Nelson Bandeira

Nelson Bandeira

O FIM ESTÁ [SEMPRE] PRÓXIMO...

Meus distintos leitores, a coqueluche do momento é a desgraça do coronaravirus. O mundo está vivendo momentos conflitantes com aparição dessa amaldiçoada enfermidade.

É tanta versão, conceito, diagnóstico, prevenção, enfim, aliando-se com a paralisia e a perda da capacidade de movimentar-se...

Não caia na besteira de “espirrar” que já está contaminando meio mundo... outrora se clamava pelo sinal de saúde.

Outros: O Fim Está [Sempre] Próximo... Fim do mundo é um caso futuro hipotético profetizado. Visão do tempo e do fim que surge do Juízo Final, presente no cristianismo, judaísmo e islamismo.

...

leia mais +

AS PERIPÉCIAS POLÍTICAS...

Caro leitor! Sei perfeitamente que é muito enfadonho falar, escrever, opinar sobre política-partidária, tornando-se numa verdadeira miscelânea de como é composto o amargo prato dessa salada.

O gênero transcrito tem a função sócia comunicativa, em que as peripécias configuram-se, teoricamente, como cultura popular de um povo... os famosos causos dos palanques eleitoreiros.

O padre Antônio Vieira, nos seus tempos idos, pregava: À esquerda (não porque são perigosos, mas porque pregam criação alheia)... ah, tanto faz... e o que não foi, não é.

Hoje, a época continua. (“”) Não há nada de novo ...

leia mais +

ESTOU PROCURANDO ENTENDER

Aproveitando o caminho para procurar entender os motivos que o mercado do “Peixe” de Imperatriz está sendo usado somente 03 ou 04 stands dos 15 construídos.

Esta obra edificada há três anos, aproximadamente, foi um grande “aué” para os poderes que iniciaram e os que terminaram com essa encrenca que durou mais de 14 anos.

Enfim, entregaram, embora faltando o indispensável, que não fez parte do projeto, a “geleira” e/ou câmara “frigorífica”. Os feirantes estão com a razão de explorar o comércio fora de seu domínio útil.                                                                                                                                                                             

Estou procurando cogitar quais ...

leia mais +

CIDADANIA E ASSISTENCIALISMO POLÍTICO

Este assunto é bastante questionado. Entretanto, se mira muito quanto ao exercício das atividades vocacionadas; focando no espaço restrito dos municípios em época de eleições para prefeitos e vereadores.

Por quê? É o chão de futricar votos para governador, senador, deputados federais e estaduais. Isso, sem falar para presidente da República. A chamada base para atrair a simpatia do eleitorado.

Minuciando este imbróglio de natureza procedente do próprio processo político. Cidadania é a parcela de todos que busca o bem-fazer beneficente com igualdade.

Já o Assistencialismo Político possui seus extremos de fragilidade ...

leia mais +

RESUMO FINAL DA FOLIA

Fecharam-se as cortinas e terminou o espetáculo carnavalesco de 2020 da Confraria do “Olimpão” com muita paz harmonia e respeito de todos.

O confrade-mor se fez presente em todo o momento com seus 93 anos de idade, atento para todos os detalhes da folia.

A “Bagaceira”, grupo musical de origem da casa, animou com muita alegria e simetria todos os dias de festança. Pela qual, hipotecamos a estes artistas nossa penhorada gratidão.

Todavia, reconhecer e distinguir algo de alguém, não pelas palavras, mas sim pelas ações; por isso nos reportamos ao Mauro, ...

leia mais +

MEU, MEU, MEU...

... Eleitor. O candidato “PROMETEU” chegou. Prometendo o que não é Teu. Existe fase distinta para que este coro sonoro e ganancioso seja ouvido pela população de sua região.

O calendário sinaliza para o contexto eleitoral que ocorre em quatro e quatro anos. Lembrando: em tempo de eleição até vaca desconhece o bezerro.

São três tipos de confrontação: presidente, governador e prefeito. Neste ano é a vez municipal; onde serão escolhidos pelo voto dos eleitores de sua respectiva cidade os novos prefeitos e vereadores.

Cada refrega renasce uma esperança pelo acerto. O ...

leia mais +

QUEM NÃO CRIA COPIA...

Com direito ao introdutório: Quem escreve e preza literatura que engloba os diversos tipos de textos segundo sua forma de conteúdo, com o intuito de satisfazer o desejo da alma e da espiritualidade intermitentemente, está presente na vivência do dia a dia...

O feijão com arroz é o surrealismo. Isso quando se busca no impulso, utópico, do subconsciente. As outras são características momentâneas e expostas à realidade.

Quando sintetizo Pe. Antônio Vieira é por admiração como filósofo, teólogo, orador, escritor, que na vida peregrina escreveu e fez mais de 200 sermões, dos quais revela ...

leia mais +

ACII EM BUSCA DE RESULTADO

Prender sua trajetória é furtar-se de escrever seu contexto sua versão sobre uma série de fatos interessantes.

Esta entidade classista foi fundada em fevereiro de 1960. Com ajuda inconteste à época do prefeito em exercício Raimundo de Morais Barros e de seus ativos comerciantes.

Cultivado com o devido valor bem pensado na criação, para estimular, crescer e “aquecer” o comércio e a indústria da região; tão carente de uma representação de peso e de boa significância para buscar os resultados positivos.

A atual diretoria da ACII, imbuída além da responsabilidade em conduzi-la ...

leia mais +