Definidos os grupos

Há um ditado antigo: "é com o início da caminhada que as abóboras se acomodam na carroceria". Este exemplo serve para definir o início das articulações políticas para as eleições do ano que vem. Há em Imperatriz e pode-se descartar três lideranças e grupos. Um do prefeito Assis Ramos, um do Madeira e outro do Ildon. O que os dois últimos fizeram foram em torno dos seus projetos pessoais e pela sobrevivência na vida política. Madeira sabia que dentro dos dois grupos não teria assento no banco na janela e, por isso, decidiu ampliar seu grupo. A mesma coisa com Ildon, que sabe de antemão que seria difícil, como será, mas pelo menos terá reforço em sua pretensão de se eleger deputado federal. E, por último, Assis Ramos, que hoje está comandando a segunda maior cidade do estado e sabe que não poderá descuidar. Por isso mesmo, estará com toda a força apoiando os candidatos do PMDB e tentando eleger seus candidatos a deputado. Nada mais natural o que esses homens públicos fizeram e ainda vão fazer em torno do fortalecimento político deles e dos seus grupos.

Divisão

Uma pena que, nesta visão, eles não pensaram que a divisão poderá render prejuízos para a cidade, que mais uma vez vai correr o risco de não eleger nenhum representante em Brasília. Temos 150 mil eleitores, sendo que destes pouco mais de 120 mil votam e a tendência é que tanto Ildon como Madeira conquistem em torno de 30 mil votos, que se fossem para um único, daria 60 mil, ou seja, uma larga vantagem para ser eleito. Dividindo os votos, ambos terão que cair em campo para completar o total.

Não sou

Ontem, o delegado e secretário de Segurança, Jefferson Portela, anunciou que não será candidato a nenhum cargo no ano que vem. A sua saída do processo ocorreu depois de uma conversa com Flávio Dino, que recomendou ou mandou ele desistir. A desistência faz parte dos planos do comunista de melhorar as coisas para seu atual vice-governador, Carlos Brandão, depois que ele perdeu o comando dos tucanos e vai tentar ser eleito deputado e ainda para proporcionar melhorias para Márcio Jerry.

Cidadania

Mal assumiu o comando do time do Imperatriz, o empresário Adauto Carvalho, mais conhecido como Adauto do Baratão, teve aprovada ontem sua indicação pelo vereador João Silva para receber o título de Cidadão Imperatrizense. Todos os vereadores presentes ao plenário votaram a favor da homenagem. Alguns, inclusive, brincaram, dizendo que agora talvez ele possa levar o time a ser campeão e com mais vontade.

Candidata

Por outro lado, amanhã, 10, sua filha Mariana Carvalho se filiará ao Podemos, oportunidade em que será empossada na presidência da Juventude Regional do partido. O evento de filiação ocorrerá no auditório da OAB e deverá contar com as presenças das lideranças do Podemos, como a pré-candidata a governadora Maura Jorge e o deputado federal Aluísio Mendes. Será às 19 horas. Começa a pré-campanha dela como pré-candidata a deputada estadual.

Abastecimento

O deputado estadual Léo Cunha (PSC), ao lado do prefeito de Campestre do Maranhão, Valmir Morais (PT), inaugurou, no último domingo (9), o sistema de abastecimento de água do povoado Cabeceira Grande, zona rural do município. Participaram do momento o vice-prefeito Mazão Oliveira, vereadores, secretários municipais, lideranças locais e a população.

30 anos

Após uma espera de mais de 30 anos, em meio a muitas lutas, a população do povoado agora tem dentro de suas casas água encanada de qualidade. O deputado Léo Cunha tem participação direta nesta conquista ao destinar recursos por meio de emenda parlamentar para a construção da obra e encaminhar indicações solicitando o sistema de abastecimento para a localidade.

Feliz

"Estou extremamente feliz em poder colaborar diretamente com essa conquista. Ao destinar os recursos para realização dessa obra, eu tinha a certeza que essa população teria sua vida transformada. Nossa missão continua, lutando e viabilizando obras como essas em mais lugares que precisam", destacou o deputado Léo Cunha.