Exemplo

Num momento em que são questionados privilégios dos políticos com mandatos, especialmente deputados e senadores, um juiz do Maranhão faz um gesto que deveria servir de exemplo para todos os seus colegas, não apenas no estado, mas em todo o Brasil. O juiz Roberto de Oliveira Paula pediu ao Tribunal de Justiça do Maranhão a exclusão de auxílio-moradia, auxílio-alimentação, auxílio-livro e auxílio-saúde. Ele observou que, de acordo com a Constituição, o magistrado é remunerado exclusivamente por subsídio fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação, ou outra espécie remuneratória. O juiz lembra que o “impasse ético e constitucional envolvendo tais auxílios para corrigir a defasagem do subsídio dos magistrados deve ser resolvido pelo STF, que não remeteu este ano ao Congresso Nacional projeto de lei para reajuste do subsídio do magistrado, nem julgou o questionamento  quanto ao auxílio-moradia, gerando descrédito do Judiciário perante a opinião pública”. Acrescentou que “sem a solução do impasse pelo STF e as justas críticas da população quanto a esses ‘penduricalhos’, é que se justifica o presente pedido...”. Quem se habilita a seguir o exemplo?

E...

Para quem não sabe, o juiz Roberto de Oliveira Paula, auxiliar de entrância final, é irmão de Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, o humorista Chico Anysio, falecido em 23 de março de 2012, aos 80 anos.

Palestra

Ontem o governador Flávio Dino (PCdoB) esteve em Imperatriz. Veio ministrar palestra no “I Fórum de Desenvolvimento da Região Tocantina”, promovido pela Devry Facimp em parceria com a Prefeitura. Flávio Dino abordou o tema “Desenvolvimento Econômico Social”.

Mas...

Diante da decisão do comando nacional do PSDB, que decretou intervenção no diretório do Maranhão, o ex-presidente da legenda, vice-governador Carlos Brandão, já tem opção para se filiar quando deixar o ninho tucano. O seu caminho seria o PSB, no estado comandado pelo prefeito de Timon, Luciano Leitoa, portanto aliado do PCdoB do governador Flávio Dino. Só que há uma pedra no caminho. Até o início do próximo ano, o PSB realizará convenção nacional. Se o atual presidente, Carlos Siqueira, perder para o vice-governador de São Paulo, Márcio França, o partido seguiria no Maranhão o PSDB. Daí, Brandão teria que refazer seus planos, procurando outra sigla da base aliada.

Olha aí!

Ontem o presidente licenciado do PSDB, senador Aécio Neves, destituiu o presidente interino do partido, o senador Tasso Jereissati. A expectativa é quanto à possibilidade de reviravolta no caso da intervenção no diretório do Maranhão, feita por Jereissati. Mas tucanos do bico largo acham que não muda nada, porque quem assume o partido é Paulo Goldman, ligado a José Serra e ao governador Geraldo Alckmin, que defende Roberto Rocha no comando estadual da sigla e sua pré-candidatura ao Palácio dos Leões.

Aplauso

Na sessão de ontem, a Câmara Municipal de Imperatriz aprovou Moção de Aplauso à estudante Maria Jéssica da Paz Sedrin, da Escola Municipal Costa e Silva, pela conquista do 1º lugar no concurso Soletrando do Salimp 2017, e à professora Gardênia Soares de Medeiros, além da gestora Gessonita Silva e Sousa. Foi aprovada ainda Moção de Aplauso à estudante Ianca Kataryne Rodrigues da Silva, da Escola São Jorge, também destaque no concurso Soletrando, à professora Gedeany Batista e ao gestor Erisvelto. A iniciativa foi do vereador Rildo Amaral.

Revitalização

O Plenário do Senado aprovou nessa quinta-feira projeto do senador José Pimentel (PT-CE) que permite a destinação de recursos dos fundos constitucionais de financiamento a projetos de revitalização dos rios nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O senador do Maranhão, Roberto Rocha (PSDB), lembrou que “quando falta água, falta energia e não há civilização”.