Atualidades

Atualidades

Conhecendo o inimigo

Tradicionalmente e desde priscas eras, os fatores da decisão em situação de guerra ou conflito são os seguintes: missão a cumprir, poder do inimigo, condições do terreno ou ambiente do confronto e os meios para enfrentar o oponente.

Recentemente, surgiu um novo fator de fundamental importância para a decisão do chefe: o apoio da população local.

Inúmeros índices negativos demonstram a caótica situação de generalizada insegurança pública e privada no Brasil.

Em 2016, foram registradas 62.517 mortes violentas sendo a taxa de mortalidade por 100mil habitantes 30 vezes maior do que a ...

leia mais +

Milicianos e traficantes

Inicialmente, por alguns anos, as milícias foram aceitas pelas autoridades policiais como uma forma de neutralizar os traficantes de armas e drogas, proporcionando relativa segurança à população de comunidades carentes que as apoiavam e aceitavam as suas imposições que foram se tornando cada vez maiores.

Fortalecido, o tráfico passou a enfrentar a milícia e disputar a liderança de território dando margem a confrontos com tiroteios generalizados que ceifam a vida de inocentes.

O “imposto do terror”, cada vez mais elevado, é muito lucrativo e estimula o litígio entre os criminosos.

Não satisfeitos ...

leia mais +

Liderança e a greve dos caminhoneiros

A liderança é indispensável e essencial em qualquer tipo de organização.

Antigamente, dizia-se que o líder já nasce feito. Atualmente, está comprovado que a liderança se aprende e se aperfeiçoa com o passar dos anos, com treinamento e observância de seus mandamentos.

Dentre os principais estilos de liderança, existem a autocrática, a democrática e a liberal.

Em determinados momentos e dependendo da dificuldade da situação, o líder devidamente preparado pode modificar o seu estilo.

O exercício da autoridade tem grande influência no perfil do líder.

Na liderança autocrática ...

leia mais +

Delação premiada e traição

A proliferação e a glamorização de delações premiadas terão reflexos, como já registramos anteriormente, na educação das crianças e adolescentes.

Na minha geração e nas anteriores, o “dedo duro” era repelido pelos colegas e não desfrutava de bom ambiente no meio escolar. Agora, os educadores deverão dar novo enfoque à formação do caráter de seus alunos neste particular.

O coronel português Joaquim Silvério dos Reis, falido pelos altos impostos cobrados pela Coroa, aceitou participar da Inconfidência Mineira sob a liderança de Tiradentes, em1788 e 1789. Diante da promessa de ter sua dívida perdoada, não ...

leia mais +

Sequestro

Vivemos em clima de insegurança generalizada e de tensão permanente diante do vertiginoso aumento da criminalidade e da audácia de seus atores diante dos órgãos de repressão. Chegam a desafiar os integrantes das Forças Armadas e os resultados da intervenção militar no Rio de Janeiro têm sido inferiores ao esperados diante do custo/benefício.

Há necessidade de mantermos um permanente estado de prontidão onde as medidas preventivas coletivas e individuais tornam-se cada vez mais necessárias.

Os criminosos aproveitam as facilidades e limitações da segurança. Normalmente, realizam seus ataques a pessoas isoladas e com lenta capacidade ...

leia mais +

A inteligência no Brasil

Em 1927, Washington Luiz criou o Conselho de Defesa Nacional (CDN) para coordenar as informações relativas à “defesa da Pátria”. Pode ser considerado um marco nos primórdios da Inteligência, mas não teve condições de prever a ascensão de Vargas e a implantação da ditadura.

Em 1934, em pleno regime de exceção, foram criadas as Seções de Defesa  nos Ministérios Civis vinculadas ao CDN. De certa forma, é o mais antigo ancestral do atual Sistema Brasileiro de Inteligência. Também não foi eficaz na detecção dos movimentos subversivos que deram origem à Intentona Comunista. Após a declaração de ...

leia mais +

“Militares e políticos na nova República”

Este é o título do livro organizado por dois conceituados pesquisadores da Fundação Getúlio Vargas à base de depoimentos de ministros militares, cuja primeira edição ocorreu em 2001.

Segundo consta na Introdução, o Chefe da Casa Militar de Collor foi o único que se recusou a ser entrevistado apesar de “repetidos apelos”, dando margem a diferentes interpretações. Prevaleceram as manifestações de apoio à sua atitude principalmente após a divulgação dos relatos.

A obra teve grande repercussão na época, principalmente no ambiente castrense, e merece ser relida justamente no momento em que parcela expressiva da ...

leia mais +

“Policial Caroline presente!”

Um casal de policiais! Ela Caroline Plescht, casada com um Sargento da Polícia Militar, ambos servindo em Santa Catarina.

Aproveitando os raros momentos de lazer, ficaram em pousada no litoral do Rio Grande do Norte para desfrutar de suas belezas naturais.

Lá, como no Rio de Janeiro, o índice de criminalidade é enorme.

Reconhecidos por criminosos nojentos, foram baleados no interior de uma pizzaria.

Ela foi mortalmente atingida por um tiro no peito e o Sargento, também alvejado, continua em estado grave internado em hospital local.

Antes do ...

leia mais +