Informação

Para tomar a decisão sobre em que votar, 84% dos eleitores vão se informar pela imprensa (TV, rádio, jornais e revistas e sites de notícias) e 26% vão utilizar as redes sociais (Facebook, Instagram, WhatsApp, Twitter etc.). É o que revela a pesquisa do Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nessa quinta-feira (02). De acordo com os números, apenas 5% disseram que vão utilizar as redes sociais como única fonte de informação, ou seja, as fontes tradicionais de notícias são as mais confiáveis pelo eleitor na obtenção de informações sobre os candidatos e suas propostas: 71% utilizam pelo menos um desses meios de comunicação. E chega a 84% quando se soma a esse grupo os jornais e canais/portais de notícias na internet.

Fontes

Redes sociais e blogs são utilizados como fonte de informação sobre os candidatos por 26% dos eleitores, mas apenas 5% utilizam as redes como fontes exclusivas. Dos que utilizam as redes sociais para se informar, mesmo que em conjunto com outros veículos, 25% confessam que raramente ou nunca verificam a veracidade das informações recebidas. Outros 46% sempre verificam e 29% verificam às vezes.

Outras

São apontados ainda como fonte de informação as conversas com parentes e amigos (10%), reuniões na igreja (3%), na associação de moradores (3%) e em sindicatos/associações profissionais (2%). Apenas 6% dos eleitores disseram que vão se informar sobre os candidatos pela propaganda eleitoral e propaganda de partidos políticos.

Aprovação

Contra números não há argumentos, o imperatrizense nunca esteve tão confiante em seu prefeito como nos dias de hoje. Assis Ramos, MDB, eleito em outubro de 2016 com 29,1% dos votos, hoje é aprovado por 67,8% da população, numa evolução de 133 pontos percentuais obtidos dentro dos seus 19 primeiros meses de administração, conforme avaliações feitas no período, três de responsabilidade da Escutec e uma do Instituto Galaxy.

Apoio

"Tenho um imenso prazer em fazer parte na Câmara Municipal da base de apoio ao prefeito Assis Ramos. Praças e ruas recuperadas, a cidade mais limpa, trânsito organizado, assim como a saúde e educação recebendo toda atenção do nosso gestor, para atender aos anseios do nosso povo." Do vereador Chiquim da Diferro sobre apoio a Assis Ramos.

Fakes

Durante entrevista ao Programa Câmara Debate, da TV Câmara, o deputado federal Hildo Rocha voltou a defender a criação de leis específicas para disciplinar a divulgação e compartilhamento de notícias falsas, as famosas fake news. "Desde que o mundo é mundo existe notícia falsa. Só que antigamente para uma notícia chegar ao conhecimento de todas as pessoas demorava anos e hoje chega em fração de segundos".

Vacinação

O deputado citou um caso recente em que a divulgação de notícias falsas induziu pais e mães a não fazerem a vacinação dos filhos contra sarampo e outras doenças. Como aconteceu? Em 1998, o médico Andrew Wakefield publicou estudo que relacionou a vacina contra sarampo-papeira-rubéola (MMR) ao autismo. A divulgação, feita pela revista científica The Lancet, gerou controvérsias. Depois que ficou comprovado o equívoco, a editora publicou retratação.

Veículos

Nos seis meses de 2018 foram comercializados no Maranhão 16.908 automóveis comerciais leves, um aumento de 17,47% na comparação com igual período de 2017, que teve 14.394 unidades comercializadas. Os números são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Em julho foram 2.733, uma variação de 25,14% na comparação com junho, quando foram vendidos 2.184 desses modelos. Na soma geral, foram 45.061 veículos em 2018 contra 45.734 do ano passado.