Na defesa

O governador Flávio Dino (PCdoB) voltou a sair em defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, preso desde abril. Sobre a polêmica decisão do desembargador Rogério Favreto pela soltura do petista, e que não foi cumprida por determinação do desembargador João Pedro Gebran Neto, o governador disse que “no tempo em que havia alguma consistência e coerência no Direito aplicado no Brasil, somente órgão colegiado do TRF 4ª Região poderia revogar ordem de habeas corpus deferida por desembargador.  Com a ultrapolitização da Justiça, aí temos esse  vale-tudo deplorável. Nesse mesmo tempo passado, um juiz de 1º grau não impedia cumprimento de decisão do Tribunal de 2º grau. Qualquer que fosse ela, certa ou errada. Em 28 anos de atuação profissional, jamais vi coisa igual”. Ao defender uma decisão como a de Favreto, o ex-juiz federal parece estar na contra-mão do que pensa a grande maioria dos operadores do direito. Mas devemos entender que está apenas fazendo jogo político, afinal, sair em defesa de Lula em um estado com um significativo número de adeptos, não é nada mal...

Manifesto

Nove governadores assinaram um manifesto em defesa da soltura de Lula. “...A condenação do Presidente Lula se deu de forma contrária às leis brasileiras e à jurisprudência de nossas cortes superiores. A decisão condenatória foi proferida por magistrado desprovido de competência legal, cujas condutas têm revelado, reiteradamente, total ausência de imparcialidade. Basta lembrar da divulgação ilegal de diálogos telefônicos mantidos pelo Presidente Lula, que foi prontamente rechaçada pelo Supremo Tribunal Federal... Lula, como todos os brasileiros, não pode ser beneficiado por privilégios ilegais. Mas também não pode ser perseguido, como evidentemente tem sido, diz um dos trechos da nota, assinada pelos governadores  da Bahia, Paraíba, Piauí, Sergipe, Minas Gerais, Acre, Pernambuco, Ceará e Maranhão.

Homenageado

O engenheiro agrônomo Lourenço Vieira da Silva esteve visitando Imperatriz no final de semana. Ele foi  homenageado pelo Sindicato Rural de Imperatriz. O Parque de Exposições leva o seu nome. Lourenço comandou o Incra e outras órgãos federais e estaduais. Ajudou a viabilizar o parque de exposições na Leôncio Pires Dourado, antiga Rua Cumaru, e depois na BR-010. Ele destacou o esforço de alguns agropecuaristas, entre os quais Ribamar Bezerra e os irmãos Sebastião e Antonio Régis.   

Mobilização 

Os pré-candidatos e partidos já começam a se movimentar para as convenções, que pelo calendário eleitoral vão de 20 de julho a 5 de agosto.  Pré-candidatos de Imperatriz mobilizam correligionários e simpatizantes para irem à capital. Serão dezenas de ônibus. A coligação liderada pelo PCdoB do governador Flávio Dino realiza convenção no próximo dia 28. Aliados do pré-candidato a deputado federal Ildon Marques (PP) já estão se preparando para participar do importante momento para o processo eleitoral, em que os partidos oficializam os seus candidatos.   

Assim é 

Grande parte das pessoas cobra tanto do poder público mas não faz a sua parte. A prefeitura retirou do riacho Bacuri uma “carrada” de entulho de construções. Além de ajudar a acabar de “matar” o riacho, contribui para o alagamento de residências no período invernoso. Se não houver a contribuição  da sociedade, o poder público dificilmente conseguirá deixar uma cidade melhor.  

Cadê?

Prometidos no dia 14 de junho para “daqui a uma semana”, até agora, 10 de julho, ainda não foram reabertas as 20 UTI’s que foram fechadas pelo governo do Estado em Imperatriz. A promessa foi feita pelo secretário de Saúde, Carlos Lula, durante audiência pública na Câmara Municipal.