Este colunista e o jornalista Altair Albuquerque, diretor da Texto Comunicação Corporativa (SP)
Os jornalistas que participaram do Road Show 2018 posam para foto após visita à Agro-Pecuária CFM, em Magda (SP)

Road Show 2018 – Parte II

Espetacular. Com esta palavra poderia definir como foi o 12º Road Show (apresentação ou evento para divulgação de empresa ou de seus produtos em outras praças) para Jornalistas de Agronegócio, realizado de 12 a 16 de março em São Paulo e Minas Gerais. Foi uma experiência maravilhosa estar ao lado de jornalistas dos principais órgãos de comunicação do país que tratam de agronegócio. E mais: pelo segundo ano consecutivo o Conexão Rural foi o único programa rural do Pará convidado para o evento. Isso demonstra que o programa que produzo e apresento há mais de seis anos em Parauapebas (PA), atualmente veiculado pela Rede TV às 9h30 de domingo, com reprise no sábado no mesmo horário e transmissão ao vivo pelo Facebook da Rede TV, extrapolou as fronteiras do Pará graças ao You Tube e as redes sociais. Como já disse aqui na coluna, nós recebemos informações de várias empresas e entidades do agronegócio, com destaque para a Texto Comunicação Corporativa (SP), que atende diversas grandes empresas ligadas ao agro.

A viagem foi longa, mas bem interessante. Começamos o Road Show na segunda-feira (12) conhecendo a Central de Selagem de Vacinas contra Aftosa, em Vinhedo (SP); na terça-feira visitamos pela segunda vez a Fazenda São Francisco, em Magda (SP), pertencente à Agro-Pecuária CFM, a maior empresa vendedora touros nelore do Brasil. Ainda na terça-feira conhecemos o sistema de confinamento boitel Ribas, em Guarantã (SP), com o apoio da Associação Nacional de Pecuária Intensiva (Assocon). No sistema boitel a dona da fazenda aluga suas terras e o pecuarista paga pelas diárias para usar o confinamento. E na quarta-feira visitamos, também pela segunda vez, a Fazenda Santa Ester, em Silvianópolis (MG), que pertence à Casa Branca Agropastoril, a maior criadora das raças Angus, Brahman e Simental.

Na quinta-feira, dia 15, visitamos a Fazenda Colorado, localizada no município de Araras (SP), a maior produtora de leite do país, com 77 mil litros por dia. São 1900 vacas em lactação; 350 vacas ordenhadas por hora, em três ordenhas diárias.

O Road Show para Jornalistas de Agronegócio terminou na sexta-feira (16) com visita à empresa Benafrutti, em Osasco (SP), e em contato com representantes da empresas Genesis Group e PariPassu, líderes em soluções de rastreabilidade e conformidade para a melhoria e o desenvolvimento da cadeia produtiva de alimentos seguros e de qualidade.

E fechando a programação fomos até a sede da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), na Rua Riachuelo, no centro de São Paulo, para uma conversa com o novo presidente da entidade, pecuarista e médico Nabih Amin El Aouar. Ele disse que sua meta é fortalecer as associações de Nelore nos estados.

Nossos agradecimentos ao jornalista Altair Albuquerque, diretor da Texto Comunicação Corporativa (SP), pelo convite para participarmos de mais um Road Show para Jornalistas de Agronegócio em São Paulo e Minas Gerais.

BOVELA

Durante a visita dos jornalistas do Road Show, a Boehringer Ingelheim Saúde Animal, uma das líderes mundiais em saúde animal, anunciou o lançamento da vacina Bovela®, a aliada mais eficaz no combate à Diarreia Viral Bovina (BVD).

A BVD é uma das doenças mais perigosas da pecuária mundial. Segundo a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE), trata-se de uma das enfermidades que mais causam impactos negativos na produção de carne e de leite em diversos países, incluindo o Brasil, onde há casos em todos os estados.

Fazenda Colorado/Leite Xandô

A história da Xandô faz parte da história da Fazenda Colorado, responsável pela produção do leite que a Xandô comercializa. Tudo começou em 1872, quando ainda se chamava Fazenda Bom Jesus, em Araras (SP).

Em 2006, foi instalada a ordenha mecânica mais moderna da época. Em 2011 a evolução continuou e foi construída área de confinamento para 1.600 animais com sistema de iluminação e “cross ventilation” (ventilação cruzada), proporcionando ao rebanho um ambiente mais confortável, diminuindo o estresse dos animais e, consequentemente, aumentando a produção de leite. No ano seguinte, a Xandô implantou uma nova ordenha, no formato carrossel, com capacidade para 72 vacas simultaneamente.

Em 2013, a Xandô inaugurou uma nova instalação de 34.000 mil metros quadrados em um prédio equipado com moderno laboratório, centro de monitoramento, controle dos animais e docas para carregamento de produtos. Já na central de distribuição, os caminhões são carregados e seguem para os pontos de venda em menos de 12 horas após a ordenha. Atualmente, são 1.900 vacas holandesas em lactação, puras de origem, que chegam a produzir 77 mil litros de leite todos os dias.

Nelore Fest

Na sexta-feira à noite, em São Paulo, foi realizada a grande festa dos criadores de Nelore do Brasil.

A Nelore Fest é um evento promovido pela Associação dos Criadores de Nelore do Brasil com o propósito de confraternizar os criadores, celebrar as conquistas e premiar aqueles que se destacaram ao longo do ano. O evento marca o encerramento do calendário anual de atividades da raça nelore, mas a festa do ano passado foi transferida para o dia 16 de março de 2018, porque teve eleição para a nova diretoria da entidade.

A festa reúne os grandes nomes ligados ao agronegócio, em especial, à atividade pecuária brasileira. São cerca de 400 convidados, entre os quais a elite dos criadores, os grandes invernistas e confinadores, além de lideranças do setor.

Na noite de gala do nelore brasileiro, foram entregues os troféus aos grandes campeões do ranking nacional e de todos os rankings regionais. Receberam também suas premiações os vencedores do circuito Boi Verde de Julgamento de Carcaças. As homenagens com o troféu Nelore de Ouro – o Oscar da Pecuária – completaram a programação do evento.

Na região Norte, a Associação Nacional de Criadores de Nelore tem como representante a Nelore Regional Maranhão.

E o vencedor da região Norte foi a Igarapé Agropecuária, de Igarapé Grande, no Maranhão. O troféu foi entregue pelo diretor da Nelore Rio de Janeiro, Valdeci Terra, ao representante, no evento, da Igarapé Agropecuária, Luiz Adilson Bom, presidente da Nelore Rio. (Com informações da Texto Comunicação Corporativa – SP).

A Fazenda Igarapé se dedica à criação de gado Nelore

Seu núcleo de animais registrados se destaca pela alta qualidade genética, já tendo a Fazenda Igarapé sido eleita inúmeras vezes como Melhor Criador e Expositor nas principais exposições do Meio Norte, além de ter produzido inúmeros Grandes Campeões.

Seus tourinhos melhoradores e vacas registradas são altamente cotados e muito procurados pelos criadores do Maranhão, Piauí e demais estados do Meio Norte.
A Fazenda Igarapé também se dedica à produção de carne em ciclo completo, com base em um rebanho Nelore selecionado há mais de 25 anos, com direcionamento para fertilidade e precocidade de idade de abate, criado exclusivamente a campo.
Com os diversos convênios firmados com universidades, escolas profissionalizantes e empresas do agronegócio, além dos inúmeros cursos que promove, a Fazenda Igarapé tornou-se um centro de pesquisa e de irradiação de novas tecnologias e manejos. A Agropecuária Igarapé conta hoje com 500 cabeças de rebanho registrado Nelore  PO (animais de primeira linha que têm selos e certificados de entidades que comprovem essa qualidade) e um rebanho comercial de 4.500 cabeças. (Fonte: site oficial da Agropecuária Igarapé)

Boa semana a todos e até quarta-feira, com saúde e paz.