Derrotas

O prefeito Assis Ramos sofreu duas derrotas na Câmara Municipal, ontem, durante a votação de matérias de interesse do Executivo. Os vereadores derrubaram o veto do prefeito a um projeto do vereador Zesiel Ribeiro e suspenderam o decreto sobre a tão polêmica “Faixa Azul”. A Câmara havia aprovado um projeto autorizando o Executivo a criar a “Faixa Azul”. Depois o prefeito baixou decreto estabelecendo os locais. E aí surgiu o imbróglio. Os vereadores, em quase sua totalidade, acharam um absurdo a abrangência. “A cidade vai ficar toda azul”, protestou o vereador Adhemar Jr. O secretário de Trânsito foi chamado para uma audiência pública, que não surtiu efeito. Nada mudou. Os vereadores querem que a medida atinja apenas ruas do Centro, próximas ao setor comercial, e que donos de lojas e comerciários não paguem pelo estacionamento. Os vereadores cobraram do prefeito um diálogo com a Câmara para que novo decreto seja feito. E é isso que vai acontecer. Algumas horas depois da votação, Assis Ramos divulgou nas redes sociais que “a ação da Câmara foi correta. Referido assunto tem que ser mesmo discutido. O decreto foi muito abrangente. Editarei outro em conjunto com os edis”. Agora é aguardar.

Minoria

No início do mandato, o prefeito Assis Ramos tinha ampla maioria na Câmara. Depois foi perdendo apoio gradativamente. Hoje não consegue aprovar projetos polêmicos, que supostamente causariam desgaste não apenas a ele como também aos vereadores. Ontem, foi um exemplo. “Não vou perder votos por causa de dois reais”, afirmou o vereador Ditola Castro, referindo-se à implantação da “Faixa Azul”. Na verdade, Assis Ramos começou a perder apoio depois que passou a tomar algumas decisões “amargas”, inclusive com demissões de servidores, muitos deles ligados a vereadores.

E...

Alguns vereadores destacaram nos seus pronunciamentos que não está havendo diálogo do prefeito com a Câmara, daí o surgimento de impasses que geram uma posição contrária aos interesses do Executivo. Isso tem causado prejuízo à cidade. Agora o que não pode é vereador querer colocar “faca” no pescoço do gestor, uma prática antiga que não cabe mais nos dias atuais.

Olha aí

No início da semana espalharam nas redes sociais que o prefeito Assis Ramos havia perdido o cargo de delegado da Polícia Civil. Ontem, ele divulgou cópia do Diário Oficial comprovando a sua aprovação no concurso. Assis prometeu processar pessoas que divulgaram a notícia. - É o documento que faltava para instruir a devida ação judicial por danos morais contra meus “amiguinhos e amiguinhas”, escreveu o delegado-prefeito nas redes sociais.

Royalties

Ontem o presidente da República, Michel Temer, assinou dois decretos que atualizam o Código de Mineração e trazem novas regras para a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). O decreto regulamenta distribuição de 15% da CFEM para municípios impactados, prevista na Lei 13.540/2017. Esses municípios não são produtores, mas são impactados pelo transporte, embarque e presença de instalações industriais em seu território. Vinte e três municípios do Maranhão deverão ser beneficiados. A prefeita Karla Batista, de Vila Nova dos Martírios, é presidente do Consórcio Intermunicipal Multimodal. O senador Roberto Rocha parabenizou a presidente. “O trabalho e esforços dela são recompensados hoje”, afirmou.

Violência

Levantamento realizado pela Secretaria de Assuntos Estratégicos do Governo Federal e divulgado pelo Bom Dia Brasil, ontem, mostra que São Luís tem números similares de homicídios entre os jovens de países extremamente violentos, como Venezuela, Jamaica e Honduras. Fortaleza, Belém e Salvador também estão neste patamar de violência