à política partidária; ao ponto de fitar com o olhômetro (observatório) visual ao NARCISISMO dos presidenciáveis, brigando pelo poder de mando do achacado Brasil.

O que mais se vê é candidato que admira exageradamente de sua própria imagem – uma paixão excessiva – não importando ser ficha suja ou limpa... como assim se olhava o autoadmirador NARCISO da mitologia Grega.

A justiça está indiciando os implicados caso a caso; e sem expectativa de isentar alguém que tenha as características que expresse dignidade, hombridade, honestidade, temperamento que garanta e ...

leia mais +