Movimentação

Alguns fatos importantes no período pré-eleitoral aconteceram nas duas últimas semanas no Maranhão. A ex-governadora Roseana Sarney anunciou que será mesmo candidata ao governo, causando grande repercussão. O ex-deputado Ricardo Murad assumiu o comando estadual do PRP com a promessa de que disputará o Palácio dos Leões. O governador Flávio Dino recebeu o apoio do ex-prefeito de Imperatriz, Ildon Marques de Souza. O PSDB decretou intervenção no diretório do Maranhão e consolidou a pré-candidatura do senador Roberto Rocha. E, finalmente, surgem rumores de que o deputado estadual Eduardo Braide poderá ser candidato. Como já existe também Maura Jorge, poderemos ter mais de meia dúzia de candidatos ao governo, pois ainda há os partidos de extrema esquerda, como PSTU, PCB, PCO e PSOL.

Posse

A ex-prefeita Maura Jorge (Podemos) “armou barraca” em Imperatriz e região. Praticamente toda semana ela está na área, mantendo contatos com aliados. Ontem à noite, houve ato de filiação e posse da presidente da Juventude Regional do Podemos. Foi empossada Mariana Carvalho, pré-candidata a deputada estadual. Além de Maura Jorge, estava presente o deputado federal Aluísio Mendes.

Normal

Causando surpresa em alguns o fato do ex-secretário municipal da Infraestrutura, Roberto Alencar, estar se reunindo com integrantes do Governo Assis Ramos. Não seria motivo para surpresa. O engenheiro é um profissional liberal, não é candidato a cargo eletivo e, portanto, desimpedido para conversar ou trabalhar para qualquer administração. Além do mais, o ex-prefeito Madeira, do qual é amigo e foi auxiliar por oito anos, está tendo bom relacionamento com o prefeito Assis Ramos. Ontem, Roberto Alencar se reuniu com o secretário de Urbanismo, Fidélis Uchoa, com a presença do vereador Hamilton Miranda. Um dia antes, já tinha visitado vários pontos da cidade. O engenheiro teve uma atuação elogiada à frente da Sinfra e conhece bem todos os problemas de Imperatriz na área de infraestrutura. Assim sendo, pode dar importante ajuda à nova administração.

Ele disse

“Ou o PSDB desembarca do governo, em dezembro, ou se embaralha com o PMDB e assume de vez o posto de coadjuvante na disputa de 2018”. Frase do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um dos fundadores do partido.

Emancipação

Ontem, 10 de novembro, 65 municípios maranhenses celebraram seus aniversários. A Lei Estadual nº 6.194, de 10 de novembro de 1994, foi sancionada pelo vice-governador do Maranhão, José Ribamar Fiquene, no período em que Edison Lobão renunciou ao cargo de governador para concorrer ao Senado. Contudo, foi no primeiro mandato da governadora Roseana Sarney que as estruturas administrativas foram implantadas, ocorrendo em 1996 as eleições nos municípios recém-emancipados, e a posse dos mesmos se deu em janeiro de 1997, por isso algumas cidades não comemoram sua emancipação política dia 10 de novembro, data da assinatura da lei, mas na data da implantação da cidade.

Emancipação II

Imperatriz perdeu os distritos de São Pedro d’Água Branca, Vila Nova dos Martírios, Cidelândia, São Francisco do Brejão, Davinópolis e Ribeirãozinho. Se ainda contasse com os seis, Imperatriz teria mais de 200 mil eleitores, e assim constaria na lista dos municípios com dois turnos nas eleições. Hoje, o Brasil tem 92 municípios com segundo turno, conforme dados do TSE para o pleito do ano passado.

Na mesma

“Caiu do cavalo quem apostou. A intervenção no PSDB do Maranhão está mantida”. A afirmação é do ex-prefeito Sebastião Madeira, a propósito da destituição de Tasso Jereissati da presidência nacional do partido.