Atualidades

Atualidades

“Estórias” de um presidente

Este é o título do livro do saudoso e brilhante coronel HERNANI D’AGUIAR, que abdicou de sua promoção a general para dar assistência permanente ao presidente COSTA e SILVA, como chefe de seu Gabinete Pessoal, desde a grave enfermidade até à morte.

O militar tinha sido anteriormente, de 1967 a 1969, o primeiro Assessor Chefe de Relações Públicas da Presidência da República, desfrutando da intimidade do Marechal.

Àquela época, a lealdade era considerada um apanágio dentre as virtudes castrenses e D’AGUIAR foi exemplar na sua observância.

Ficou ao lado de seu chefe ...

leia mais +

Números impressionantes!

ANCELMO GOIS divulgou em sua coluna que o custo da corrupção em obras públicas, entre 1970 e 2015, chegou à mega cifra corrigida de 2,1 trilhões de reais e que o sobrepreço médio atingiu a 35% nos anos mais recentes.

Até março de 1985, término dos governos militares, este percentual deveria ser mínimo porque o Serviço Nacional de Informações (SNI) impunha medo e respeito. Tinha representações em todos os Ministérios e nas empresas vinculadas, inclusive na PETROBRÁS, com a missão precípua de acompanhar eventuais movimentos subversivos e de detectar desvios de dinheiro público.

SARNEY ...

leia mais +

Ministros militares na nova República

Pela situação caótica do País em termos morais, éticos, econômicos, políticos, corrupção generalizada e insegurança total, segmentos da população têm sugerido a intervenção militar.

Porém, o caminho não pode ser este!

A solução não é fácil, mas tem de ser encontrada na Constituição como preconizam as pessoas equilibradas.

Em 2001, os professores MARIA CELINA D’ARAÚJO e CELSO CASTRO, da conceituada Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizaram o livro “MILITARES E POLÍTICA NA NOVA REPÚBLICA” à base de entrevistas com os principais dirigentes fardados entre 1985 e o primeiro Governo de FERNANDO HENRIQUE CARDOSO ...

leia mais +

Para recordar!

Em 1993, o saudoso Dom LUCAS MOREIRA NEVES, então Cardeal - Arcebispo de SALVADOR/BA e primaz do BRASIL, fez uma crônica de enorme repercussão nacional contra as TVs, preocupado com a proteção de seu grande número de fiéis e de admiradores. Na ocasião, recebeu o incondicional apoio do povo e de autoridades locais, civis e militares.

Plagiando, como afirmou, somente o título de ÉMILE ZOLA, o “ J’ ACCUSE !” soteropolitano também foi de grande veemência.

Em 1898, ÉMILE enviou carta ao Presidente da FRANÇA por estar indignado com a injusta condenação do Capitão ...

leia mais +

Perfídia!

É incontestável que o instrumento da delação premiada trará incomparáveis benefícios ao país - jamais vistos anteriormente - no combate à corrupção.

Muita coisa podre escoou por este esgoto fedorento mas, como temos afirmado desde antes do impedimento de DILMA, a sucessão de escândalos está longe de terminar. É só aguardar!

A compra de votos para reeleições, o mensalão, os dólares na cueca e os “mal feitos” na PETROBRAS foram, somente, prenúncio da desfaçatez que se institucionalizou em governos de diferentes níveis, envolvendo presidentes, ministros de Estado, governadores, prefeitos, empreiteiros, servidores e centenas de ...

leia mais +

Sangrias bilionárias!

Após a delação estarrecedora dos marqueteiros JOÃO SANTANA e MÔNICA MOURA, alguém ainda duvida da existência do famigerado CAIXA DOIS em nosso país? Os empreiteiros e centenas de outros envolvidos nos esgotos da corrupção também o reconhecem, admitem sua responsabilidade e alguns chegam a pedir desculpas à população. Somente os políticos ainda não fizeram a sua “ mea maxima culpa”. Não é crível que desconheçam tal distorção e o corporativismo os une neste “mal feito”.

Desde quando existe esta sarna na política nacional? Por que nunca foi denunciada?

Será que este crime ocorria à ...

leia mais +

Segurança pública pede socorro

Trezentos agentes  da Força Nacional  se juntaram a outros 125 que já estavam de reforço ao Rio de Janeiro  diante do gravíssimo problema de segurança pública que vem impactando o Estado.

 Na sua capital, as facções criminosas e milícias dominam  comunidades carentes, o tiroteio é diário, a morte de inocentes e de policiais é crescente, cerca de 30 escolas  são impedidas de ministrarem aulas, ônibus são incendiados, os assaltos se banalizaram e a população está acuada.

A estratégia da presença priorizada pelo programa fracassado da Unidade Pacificadora de Polícia(UPP) elenca  a necessidade de recursos ...

leia mais +

Penas alternativas

Não é de hoje que temos nos manifestado contra privilégios absurdos que têm sido concedidos aos possuidores de “colarinhos brancos” e de polainas de luxo.

É inadmissível que delatores sejam beneficiados com a redução da sétima parte da pena e ainda desfrutem de prisão domiciliar usando tornozeleiras eletrônicas, após jogarem no lixo seus amigos-comparsas com quem surrupiaram dinheiro da União durante décadas.

Aqueles que tiram do pobre recursos que poderiam ser destinados à saúde, educação e segurança, deveriam ser enquadrados nos crimes hediondos.

De que adianta colocá-los na cadeia para, poucos anos ...

leia mais +